sexta-feira, agosto 31, 2007

Te amo pra sempre

Kid Abelha

Te amo pra sempre - George Israel e Paula Toller
F#          A          B     F#
Te amo pra sempre, te amo demais
A       B        F#
Até daqui a pouco, até nunca mais
F#          A          B     F#
Te amo pra sempre, te amo demais
A       B        F#
Até daqui a pouco, até nunca mais
A         B        F#
Na na ra na, na na na
A         B        F#
Na na ra na, na na
A         B        F#
Na na ra na, na na na
A         B        F#
Na na ra na, na na
C#            B            C#         B
Fique bem quietinha então, que eu já volto já
C#        B              F#
Não faça nada que eu não vá gostar
C#                      B
Enquanto você pensa em me beijar
C#        B       C#         B
Eu penso no jantar, eu olho para o céu
F#
Eu olho para o mar
F#          A          B     F#
Te amo pra sempre, te amo demais...

Seu espião

Kid Abelha

Seu espião - Leoni, Paula Toller e Herbert Vianna
G            C   D       
Ver você dormir
G           C   D
Me corta o coração
Em
Se o seu sorriso
Bm           D   Am  D
É sonho ou traição

G           C   D
O que você sonhou
G           C   D
Eu nunca vou saber
Em
Me dá uma pista
Bm          D   Am  D
Que eu possa percorrer

C            Bm     Am    D
Não que eu seja ciumento
C     Bm            Am  D 
É apenas precaução

G                    C  D
Quando você acordar
G             C   D
E não puder lembrar
Em
O que sentiu
Bm             D           Am  D 
Será que não mentiu pra mim

G                     C  D
Quantos beijos de amor
G          C   D
Você pode sonhar
Em
Em mil histórias
Bm                  D   Am  D
Onde eu não posso entrar

C         Bm           Am    D
Deixa eu ler seu pensamento
Bm         Am   D
Deixa eu ser seu espião
Em               Bm
Deixa eu ser seu espião
C                     D      
Alguém tem que controlar o seu coração

Teletema



Antônio Adolfo
Teletema (1970) - Antônio Adolfo e Tibério Gaspar - Interpretação: Regininha

A              A7+            D/A
Rumo, estrada turva, sou despedida
Dm/A               F#m7
Por entre lenços brancos de partida
B7            E4          G
Em cada curva sem ter você vou mais só
C              C7+             F/C
Corro rompendo laços, abraços, beijos
Fm/C             Am7
Em cada passo é você quem vejo
D7             F/G       E4/7
No tele-espaço pousado em cores no além
Brando, corpo celeste, meta metade

Meu santuário, minha eternidade

Iluminando o meu caminho e fim

Dando a incerteza tão passageira

Nós viveremos uma vida inteira

Eternamente, somente os dois mais ninguém
A4  A    D7+   D
Eu vou de sol a sol
B4/7           B7/6
Desfeito em cor, refeito em som
B5+/7    D/E      Bb9
Perfeito em tanto amor



Pintura íntima


O Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens faz parte de uma geração que emergiu no início dos anos oitenta voltada para o rock inglês e que consolidou o rock brasileiro (ou BRock, como preferem alguns), com o apoio decisivo do Circo Voador — espaço montado no verão de 82 na praia do Arpoador —, da Rádio Fluminense FM e da gravadora WEA, os três funcionando como plataforma de lançamento de uma legião de roqueiros em busca da fama.

Não mais como produto controvertido, com facções pró e contra, mas como manifestação de classe média, sem traços visíveis de música negra, o rock brasileiro acabou se fixando como um segmento da música popular direcionado aos adolescentes.

Os grupos a caminho da profissionalização vinham com execuções montadas sobre repertório próprio, inédito, o que barateava consideravelmente os lançamentos. Ao mesmo tempo, este repertório caiu como uma dádiva dos céus para as rádios FM, que nele encontraram enfim o caminho para se firmar no mercado. Foram as gravações desses roqueiros, lançadas em compactos e eventualmente precedidas de elepês em que eram testadas suas pretensões ao sucesso, que se identificaram rapidamente com a juventude da época.

A primeira formação do Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens era um sexteto com Beni, Beto, Richard, Paula, Leoni e George, dos quais os três últimos mantiveram-se juntos, acrescidos da companhia de Bruno Fortunato. Depois de ter duas músicas no “pau-de-sebo” (antologia de inéditos) Rock voador, o grupo estourou com “Pintura Íntima” logo em seu primeiro compacto.

Com um arranjo funcional, a canção tinha uma letra de um romantismo juvenil, para ser cantada por homem, mas que foi gravada com a vocalista Paula Toller: “Vem amor que a hora é essa / vê se entende a minha pressa / não me diz que eu tô errado / eu tô seco, eu tô molhado...”

Em seu segundo compacto, no ano seguinte, o Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens emplacou um novo sucesso, “Como Eu Quero”, também de Paula e Leoni, que juntamente com “Pintura Íntima” entraria no elepê de estréia do grupo, Seu espião, lançado em seguida (A Canção no Tempo – Vol. 2 – Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello – Editora 34).

Pintura íntima (1983) - Leoni e Paula Toller
F         Bb    C
É fazer amor de madrugada
F        Bb    C
Amor com jeito de virada
F         Bb    C
Fazer amor de madrugada
F        Bb    C
Amor com jeito de virada 

Bb      C            Bb   C
Larga logo desse espelho
Bb       C             Bb     C
Não reparou que eu tô até vermelho
Bb     C         Bb      C
Tá ficando tarde no meu edredon
Bb      C   Bb    C
Logo o sono bate
Bb       C
Deixa as contas...


O beijo

Kid Abelha

O beijo - George Israel e Paula Toller

Bm7          E7       Bm7    E7   
A língua, a saliva, os dentes
Bm7      E7     Bm7   E7
Meus olhos estão fechados
Bm7        E7        Bm7    E7   
A língua, a saliva, os dentes
Bm7      E7  Bm7    E7
Meus lábios estão abertos
D               C 
Agora meus olhos abriram
Bm7   E7  Bm7  E7
Meus olhos molharam
D               C  
Agora seus olhos abriram
Bm7   E7  Bm7  E7
Seus olhos me olharam 
D7
O olho olha e beija

A mão segura e beija
C7
O nariz respira e beija
D7
A boca come e beija

O sexo goza e beija
C7
O ouvido ouve e beija

No seu lugar

Kid Abelha

No seu lugar - George Israel, Paula Toller e Luiz Farias
F      Bb           F          Bb      
Desde que estamos aqui eu não quero saber
F       Bb           F             Bb         F  Bb
Quanto tempo se passou quem sou eu e onde estou
F         Bb        F              Dm      C     Bb
Será que fomos apressados ou foi o tempo que parou
C            Bb                C         F     Bb
Será que estamos parados congelados no espaço
F     Bb            F           Dm     C   Bb    
Desde que estamos aqui eu não quero saber
C           Bb            C  
Quem está por cima quem está por baixo
F           Bb
Com você o tempo pára
Dm               Bb
Sem você o tempo voa
F           Bb
Sem você eu perco o tempo
Dm                C
Com você me sinto imortal
F     C          Bb
Eu quero ver você
F
Ficar no meu lugar
C       Bb
Eu quero ser você
F  Bb  F  Bb
Ficar no seu lugar


