domingo, março 16, 2008

O homem sem mulher não vale nada

Orlando Silva
O homem sem mulher não vale nada (samba, 1939) - Arlindo Marques Jr. e Roberto Roberti

Disco 78 rpm / Título da música: O homem sem mulher não vale nada / Autoria: Marques Júnior, Arlindo (Compositor) / Roberti, Roberto (Compositor) / Orlando Silva (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1938 / Nº Álbum 34399 / Lado A / Lançamento: 1939 / Gênero musical: Samba


Saí de casa disposto a procurar
Aquela que há de ser a minha amada
Pois o meu coração é que me faz confessar
Que o homem sem mulher, não vale nada!

Saí de casa disposto a procurar

Aquela que há de ser a minha amada
Pois o meu coração é que me faz confessar
Que o homem sem mulher, não vale nada!

Escutando a voz do meu coração
Que deseja ter uma ilusão
Farei tudo na vida para ter também
O direito de amar alguém!

Noites de Junho

Dalva de Oliveira
Noites de Junho (marcha, 1939) - João de Barro e Alberto Ribeiro

Disco 78 rpm / Título da música: Noites de junho / Autoria: Ribeiro, Alberto, 1902-1971 (Compositor) / João de Barro, 1907-2006 (Compositor) / Dalva de Oliveira (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Columbia, 1939 / Nº Álbum 55074 / Lado B / Gênero musical: Marcha


Noite fria, tão fria de junho
Os balões para o céu, vão subindo
Entre as nuvens aos poucos, sumindo
Envoltos num tênue véu
Os balões devem ser, com certeza
As estrelas daqui deste mundo
Que as estrelas do espaço profundo
São os balões lá no céu

Balão do meu sonho dourado

Subiste enfeitado
Cheinho de luz
Depois as crianças tascaram
Rasgaram teu bojo
De listras azuis

E tu que invejando as estrelas
Sonhavas ao vê-las
Ser astro no céu
Hoje, balão apagado
Acabas rasgado
Em trapos ao léu...

Espelho do destino

Orlando Silva
Espelho do destino (samba-canção, 1939) - Benedito Lacerda e Aldo Cabral

Disco 78 rpm / Título da música: Espelho do destino / Autoria: Cabral, Aldo (Compositor) / Lacerda, Benedito, 1903-1958 (Compositor) / Orlando Silva (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1939 / Nº Álbum 34480 / Lado B / Gênero musical: Samba canção


Você que sabe ser presunçosa
Ó mulher pretensiosa
Que de mim já se esqueceu
Não vê que com esse orgulho todo
Quem tirou você do lodo
Quem lhe deu a mão, fui eu.


Mas na estrada desta vida
Para toda alma perdida
O sofrer é uma lição
E é sofrendo que se aprende
E, quem tarde se arrepende
Não merece mais perdão.

Porém, a você dou um conselho
Olhe bem para esse espelho
Que o destino sempre traz
Uma folha desprendida
Do galho onde foi nascida
Não se ergue nunca mais.

Era ela

Sílvio Caldas
Era ela (samba/carnaval, 1939) - Peterpan e Russo do Pandeiro

Disco 78 rpm / Título da música: Era ela / Autoria: Peterpan, 1911-1983 (Compositor) / Russo do Pandeiro (Compositor) / Sílvio Caldas (Intérprete) / Orquestra Victor Brasileira (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1938 / Nº Álbum 34400 / Lado B / Data lançamento: 1939 / Gênero musical: Samba


Toda minha inspiração
Era ela
Toda minha ilusão
Era ela
Mesmo assim me abandonou
Ela acreditou
Que eu ficasse a padecer
Deus me perdoe se é pecado
Mas amar sem ser amado

É melhor morrer...

Ela pensa
Que eu não vivo a sofrer
Ela pensa
Que eu não vivo a chorar
Entretanto
Eu chorei tanto
Que não tenho mais pranto
Para reclamar...

Dá-me tuas mãos

Orlando Silva
Dá-me tuas mãos (fox-canção, 1939) - Roberto Martins e Mário Lago

Disco 78 rpm / Título: Dá-me tuas mãos / Autoria: Lago, Mário, 1911-2001 (Compositor) / Martins, Roberto (Compositor) / Orlando Silva (Intérprete) / Orquestra Victor Brasileira (Acompanhante) / Imprenta[S.l.]: Victor, 1939 / Nº Álbum 34444 / Lado A / Gênero: Fox


Porque tanta pressa
De chegar ao fim ?
Porque terminar
O nosso amor assim
Se eu não revelei
Tudo o que sonhei
E nem tu
Disseste tudo para mim.


