quinta-feira, março 06, 2008

Pálida morena

Francisco Alves
Pálida morena (tango-canção, 1933) - Freire Júnior

Disco 78 rpm / Título da música: Pálida morena / Autoria: Freire Junior (Compositor) / Francisco Alves (Intérprete) / Regional (Acompanhante) / Orquestra (Acompanhante) / Orquestra Odeon (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1933 / Nº Álbum 11067


Beijei
A tua boca e adormeci
Sonhei
Que era feliz junto de ti
Eu vi nos teus olhos
Linda criança
A cor que simboliza a esperança.

Pensei

Que fosse minha, ó ilusão
Julguei
Me pertencer teu coração
Momento de prazer e felicidade
Eu a sonhar na realidade.

Ó sonho de ilusão
Que se desfaz
Aquela de olhar meigo
Tão tristonho
Mulher, é uma mulher
Igual às mais...

Ó pálida morena
Dos meus sonhos
Adeus
Não quero ver-te nunca mais
Os teus
Olhos me ferem, são punhais
Teu beijo, é um veneno
Que tortura
E manda um mortal pra sepultura.

Porém
Triste consolo de paixão
Ninguém
Conquistará teu coração
Tu dás o teu amor
A quem quiser, e a quem quiser
O teu amor, mulher....

Na Serra da Mantiqueira

Na Serra da Mantiqueira (canção, 1933) - Ary Kerner Veiga de Castro

Disco 78 rpm / Título: Na Serra da Mantiqueira / Autoria: Kerner, Ari, 1906-1963 (Compositor) / Gastão Formenti (Intérprete) / Orquestra Victor Brasileira (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Victor, 01/11/1932 / Nº Álbum 33595 / Gênero: Canção



Na Serra da Mantiqueira
Sob a fronde da mangueira
Que ela em moça viu plantar
Sentadinha no seu banco
Trançando o cabelo branco
Mãe Maria, vai sonhar...

Dos amores do passado
Só lhe resta um filho amado
Que lhe dá felicidade
Ele é todo o seu encanto
Sua vida, o fruto santo
Da longínqua mocidade.

E nas nuvens que correndo
Vão no céu aparecendo
Pra no ocaso descansar
Ela vê seus belos dias
De venturas e alegrias
Que não mais hão de voltar...

Eis porém que veio a guerra
Abalando toda a serra
Com o rugido do canhão
E a velhinha amargurada
Viu seu filho, lá na estrada
Se sumir, num batalhão...

Segurando seu rosário
No seu banco solitário
Mãe Maria reza agora
Pede a Deus ardentemente
Que lhe mande o filho ausente
Que já tanto se demora.

E numa tarde ao sol poente
Ela escuta de repente
A voz meiga do rapaz
Que lhe diz, tal como em vida:
Muito em breve, mãe querida
Lá no céu me encontrarás...

Lola

Lola (fox, 1933) - Lamartine Babo

Disco 78 rpm / Título: Lola / Autoria: Babo, Lamartine, 1904-1963 (Compositor) / Babo, Lamartine, 1904-1963 (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1933 / Nº Álbum 33691 / Gênero musical: Fox


Hoje eu li um anúncio no jornal
Anúncio muito interessante
Um rapaz alegre, jovial
Procura uma mulher constante

Para evitar qualquer engano
Diz o moço que tem
Tem bangalô e um bom piano
Automóvel também
Hoje em dia provar ninguém tem

Lola, Lola
Hás de ser a minha namorada
Na próxima noite enluarada
Tenho muitos beijos pra nós dois
E depois...e depois...e depois...

Lola, Lola
Nosso casamento vai ter graça
Vamos cometer essa desgraça
Vem morrer de fome
Mal me faz
Imitar nossos pais

Teremos um, teremos dois
Teremos um batalhão
Teremos muitos filhos
Haja região
E se o primeiro for mulher
Chamar-se-á Conceição
Se for guri
Será o nosso jovem

Querida Lola, Lola
O Brasil é grande
É um colosso
Vamos à Goiás e a Mato Grosso
E seremos lá no Paraguai
Com mamãe e o papai

Dona da minha vontade

Francisco Alves
Dona da minha vontade (valsa, 1933) - Francisco Alves e Orestes Barbosa

Disco 78 rpm / Título da música: Dona da minha vontade / Autoria: Alves, Francisco (Compositor) / Barbosa, Orestes (Compositor) / Alves, Francisco (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1933 / Nº Álbum 11043 / Gênero musical: Valsa


Saudade
De quando em quando
Passarinhos segredando
Voam tontos, rente ao chão
Felizes na primavera
Na busca da paz sincera

Do ninho do coração.

Ela, distante, sorrindo
Talvez esteja me ouvindo
Mas me ouvindo sem saber
Que o canto que eu solto, há medo
É o nostálgico segredo
Do que eu não posso dizer.

Coração

Ninho de penas
No arminho de almas serenas
Tem perfume, tem calor
Pobre de mim, ave tonta
A lua, triste, desponta
E eu vou ficar sem amor.

Dona da minha vontade
Escravo da ansiedade
Serei o que ela quiser
Coração, porque preferes
Amar todas as mulheres
No amor de uma só mulher...

Desacato

Wilson Batista
Desacato (samba, 1933) - Wilson Batista, Murilo Caldas e Paulo Vieira

Disco 78 rpm / Título da música: Desacato / Autoria: Vieira, Paulo (Compositor) / Batista, Wilson, 1913-1968 (Compositor) / Caldas, Murilo (Compositor) / Castro Barbosa (Intérprete) / Francisco Alves (Intérprete) / Caldas, Murilo (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1933 / Nº Álbum 11042 / Gênero musical: Samba

Me desacatou
Vou lhe reprovar
Guarde na memória
Hei de me vingar.


Diga porque você me deixa a casa
E vai para a orgia
Me desobedece (oi neném)
Perca esta mania (meu bem).

Um desacato assim
Ninguém pode aturar
Ela abandona a casa
E vai pro morro sambar
Não quero que ela faça
Como fez da outra vez
Encheu a cara de cachaça
E só voltou no fim do mês.

Pancada não dá jeito
Por mais que eu lhe bata
Pois ela não respeita
E sempre me desacata
Vou ver se me salvo
Enquanto está em tempo
Deixando um bilhetinho:
Adeus, adeus, mau elemento!

Alma de Tupi

Jararaca
Alma de Tupi (canção, 1933) - Jararaca (José Luiz Calazans)

Disco 78 rpm / Título da música: Alma de tupi / Autoria: Calazans, José Luiz (Compositor) / Augusto Calheiros (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1933 / Nº Álbum 33697 / Lançamento: 09/1933 / Lado A / Gênero: Canção


Sou caboclo brasileiro,
Tenho sangue de guerreiro,
Descendente de Tupi,
Já andei por outras terras,
Tenho visto muitas serras,
Como a nossa nunca vi,
Tenho amor à minha terra,
Que belezas ela encerra,
Nesses matos do sertão !
Onde os nossos índios bravos,
Nunca se fizeram escravos,
De qualquer outra nação !
Minha terra tem cascatas,
Tem mistérios nestas matas
Que traduz belezas mil !
Minha terra tem perfume,
Que até Deus já tem ciúme,
Destas terras do Brasil !
Folhas verdes e amarelas,
Céu azul cheio de estrelas,
Como não existe igual,
A imagem da bandeira,
Desta terra brasileira,
Neste mundo é sem rival.