No meio da rua

Kid Abelha

No meio da rua - George Israel e Paula Toller
C                  F         G
Como é que a moça passa por aqui
C               F     G
Fazendo cara de santa 
C            F    G       C            Dm7      
Ela já tem a vida ganha, não pode reclamar
Eb
A solidão é meu passatempo e o sol despertador
C                F              G
De vez em quando ela dorme no chão
C               F       G 
Achando a cama muito mole
C                 F       G        
Eu moro mesmo no meio da rua
C                  Dm7
Prá mim a vida é dura
Eb
Mas meu teto tem estrelas
C
E no alto um disco voador
F    G          C
Voando sobre o mar
F   G         C
Mudando de lugar
F    G      C      F     G 
Querendo me levar prá outro mundo 
C                           G
Eu atrapalho seu caminho noturno
C                 F   G
Notando seus defeitos um por um
C                 F              G
Prendeu seu salto dentro de um bueiro
C                  Dm7
Perdeu todo o respeito 
Eb
Vou matando assim meu tempo
C
Esperando um disco voador
F    G       C
Voando sobre o mar
F   G         C
Mudando de lugar
F    G      C      F     G     C
Querendo me levar prá outro mundo

Me deixa falar

Kid Abelha

Me deixa falar - George Israel e Paula Toller
Eadd2       E       Am9/C         Am/C   
Onde andam meus amigos que não aparecem mais
Eadd2            E     Am9/C          
Será que me abandonaram e eu fiquei,
Am/C
fiquei pra trás
Eadd2             E
Mas eu não ligo, sou eu que mando
Am9/C               Am/C
Conto comigo numa confusão
Eadd2              E
Tudo o que eu quero eu consigo
Am9/C     Am/C      Eadd2  E  Am9/C  Am/C           
Tenho essa sensação
Eadd2           E     Am9/C          Am/C  
O que foi que aconteceu nesse mundo masculino
Eadd2         E            Am9/C       Am/C
Ora é moda o latin lover disfarçado de bom menino
Eadd2         E         Am9/C          Am/C
Brasileiros, marcianos fazem tanto prá agradar
Eadd2              E  
Mas querem muito, querem tudo
Am9/C       Am/C
Só não querem me escutar
Cmaj7    B7       Em7           Dm7 
Me deixa falar, me empresta um ouvido
Cmaj7    B7         Em7       Dm7
Me deixa falar, me presta atenção
Cmaj7      B7       Em7     Dm7  
Se não me escutar, cuidado comigo
Cmaj7       B7
Eu perco a razão
Em7      Dm7            C7+      B7  Em
Atiro tudo o que eu tenho na mão
Eadd2         E         Am9/C              Am/C    
Apresento as mesmas armas, tão antigas de tão usadas
Eadd2            E           Am9/C   Am/C
Você diz que eu sou criança, louca, mansa...
Eadd2             E
Mas eu não corro nenhum perigo
Am9/C              Am/C
Conto comigo numa confusão
Eadd2               E
Tudo o que eu quero eu consigo
Am9/C        Am/C
Tenho essa sensação  
Cmaj7    B7      Em7           Dm7 
Me deixa falar, me empresta um ouvido
Cmaj7    B7       Em7          Dm7
Me deixa falar, me presta atenção...

Lágrimas e chuva

Lágrimas e chuva (1985) - Leoni, Bruno Fortunato e George Israel - Intérprete: Kid Abelha
Tom: Am

Intro:  F G Am 
 
    Am 
Eu perco o sono e choro  
Sei que quase desespero  
         F 
Mas não sei por que  
   Am 
A noite é muito longa 
Eu sou capaz de certas coisas 
             F 
Que eu não quis fazer 
  G 
Será que alguma coisa 
    F 
Nisso tudo faz sentido 
  G 
A vida é sempre um risco 
          F              G Am F G Am F 
Eu tenho medo do perigo 
Am 
Lagrimas e chuva 
Molha o vidro da janela
        F 
Mas ninguém me vê 
   Am 
O mundo é muito injusto 
Eu tô plantando meus problemas 
            F 
Que quero esquecer 
 G 
Será que existe alguém  
           F 
Ou algum motivo importante 
     G 
Que justifique a vida 
       E7 
Ou pelo menos este instante
F          G           Am      
Eu vou contando as horas 
F         G         Am 
E fico ouvindo passos  
F           G           Am 
Quem sabe o fim da história 
  F 
De mil e uma noite  
      G 
De suspense no meu quarto 
F          G           Am 
Eu vou contando as horas 
F         G         Am 
E fico ouvindo passos  
F           G           Am 
Quem sabe o fim da história 
  F 
De mil e uma noite  
      G 
De suspense no meu quarto 

Grand'Hotel

Kid Abelha

Grand'Hotel - George Israel, Paula Toller e Lui Farias
E7/D                    A
Se a gente não tivesse feito tanta coisa
E7/D             A       
Se não tivesse dito tanta coisa
D#m7b5
Se não tivesse inventado tanto
G                  Aadd2
Podia ter vivido um amor Grand'Hotel
E7/D                  A
Se a gente não fizesse tudo tão depressa
E7/D             A
Se não dissesse tudo tão depressa
D#m7b5
Se não tivesse exagerado a dose
G                 Aadd2
Podia ter vivido um grande amor 
E                    E+
Um dia um caminhão atropelou a paixão
E                       E+
Sem teus carinhos e tua atenção
A/C#               A/B                  D#m7b5        
O nosso amor se transformou em "Bom dia" 
D7+                 F#m7
Qual o segredo da felicidade
D7+     F#m7         D7+       F#m7
Será preciso ficar só prá se viver
D7+                F#m7
Qual o sentido da realidade
D7+     F#m7       B7  
Será preciso ficar só prá se viver
Aadd2
Só prá se viver
Bm/F#
Ficar só
D          Aadd2
Só prá se viver
Bm/F#
Ficar só
D          Aadd2
Só prá se viver

Gosto de ser cruel

Kid Abelha

Gosto de ser cruel - George Israel e Paula Toller
D            D/C      Bm     Bm6
Sou capaz de gritar e de te ofender
G D/F# Em   Bb G                   A
De me machucar mas não de te esquecer 
D             D/C  Bm            Gm6
Sou capaz de chorar ser ridícula até não agüentar
G        A         G           A       
Posso bater com a cabeça na parede
G         A           G        A
Posso fingir que não sou inteligente
G      F#m7        G            A   A/G
Posso pensar em vingança e traição
Bm       Bm/     Bm/G#
Gosto de ser cruel
A            A/G
Prá chamar sua atenção
Bm          Bm/A     Bm/G#  
Eu faço o que você quiser
A             A/G
Prá agradar seu coração

Garotos

Kid Abelha

Garotos - Leoni e Paula Toller

Int.: C7+ Dm7 C7+ Dm7 F/G Em7
Am        F/A     Am  F/A
Garotos gostam de iludir
E/G#       C6/G      D/F#     G/F
Sorrisos, planos, promessas demais
Am      F/A     m         F/A
Eles escondem o que mais querem
E/G#         C6/G        D/F#   G/F
Que eu seja outra entre outras iguais
E                     Dm7  E                  Em7
São sempre os mesmo sonhos de quantidade e tamanho
Am        F/A  Am    F/A
Garotos fazem tudo igual
E/G#    C6/G   D/F#     G/F
E quase nunca chegam ao fim
Am     F/A       Am             F/A
Talvez você seja melhor que os outros
E/G#         C6/G  D/F#   G/F
Talvez quem sabe goste de mim
E                     Dm7   E                Dm7
São sempre os mesmos sonhos de quantidade e tamanho
C7+                     F7+  C7+                 F7+
Garotos perdem tempo pensando em brinquedos de proteção
Am7          F/G    F7+
Romances de estação, desejo sem paixão
Fm   
Qualquer truque contra a emoção (2x)
C7+           Am    F/A  E/G#     C6/G  D/F#     G/F
Garotos fazem tudo igual e quase nunca chegam ao fim
Am     F/A         Am            F/A
Talvez você seja melhor que os outros
E/G#         C6/G   D/F#    G/F
Talvez, quem sabe, goste de mim
E                      Dm7
São sempre os mesmos sonhos...


Em noventa e dois

Kid Abelha

Em noventa e dois - George Israel e Paula Toller
C7/G    B6/F
Meu coração está on
Eb                    F
Garçon, me traga alguma coisa
Gm                   C/E   Cm/Eb
Que eu sou capaz de fazer qualquer coisa

C7/G  B6/F
Um dia inteiro é muito
Eb          F
Para a gente ficar junto
Gm
Em pleno noventa e dois

Cm7                  F    
No telefone só uma notícia
Cm7                F
Num telegrama uma poesia
Cm7
Mande um recado com um abraço forte
F                      Gm11
Num bilhetinho deseje boa sorte

C7/G   B6/F
Bebi da sua saliva
Eb                F
No fim do copo de conhaque
Gm              C/E     Cm/Eb    
Minha cabeça parece um guindaste

C7/G    B6/F 
Estou esquecendo o seu rosto
Eb                 F
Saudade não é nada gostoso
Gm
Mesmo em noventa em dois

Cm7                  F    
No telefone só uma notícia
Cm7                F
Num telegrama uma poesia
Cm7
Mande um recado com um abraço forte
F           Gm F/A Bb C D  Gm11
Num bilhetinho deseje boa sorte

Dm7                                            
Um dia inteiro é muito para a gente
G/D
ficar junto em noventa e dois
Dm7                                             
Um dia inteiro é muito para a gente
G/D
ficar junto em noventa e dois   
Dm7                                             
Um dia inteiro é muito para a gente
G/D
ficar junto em noventa e dois

Eu tive um sonho

Kid Abelha

Eu tive um sonho - George Israel e Paula Toller
D   G           A 
Eu tive um sonho vou te contar
Em         D        A  
Eu me atirava do oitavo andar
C/G             D/A
E era preciso fechar os olhos
G          A         D
Prá não morrer e não me machucar
Em      C
É o que devemos fazer
D       A
Não temos que ter medo
Em      C    A7sus4
É o que devemos fazer 
D   G         A 
Eu tive um sonho muitos soldados
Em            D      A  
Me procuravam dentro do meu prédio
C/G                D/A
E era preciso voar pelas escadas
G                 A       D 
Prá não deixar que eles chegassem perto
Em      C
É o que devemos fazer
D       A
Não temos que ter medo
Em      C    A7sus4
É o que devemos fazer 
G       Caad9           D
Não deixe de cruzar o seu olhar com o meu
G                A           D  
Eu vou jogar meu corpo em cima do seu
G       Caad9           D
Não deixe de cruzar o seu olhar com o meu
G                 A          D G A   D G A 
Eu vou jogar meu corpo em cima do seu
C/G       D/A
É o que devemos fazer
C/G       D/A         A7sus4
É o que devemos fazer

Não deixe de cruzar o seu olhar com o meu...

Educação sentimental II

Kid Abelha

Educação sentimental II - Leoni, Paula Toller e Herbert Vianna
C#m7                    E9sus4   F#m7       A       
A vida que me ensinaram como uma vida normal
C#m7                     E9sus4    
Tinha trabalho, dinheiro, família, filhos e tal
Eadd9    Emaj9        E9sus4   A
Era tudo tão perfeito se tudo fosse só isso
Eadd9             Emaj9     
Mas isso é menos do que tudo,
E9sus   A
é menos do que eu preciso
B          C#m   A                 B               
Agora você vai embora e eu não sei o que fazer
C#m       A
Ninguém me explicou na escola
B                A
Ninguém vai me responder
C#m
Eu sei a hora do mundo inteiro
E9sus4                   A
Mas não sei quando parar
C#m                        
É tanto medo de sofrimento
E9sus4                  A
que eu sofro só de pensar
Eadd9           Emaj9    E9sus4                 A    
A quem eu devo perguntar aonde eu vou procurar
Eadd9          Emaj9      E9sus4             A 
Um livro onde aprender a você não me deixar
B          C#m       A            B               
Agora você vai embora e eu não sei o que fazer
C#m            A
Ninguém me explicou na escola
B  
Ninguém vai me responder

Dizer não é dizer sim

Kid Abelha

Dizer não é dizer sim - George Israel e Paula Toller
C           Am
Dizer não é dizer sim
Bb
Saber o que é bom pra mim
Am       Bb           C
Não é só dar um palpite 
C           Am
Dizer não é dizer sim
Bb
Dar um não ao que é ruim
Am          Bb            C   
É mostrar o meu limite, é mostrar o meu limite
F                G#
Pra não ter complicação
C               Bb
E completar a ligação
F              G#
Basta sinceridade
C              Bb
Basta disposição 
C           Am
Dizer não é dizer sim
Bb
Saber o que é bom pra mim
Am       Bb           C
Não é só dar um palpite 
F        Bb      C
Não é preciso ficar inseguro
F        D              C    Bb
Não é possível concordar em tudo
F      Bb     C
Somos amigos e isso é um bom motivo
F                  D        C           
Prá gente ficar junto, pra gente ficar, 
Bb
gente ficar junto 
C            Bb
Dizer não é dizer sim
C            Bb
Dizer não é dizer sim...

Deus (Apareça na televisão)

Kid Abelha

Deus (Apareça na televisão) - George Israel, Sérgio Dias e Paula Toller
D
Sim, ele é Deus
G#m7b5
E eu sou louca
G                 A
Mas ninguém desconfia
D                    G#m7b5
Pois disfarçamos muito bem
G              A
Somos imortais, somos imortais
D                     G                 A   
Eu vou rezar, ligar o rádio, ficar invisível
G                 A 
Pois nada vai te atrapalhar
Em7               A
Nada vai te atrapalhar
G
Deus, por favor
D
Apareça na televisão
G
Deus, por favor
D
Apareça na televisão 
D
Sim, ele é Deus
G#m7b5
E eu sou louca
G                 A
Mas ninguém desconfia
D                    G#m7b5
Pois disfarçamos muito bem
G               A
Somos imortais, a morte não existe
E                    A                B
Eu vou rezar, ligar o rádio, ficar invisível
G#m/D#            A7+ 
Pois nada vai te atrapalhar
Em7                    A
Prá me seduzir, quero te encontrar
G
Deus, por favor
D
Apareça na televisão
G
Deus, por favor
D
Apareça na televisão

Como é que eu vou embora

Kid Abelha

Como é que eu vou embora - Cris Braun, George Israel e Paula Toller
D
O que é que eu não faço
A
Por onde eu não ando
C
O que é que eu já não tenho
G
Quando é que eu não venho
D
Onde fica a tua casa
A
Porque é que eu não acho
C             
Quanto é o teu retrato
G
Como é que eu vou embora
D    A   C   G
Ah, ah, ah, ah
D
Porque é que você olha
A
Para onde eu não ando
C
Porque é que você anda
G
Para onde eu não vejo
D
Onde fica o teu canto
A
Porque é que eu não ouço
C
O que é que eu não ganho
G
Como é que eu vou embora
D    A   C   G
Ah, ah, ah, ah
Em                        A      
O que é que eu digo agora quando eu vou te ligar
C                     G            
Quantas vezes eu pensei porque você não vem
Em                        A
O que é que eu digo agora quando eu vou desligar
Bm                          G      
Quantas vezes eu falei porque você não vem
D    A    C    G
Me chamar, ah, ah, ah

Amanhã é 23

Kid Abelha

Amanhã é 23 - George Israel e Paula Toller

Bm7         F#m7         Em7               G   Aadd9
As entradas no meu rosto e os meus cabelos brancos
Bm7        F#m7     Em7                  G Aadd9 
Aparecem a cada ano no final do mês de agosto
Bm7
Há vinte anos você nasceu
F#m7
Ainda guardo um retrato antigo
Em7
Mas agora que você cresceu
G             Aadd9
Não se parece nada comigo
Bm7
Esse seu ar de tristeza
F#m7
Alimenta a minha dor
Em7
Tua pose de princesa
G         Aadd9
De onde você tirou

D        G
Amanhã, amanhã
D        G
Amanhã, amanhã
D
Amanhã é 23
G
São 8 dias para o fim do mês
D
Faz tanto tempo que eu não te vejo
G
Queria o seu beijo outra vez

A fórmula do amor

A fórmula do amor (1985) - Leoni e Leo Jaime - Intérprete: Kid Abelha

(C Am F G)
Eu tenho o gesto exato, sei como devo andar

Aprendi nos filmes pra um dia usar

Um certo ar cruel de quem sabe o que quer

Tenho tudo planejado pra te impressionar

Luz de fim de tarde, meu rosto em contra-luz

Não posso compreender, não faz nenhum efeito

A minha aparição será que errei na mão

As coisas são mais fáceis na televisão

Mantenho o passo alguém me vê

Nada acontece, não sei porque

Se eu não perdi nenhum detalhe

Onde foi que eu errei
C                  G        F
Ainda encontro a fórmula do amor
G       C         F    G    F
Ainda encontro a fórmula do amor
G       C         F            G      F
Ainda encontro a fórmula, a fórmula do amor
(C Am F G)
Eu tenho a pose exata pra me fotografar

Aprendi num vídeo pra um dia usar

Um certo ar cruel, de sabe o que quer

Tenho tudo ensaiado pra te conquistar

Eu tenho um bom papo e sei até dançar

Não posso compreender, não faz nenhum efeito

A minha aparição será que errei na mão

As coisas são mais fáceis na televisão

Eu jogo um charme, alguém me vê

Nada acontece, não sei porque

Se eu não perdi nenhum detalhe

Onde foi que eu errei?
C                  G        F
Ainda encontro a fórmula do amor
G       C         F    G    F
Ainda encontro a fórmula do amor
G       C         F            G      F
Ainda encontro a fórmula, a fórmula do amor

Nada tanto assim

Nada tanto assim (1984) - Leoni e Bruno Fortunato - Intérprete: Kid Abelha

G#m                                 E
Só tenho tempo pras manchetes no metrô
G#m
E o que acontece na novela
E
Alguém me conta no corredor
G#m                                    E
Escolho os filmes que eu não vejo no elevador
G#m
Pelas estrelas que eu encontro
E
Na crítica do leitor 
B
Eu tenho pressa 

E tanta coisa me interessa
A               E
Mas nada tanto assim
G#m
Só me concentro em apostilas
E
Coisa tão normal
G#m
Leio os roteiros de viagem
E
Enquanto rola o comercial
G#m                                  E  
Conheço quase o mundo inteiro por cartão postal
G#m                               E 
Eu sei de quase tudo um pouco e quase tudo mal 
B
Eu tenho pressa...

Fixação

Fixação (1984) - Beni, Leoni e Paula Toller - Intérprete: Kid Abelha

Bm   G     A      Bm G       A
Seu rosto na tevê parece um milagre
Bm   G     A      Bm    G    A
Uma perfeição nos mínimos detalhes
Bm  G    A    Bm  G        A
Eu mudo o canal, eu viro a página
Bm     G      A           Bm   G     A
Mas você me persegue por todos os lugares
F#m                 G
Eu vejo seu poster na folha central
Em                 A
Beijo sua boca te falo bobagens
Bm    G        A
Fixação, seus olhos no retrato
Bm    G   A
Fixação, minha assombração
Bm    G      A
Fixação, fantasmas no meu quarto
Bm    G      A
Fixação, I want be alone
Bm  G     A           Bm     G      A
Preciso de uma chance de tocar em você
Bm   G    A           Bm        G    A   
Captar a vibração que sinto em sua imagem
Bm    G       A           Bm  G       A
Fecho os olhos pra te ver você nem percebe
Bm      G            A     Bm      G        A
Penso em provas de amor ensaio um show passional
F#m                    G
Eu vejo seu poster na folha central
Em                 A
Beijo sua boca te falo bobagens
Bm    G         A
Fixação, seus olhos no retrato
Bm    G   A
Fixação, minha assombração
Bm    G      A
Fixação, fantasmas no meu quarto
Bm    G     A
Fixação, I want be alone

Como eu quero

Numa entrevista a Marcelo Fróes e Marcos Petrillo, em março de 96, Paula Toller comentou: “acho que, se você perguntar a alguém que não conheça nada da gente (Kid Abelha), ‘Como Eu Quero’ será conhecida. E ela foi literalmente tirada do lixo, num papel amassado.”

Essa baladinha, que puxou o sucesso do segundo compacto do Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens, tinha sido desprezada pelos autores, quando o produtor Liminha numa reunião para escolha de repertório, indagou, “vem cá, e aquela que vocês jogaram fora? toca aquela...” e “Como Eu Quero” conquistou a moçada: “Diz pra eu ficar muda / faz cara de mistério / tira essa bermuda / que eu quero você sério / tramas do sucesso mundo particular / solos de guitarra / não vão me conquistar! u u u... / eu quero você como eu quero...”. Grande sucesso, a canção acabou por gerar a expressão “rock de bermudas” para denominar a galera carioca da geração 80 (A Canção no Tempo – Vol. 2 – Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello – Editora 34).

Como eu quero (1984) - Leoni e Paula Toller (Kid Abelha)
 C                         G
Diz pra eu ficar muda faz cara de mistério
Am7                        F
Tira essa bermuda que eu quero você sério
C                        G
Dramas do sucesso, mundo particular
Am7                   F
Solos de guitarra não vão me conquistar
Am7  Em7                Fadd2
Uh, eu quero você como eu quero
Am7  Em7                Fadd2
Uh, eu quero você como eu quero 
C                            G
O que você precisa é de um retoque total
Am7                                 F
Vou transformar o seu rascunho em arte final
C                          G
Agora não tem jeito cê tá numa cilada
Am7                      F
Cada um por si você por mim mais nada 
Am7 Em7                  Fadd2
Uh, eu quero você como eu quero
Am7 Em7                  Fadd2
Uh, eu quero você como eu quero 
D        F            C               G
Longe do meu domínio cê vai de mal a pior
Dm               F               Fadd2
Vem que eu te ensino como ser bem melhor (2X)
Am7 Em7                  Fadd2
Uh, eu quero você como eu quero

Alice (Não me escreva aquela carta de amor)

Alice (Não me escreva aquela carta de amor) (1984) - Leoni, Paula Toller e Bruno Fortunato - Intérprete: Kid Abelha
Tom: D  

Intr.: (Bm F#m Em G)4X

Bm F#m Em     G
Tantos sonhos morrem
Bm  F#m    Em  G
 Em poucas palavras
Bm      F#m    Em G
Um bilhete curto
  Bm     F#m    Em  G
E já não há nada
  Bm       F#m          Em      G
Alice não se esqueça do nosso amor
  Bm              F#m        Em    G   
Será que eu tenho sempre que te lembrar
Bm   F#m  Em  G 
Todo dia, toda hora
Bm       F#m  Em    A
Eu te imploro por favor

 R :
 e :   D                 A                  G   A
 f : Alice não me escreva aquela carta de amor 
 r :   D                 A                  G   A
 ã : Alice não me escreva aquela carta de amor 
 o :
 
Sempre tive medo
Das suas idéias
Porque você precisa
Ser tão sincera 
Alice eu tô treinando prá te enfrentar
Tenho mil motivos prá você me suportar
Fica mais uma semana
Nesse tempo a gente engana

(Refrão)2X

(G D Em D)4X

Kid Abelha


Grupo vocal-instrumental carioca, um dos que mais ajudaram a firmar o pop-rock brasileiro desde a década de 1980. Formou-se em fins de 1981, com o nome Kid Abelha & Os Abóboras Selvagens (obviamente inspirado no grupo pop norte-americano Kid Creole And The Coconuts), composto por Paula Toller (Paula Toller Amora, nascida no Rio de Janeiro em 1962), vocal; Leoni (Carlos Leoni Rodrigues Siqueira Júnior, nascido no Rio de Janeiro em 1961), contrabaixo; George Israel (George Alberto Heilborn Israel, nascido no Rio de Janeiro em 1960), saxofone e teclados; Bruno Fortunato (nascido no Rio de Janeiro em 1956), guitarra; e Beni Borja (Carlos Beni Carvalho de Oliveira Borja, nascido no Rio de Janeiro em 1961), bateria.

Em 1982 gravaram uma fita-demo com Distração, que foi bastante executada na extinta emissora carioca Fluminense FM, especializada em pop-rock, e participaram do LP Rock voador, reunindo vários grupos novos de rock.

Em 1983, Beni deixou o grupo, que assinou contrato com a WEA. Gravaram os álbuns Seu espião (1984), Educação sentimental (1985), Ao vivo (1986), Tomate (1987), Kid (1989), Tudo é permitido (1990), Meu mundo gira em torno de você (1996).

Os sucessos do grupo incluem Pintura íntima (1984), Como eu quero (1984), Lágrimas e chuva (1985), Amanhã é 23 (1989), No seu lugar (1990), Quando é que eu vou embora (1996) e uma regravação de Na rua, na chuva, na fazenda, de Hyldon (1996).

Em 1996, Leoni deixou o grupo, substituído por Claudia Niemeyer (nascida no Rio de Janeiro em 1959), e o grupo reduziu o nome para Kid Abelha; em 1994-1995 reduziram mais ainda, para Kid, voltando a Kid Abelha em 1996.

Em 1990 o grupo estabeleceu-se como trio, com Paula, George e Bruno. Leoni, além de formar o grupo Heróis da Resistência, com quem gravou os discos Heróis da Resistência (WEA, 1987), Religio (WEA, 1988) e Heróis três (WEA, 1990), gravou um disco solo (pela EMI), em que se destacou o sucesso Garotos.

Algumas músicas cifradas

A fórmula do amor
Alice (Não me escreva aquela carta de amor)
Amanhã é 23
Canário do reino
Como é que eu vou embora
Como eu quero
Deus (Apareça na televisão)
Dizer não é dizer sim
Educação sentimental II
Em noventa e dois
Eu tive um sonho
Fixação
Garotos
Gosto de ser cruel
Grand'Hotel
Lágrimas e chuva
Me deixa falar
Na rua, na chuva, na fazenda
Nada por mim
Nada tanto assim
No meio da rua
No seu lugar
O beijo
Pingos de amor
Pintura íntima
Seu espião
Te amo pra sempre
Teletema

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e PubliFolha.

quinta-feira, agosto 30, 2007

O amanhã


O belo samba “O Amanhã”, lançado pela União da Ilha do Governador no carnaval de 1979 e que quatro anos depois se tornou o grande sucesso de Simone, no disco e no palco, tem como autor o advogado Gustavo Adolfo de Carvalho Baeta Neves, procurador federal (foto: Simone em 1985).

Pertencente a uma família ilustre, esse pródigo criador de sambas-enredo — deixou mais de vinte, entre os quais os conhecidos “Dona Beja, a Feiticeira de Araxá”, “É Hoje”, “Quem Pode Pode, Quem Não Pode”, “O Que Será” e “O Amanhã”, o primeiro para o Salgueiro e os demais para a União da Ilha — preferiu se manter no anonimato enquanto exerceu cargos públicos, cedendo suas músicas a componentes das escolas. Depois de aposentado, passou a assiná-las com o pseudônimo de Didi.

“No meu trabalho eu era muito sério, muito chato, mesmo”, ele declarou em entrevista ao Globo meses antes de morrer em 1987, aos 52 anos. Porem à noite, encerrado o expediente, o Dr. Gustavo Adolfo tirava o paletó e transformava-se no boêmio-compositor Didi, grande apreciador de um bom uísque (“samba é 10% idéia e 90% uísque”, afirmou na mesma entrevista), figura importante e estimada na União da Ilha. Tanto assim que seria escolhido como tema do enredo desta escola no carnaval de 91, tendo suas glórias cantadas no samba “De Bar em Bar, Didi o Poeta”, de Ely Peron e Rogério Figueiredo.

Mas voltando a “O Amanhã”, a música que marcou o décimo ano da carreira de Simone e que abria e fechava o seu show “Delírios, Delícias”, em clima de muita empolgação, é um grande samba-enredo, rico de letra e melodia, o que não é comum no gênero: “Como será o amanhã? / responda quem puder / o que irá me acontecer / o meu destino será como Deus quiser...” Outro samba de Didi a entrar para o repertório de cantores famosos foi “É Hoje”, incluído por Caetano Veloso no elepê Uns, ainda em 81 (A Canção no Tempo – Vol. 2 – Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello – Editora 34).

O amanhã (samba-enredo, 1983) - João Sérgio / Didi
     G
A cigana leu o meu destino
Bm  Em Am   E7
Eu sonhei
Am                        D7
Bola de cristal, jogo de búzios, cartomante
Am D7 G     D7
Eu sempre perguntei
        Dm   G7            C
O que será?          O amanhã ?
A7            D7/4 D7
Como vai ser     o meu destino ?
Dm    G7                  C7+
Já desfolhei            o mal-me-quer
A7            D7/4  D7
Primeiro amor      de um menino
  G                E7   Am7
E vai chegando o amanhecer
D7                 G     D7         G E7  Am
Leio a mensagem zodiacal      e o realejo diz
D7    G               D7
Que eu serei feliz    sempre feliz
 G     Am7         G
Como será  o  amanhã ?
Bm Em  Am     E7
Responda quem puder
Am              D7
O que irá  me acontecer
Am         D7         G
O meu destino será como Deus quiser . . .

domingo, agosto 26, 2007

A saudade que ficou

Luiz Airão
A saudade que ficou (1980) - Joãozinho da Rocinha e Elzo Augusto - Intérprete: Luiz Ayrão

D    B7    Em      A7          D
Aquele lencinho / Que você deixou
G     A7   D    Bm     Em   A7    D
É um pedacinho/ Da saudade que ficou
G            A7      D            Bm
Era a felicidade / Que acenava pra mim
Em         A7          D   Bm
Hoje é bandeira da saudade
    Em        A7        D
Banhada num pranto sem fim
A7     D        Bm        Em
Um lencinho não dá pra enxugar
             A7
O rio de lágrimas que eu tenho pra
    D
chorar
   B7          Em
Que nasce da saudade
     A7           D
Que ficou no seu lugar
    G           D
Que nasce da saudade
      A7           D
Que ficou no seu lugar

sexta-feira, agosto 17, 2007

Sucessos de 1985

1859 1866 1880 1901 1902 1903 1904 1905 1906 1907 1908 1909 1910 1911 1912 1913 1914 1915 1916 1917 1918 1919 1920 1921 1922 1923 1924 1925 1926 1927 1928 1929 1930 1931 1932 1933 1934 1935 1936 1937 1938 1939 1940 1941 1942 1943 1944 1945 1946 1947 1948 1949 1950 1951 1952 1953 1954 1955 1956 1957 1958 1959 1960 1961 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 1980 1981 1982 1983 1984 1985

1985

Escrito nas estrelas, defendida por Tetê Espíndola vence o Festival dos Festivais.

A cruz e a espada
A fórmula do amor
Ainda é cedo
Amante profissional
Amigo do sol, amigo da lua
Cheia de charme
Chora coração
Chuva de prata
Ciúme
De volta pro aconchego
Dona
Escrito nas estrelas
Eu te amo você
Exagerado
Geração Coca-Cola
Insensível
Isso aqui tá bom demais
Lágrimas e chuva
Leva
Louras geladas
Malandro Rife
Malandro sou eu
Nem morta
O pobre
Olhar 43
Papel marchê
Rádio Pirata
Revoluções por minuto
Sem pecado e sem juízo
Será
Seu nome
Televisão
Teorema
Tudo pode mudar
Um desejo só não basta
Um dia de domingo
Uni, duni, te
Vaca profana
Verde
Verde e amarelo
Whisky a go go
Paulo Ricardo e Luís Schiavon
Leoni e Leo Jaime
Dado Villa-Lobos, Renato Russo e Marcelo Bonfá
Roberto Ley
Benito Di Paula e M. Brandão Carneiro
Guilherme Arantes
Wando e Pedrinho Medeiros
Ed Wilson e Ronaldo Bastos
Roger Moreira
Dominguinhos e Nando Cordel
Luís Carlos Sá e Gutemberg Guarabira
Arnaldo Black e Carlos Rennó
Kiko Zambianchi
Leoni, Cazuza e Ezequiel
Renato Russo
Sérgio Brito
Dominguinhos e Nando Cordel
Leoni, Bruno Fortunato e George Israel
Michael Sullivan e Paulo Massadas
Paulo Ricardo e Luís Schiavon
Otacílio e Ari do Cavaco
Arlindo Cruz, Sombrinha e Franco
Michael Sullivan e Paulo Massadas
Leo Jaime e Herbert Viana
Paulo Ricardo e Luís Schiavon
João Bosco e Capinam
Paulo Ricardo e Luís Schiavon
Paulo Ricardo e Luís Schiavon
Pepeu Gomes e Baby Consuelo
Dado Villa-Lobos, Renato Russo e Marcelo Bonfá
Piska e Biafra
Arnaldo Antunes, Marcelo Fromer e Toni Bellotto
Dado Villa-Lobos, Renato Russo e Marcelo Bonfá
Joe Euthanasia e Ronaldo Santhos
Francisco Casaverde e Fausto Nilo
Michael Sullivan e Paulo Massadas
Michael Sullivan e Paulo Massadas
Caetano Veloso
Eduardo Gudin e Costa Netto
Roberto Carlos e Erasmo Carlos
Michael Sullivan e Paulo Massadas

Aqui acaba essa cronologia? De modo algum, estamos em 2013. De 1985 até aqui temos ótimas músicas. O gosto popular é que manda. Então um beijo à todos.

Músicas estrangeiras de sucesso no Brasil

Careless Whisper (George Michael e A. Ridgeley)
Forever Young (Marian Gold, Frank Mertens e Bernhard Lloyd)
Hold Me (Michael Masser e Linda Creed)
I Was Born to Love You (Freddie Mercury)
Lately (Nada mais) (Stevie Wonder)
Let’s Hear It from the Boy (Snow e Pitchford)
Like a Virgin (Billy Steinberg e Tom Kelly)
Love Is Love (O’Dowd, Moss, Hay e Craig)
Material Girl (Peter Brown e Robert Rans)
Make No Mistake, He’s Mine (Kim Carnes)
Missing You (Lionel Richie)
One More Night (Phil Collins)
Purple Rain (Prince)
Que No Se Acabe El Mundo (Rosa Giron)
Still Loving You (Rudolf Schenker e K. Meine)
Too Late for Goodbyes (Julian Lennon)
Wake Me Up Before You Go-Go (George Michael)
We Are the World (Michael Jackson e Lionel Richie)

Cronologia

01: Realiza-se o “Rock in Rio I”.

08.01: Morre no Rio de Janeiro (RJ) a cantora Araci Cortes.

15.01: O Congresso Nacional elege Tancredo Neves presidente da República.

20.01: Ronald Reagan inicia o seu segundo período como presidente dos Estados Unidos.

11.03: Mikhail Gorbachev assume a chefia do Partido Comunista da União Soviética.

14.03: Tancredo Neves sofre uma cirurgia de emergência no intestino.

15.03: No impedimento de Tancredo Neves, por motivo de saúde, toma posse na presidência da República, em caráter interino, o vice-presidente José Sarney.

21.04: Morre em São Paulo (SP) Tancredo Neves.

22.04: José Sarney torna-se presidente da República em caráter efetivo.

25.07: Morre no Rio de Janeiro (RJ) o cantor Carlos Galhardo.

26.10: Realiza-se no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, a final do Festival dos Festivais, promovido pela Rede Globo de Televisão, vencido pela canção Escrito nas estrelas, de Arnaldo Black e Carlos Rennó, defendido pela cantora Tetê Espíndola.

18.12: O Fluminense sagra-se tri-campeão carioca de futebol (1983/84/85).

Sucessos de 1984

1859 1866 1880 1901 1902 1903 1904 1905 1906 1907 1908 1909 1910 1911 1912 1913 1914 1915 1916 1917 1918 1919 1920 1921 1922 1923 1924 1925 1926 1927 1928 1929 1930 1931 1932 1933 1934 1935 1936 1937 1938 1939 1940 1941 1942 1943 1944 1945 1946 1947 1948 1949 1950 1951 1952 1953 1954 1955 1956 1957 1958 1959 1960 1961 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 1980 1981 1982 1983 1984 1985

1984

Mais de um milhão de pessoas pedem eleições “diretas já” para
presidente da República, no centro de São Paulo (16/04/1984).

Alice (Não me escreva aquela carta...)
Bete Balanço
Bons momentos
Brega-chique (O vento levou Black)
Brejo da Cruz
Caminhoneiro
Caprichoso
Cartaz
Close
Como eu quero
Corações psicodélicos
Deixa eu te amar
Do jeito que a gente gosta
Egotrip
Eu sou free
Fixação
Fogueira
Fullgás
Inútil
Lilás
Linda juventude
Lindo lago do amor
Maior abandonado
Me chama
Meu erro
Na aba
Nada tanto assim
O quereres
Óculos
Podres poderes
Recado (Meu namorado)
Só você
Sonho de Ícaro
Sonífera ilha
Tempos modernos
Transas e caretas
Vai passar
Vamos fugir
Voo de coração
Leoni, Paula Toller e B. Fortunato
Frejat e Cazuza
Marquinhos e Michel
Eduardo Dusek e Luís Carlos Góes
Chico Buarque
Roberto Carlos e Erasmo Carlos
Nelson Ned
Francisco Casaverde e Fausto Nilo
Roberto Carlos e Erasmo Carlos
Leoni e Paula Toller
Lobão, Júlio Barroso e Bernardo Vilhena
Agepê, Vamilo e Mauro Silva
Severo e Jaguar
Evandro Mesquita e Paula Travassos
Patrícia Travassos e Ruban
Beni, Leoni e Paula Toller
Ângela Rô-Rô
Marina Lima e Antônio Cícero
Roger (Roger Rocha Moreira)
Djavan
Flávio Venturini e Márcio Borges
Gonzaguinha
Frejat e Cazuza
Lobão
Herbert Viana
Nei Silva, Paulo Correia e Trambique
Leoni e Bruno Fortunato
Caetano Veloso
Herbert Viana
Caetano Veloso
Renato Teixeira
Vinícius Cantuária
Piska e Cláudio Rabelo
Melo, Fromer, Bellotto, Pessoa e Bermak
Lulu Santos
Michael Sullivan, Miguel e P. Massadas
Chico Buarque e Francis Hime
Gilberto Gil e Liminha
Ritchie e Bernardo Vilhena

Músicas estrangeiras de sucesso no Brasil

All Night Long (Lionel Richie)
Ebony Eyes (Rick James)
Esa Mujer (Julio Iglesias, M. Martinez e R. Ferro)
Eva (Umberto Tozzi)
Hello (Lionel Richie)
I Just Called to Say I Love You (Stevie Wonder)
If You’re Not Here (C. Villa, A. Monroy, E. Diaz e M. Pagan)
Just My Imagination (Norman Whitefield e Barret Strong)
Knife (Rockwell, N. Helms e M. Pottler)
My Oh My (Holder e Lea)
No Te Reprimas (C. Villa, A. Monroy e E. Diaz)
Private Dancer (Mark Knopfler)
Somebody Else’s Guy (Jocelyn Brown)
Thriller (Rod Templeton)
Total Eclipse of the Heart (Jim Steinman)
You and I (Barry Gibb, Maurice Gibb e Robin Gibb)
You’re the Inspiration (Peter Cetera e D. Forster)

Cronologia

28.01: Morre no Rio de Janeiro o compositor Gastão Lamounier.

14.03: Morre no Rio de Janeiro (RJ) o instrumentista/compositor Copinha (Nicolino Copia).

16.04: Mais de um milhão de pessoas pedem eleições “diretas já” para presidente da República, em comício no centro de São Paulo (SP).

17.04: O presidente João Figueiredo envia ao Congresso emenda constitucional que propõe eleição direta para presidente da República a partir de 1988. A emenda seria retirada pelo próprio governo, dois meses depois.

26.04: A Câmara dos Deputados rejeita a emenda Dante de Oliveira, que instituía a eleição direta para presidente da República já em 84.

29.04: Morre em São Paulo (SP) a cantora Leny Eversong (Hilda Campos Soares da Silva).

28.07 a 12.08: Realizam-se em Los Angeles (EUA) os XXIII Jogos Olímpicos da Era Moderna.

08: Paulo Maluf e Tancredo Neves lançam-se candidatos à presidência da República.

18.10: Morre no Rio de Janeiro (RJ) o compositor Mano Décio da Viola (Décio Antônio Carlos).

19.12: O Reino Unido e a China Popular assinam acordo que determina a devolução de Hong Kong aos chineses a partir de 1.7.1997.

Sucessos de 1983

1859 1866 1880 1901 1902 1903 1904 1905 1906 1907 1908 1909 1910 1911 1912 1913 1914 1915 1916 1917 1918 1919 1920 1921 1922 1923 1924 1925 1926 1927 1928 1929 1930 1931 1932 1933 1934 1935 1936 1937 1938 1939 1940 1941 1942 1943 1944 1945 1946 1947 1948 1949 1950 1951 1952 1953 1954 1955 1956 1957 1958 1959 1960 1961 1962 1963 1964 1965 1966 1967 1968 1969 1970 1971 1972 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 1980 1981 1982 1983 1984 1985

1983

Morre no Rio de Janeiro a cantora Clara Nunes (2/4/1983).

A dois passos do paraíso
A vida tem dessas coisas
Aconteceu você
Adivinha o quê
Ai que saudade de ocê
Anjo
Anunciação
Banho de cheiro
Beatriz
Betty Frígida
Brincar de viver
Caminhos do coração
Carimbador maluco
Casanova
Cena de cinema
Como uma onda (Zen surfismo)
Coração de estudante
Desculpe o auê
Fio de cabelo
Firme e forte
Guerreiro menino
Masculino e feminino
Me dê motivo
Menestrel das Alagoas
Menina veneno
Mesmo que seja eu
Nem pensar
O amanhã
O amor é a moda
O côncavo e o convexo
O descobridor dos Sete Mares
O que é que há
On the rocks
Palavra de amor
Pedacinhos (Bye bye, so long)
Pequenino cão
Pintura íntima
Pouco a pouco
Pro dia nascer feliz
Quem me dera
Simples carinho
Um certo alguém
Vale tudo
Você é linda
Weekend
Evandro Mesquita e Ricardo Barreto
Ritchie e Bernardo Vilhena
Guilherme Arantes
Lulu Santos
Vital Farias
Renato Correia, Dalto e Cláudio Rabelo
Alceu Valença
Carlos Fernando
Edu Lobo e Chico Buarque
Travassos, R. Barreto e Evandro Mesquita
Guilherme Arantes
Gonzaguinha
Raul Seixas
Ritchie e Bernardo Vilhena
Lobão, Bernardo Vilhena e Marina
Lulu Santos e Nelson Mota
Milton Nascimento e Wagner Tiso
Roberto de Carvalho e Rita Lee
Darci Rossi e Marciano
Efson e Nei Lopes
Gonzaguinha
Pepeu Gomes e Baby Consuelo
Michael Sullivan e Paulo Massadas
Milton Nascimento e Fernando Brant
Ritchie e Bernardo Vilhena
Roberto Carlos e Erasmo Carlos
Kleiton e Kledir
João Sérgio
Roberto Carlos e Erasmo Carlos
Roberto Carlos e Erasmo Carlos
Michel e Gilson Mendonça
Fábio Júnior e Sérgio Sá
Roberto de Carvalho e Rita Lee
Manassés e Fausto Nilo
Guilherme Arantes
Caio Sílvio e Fausto Nilo
Leoni e Paula Toller
Martinha e César Augusto
Cazuza e Frejat
Gilliard e Celso Ferreira
João Donato e Abel Silva
Lulu Santos e Ronaldo Bastos
Tim Maia
Caetano Veloso
Evandro Mesquita e Ricardo Barreto

Músicas estrangeiras de sucesso no Brasil

Beat It (Michael Jackson)
Billie Jean (Michael Jackson)
Don’t Look Back (J. Warrer)
Got To Be There (Elliot Willensky)
Hard To Say I’m Sorry (Peter Cetera e D. Foster)
Human Nature (Steve Porcard e John Bettis)
I Don’t Wanna Dance (Eddie Grant)
I’m Never Gonna Say Goodbye (A. Butler e M. A. Leiking)
It’s Raining Again (Rick Davis e Roger Hodgson)
L’Italiano (Faz de Conta)” (S. Cotugno e C. Minellono)
Nathalie (Julio Iglesias e R. Arcusa)
No Me Vuelvo a Enamorar (Julio Iglesias, F. Martinez e R. Arcusa)
Shame On the Moon (Rodney Crowell)
Till There Was You (Quando Te Vi) (Meredith Wilson)
True (Gary Kemp)
Voyeur (Kim Carnes, David Ellingson e Duane Hitchings)
We’ve Got Together (Bob Seger)

Cronologia

01.01: Um avião Concorde faz o percurso Nova York/Londres em duas horas, 56 minutos e 5 segundos, batendo o recorde de velocidade em vôos transatlânticos.

25.01: A Suprema Corte do Povo da China comuta em prisão perpétua a pena de morte a que havia sido condenada Chiang-Chiang, viúva de Mao Tsé-Tung.

09.02: Morre no Rio de Janeiro (RJ) o cantor Blecaute (Otávio Henrique de Oliveira).

14.03: Pela primeira vez, desde a sua formação em 1961, a OPEP abaixa o preço do petróleo.

02.04: Morre no Rio de Janeiro (RJ) a cantora Clara Nunes.

13.06: A sonda espacial Pioneer 10 atravessa a órbita de Netuno, tornando-se o primeiro veículo fabricado pelo homem a ultrapassar a fronteira do Sistema Solar.

30.10: Raul Alfonsin é eleito presidente da Argentina, o primeiro civil a ocupar o posto desde 1975.

08.11: Morre em Nova York o cantor Altemar Dutra.

23.11: Morre no Rio de Janeiro (RJ) o compositor/radialista Cristóvão de Alencar (Armando Reis).