Dá-me tuas mãos, por favor
Põe os teus olhos nos meus
Que eles dirão quanta dor
Vai me causar este adeus
Ficou tão triste o luar
Vendo acabar nosso amor
Dá-me, tuas mãos, por favor

Chorei quando o dia clareou

Araci de Almeida
Chorei quando o dia clareou (samba, 1939) - Nelson Teixeira e David Nasser

Disco 78 rpm / Título da música: Chorei quando o dia clareou / Autoria: Nasser, David, 1917-1980 (Compositor) / Teixeira, Nelson (Compositor) / Araci de Almeida, 1914-1988 (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1939 / Nº Álbum 34432 / Lado B / Gênero musical: Samba


Chorei quando o dia clareou
Chorei por amor ao meu amor
E amanheceu
Não apareceu no meu chatô
O meu coração quase parou

Sofri
Sem poder me conformar

Pedi
Não quiseste voltar
Jurei
De um dia me vingar
Só pra te ver sofrer
Só pra te ver chorar
Como chorei

Chorei quando o dia clareou
Chorei por amor ao meu amor
E amanheceu
Não apareceu no meu chatô
O meu coração quase parou

Acorda Estela

Acorda Estela (samba, 1939) - Herivelto Martins e Benedito Lacerda

Disco 78 rpm / Título da música: Acorda estela! / Autoria: Lacerda, Benedito, 1903-1958 (Compositor) / Martins, Herivelto (Compositor) / Dalva de Oliveira (Intérprete) / Francisco Alves (Intérprete) / Lacerda, Benedito, 1903-1958 (Acompanhante) / Grande Regional (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Columbia, 16/08/1939 / Nº Álbum 55159 / Gênero: Samba


Acorda, abre a janela Estela
Vem ouvir o teu cantor
Que batendo o tamborim
Vai assim
Implorando o teu amor
(abre a janela)

Acorda, abre a janela Estela
Vem ouvir o teu cantor
Que batendo o tamborim

Vai assim
Implorando o teu amor

Eu assim cantando, se chegares a janela
Lembra de Romeu e Julieta, na favela

Ah... dessa história
O desfecho é banal
O nosso amor não tem igual

Vem ver esta noite
Que nasceu para quem ama
E também a lua
Que comigo te reclama

Ah... mais não há mais ilusões
Dentro dos nossos corações

Eu assim cantando, se chegares a janela
Lembra de Romeu e Julieta, na favela
Vem ver esta noite
Que nasceu para quem ama
E também a lua
Que comigo te reclama

A casta Suzana

Déo
A casta Suzana (marcha/carnaval, 1939) - Ary Barroso e Alcir Pires Vermelho

Disco 78 rpm / Título da música: A casta Suzana / Autoria: Pires Vermelho, Alcyr, 1906-1994 (Compositor) / Barroso, Ary (Compositor) / Déo (Intérprete) / Grupo Odeon (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1938 / Nº Álbum 11690 / Gênero musica: Marcha


Será você a tal Suzana !
A Casta Suzana
Do posto Seis ?
Coitada !
Como está mudada !
Teve "apendicite"
E ficou sem "ite"...

Quando conheci Casta Suzana,
Nas areias de Copacabana
Era namorada de um chinês
Mas olhava assim pra um japonês

Taí !
Deu-se a confusão :
Estourou a guerra,
China com Japão !

Uma saudade a mais, uma esperança a menos

Orlando Silva
Uma saudade a mais, uma esperança a menos (valsa, 1938) - Silvino Neto e Carlos Morais

Disco 78 rpm / Título da música: Uma saudade a mais... uma esperança a menos / Autoria: Morais, Carlos (Compositor) / Silvino Neto (Compositor) / Orlando Silva (Intérprete) / Orquestra Victor Brasileira (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Victor, 02/09/1938 / Nº Álbum 34376 / Lado B / Lançamento: 11/1938 / Gênero: Valsa canção


Uma saudade a mais
Uma esperança a menos
Que importa na vida de quem
No silencio das noites serenas
Procura esquecer alguém

Uma saudade a mais

Uma esperança a menos
Não dá conforto ao coração
Que vê, ao longe, os acenos
De uma felicidade
Mera ilusão.

Sentimos tanta tristeza
Ao recordarmos de alguém
E sofremos sem ter a certeza
Se distante nos lembramos também
E o destino que a tudo assiste
Vai sorrindo dos tristes acenos
Ele sabe que a vida consiste
Numa saudade a mais
Numa esperança a menos

Tudo cabe num beijo

Manoel Reis
Tudo cabe num beijo (fox-canção, 1938) - Carolina Cardoso de Meneses e Osvaldo Santiago

Disco 78 rpm / Título da música: Tudo cabe num beijo / Autoria: Menezes, Carolina Cardoso de, 1916- (Compositor) / Santiago, Osvaldo, 1902-1976 (Compositor) / Manoel Reis (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Victor, 1938 / Nº Álbum 34335 / Lado B / Gênero musical: Fox


Não, não cabe numa canção
Tudo o que eu quero dizer
Um dia ao teu coração
Oh, sim, talvez precise escrever
Longo romance sem fim
Em teu louvor, amor


Nestas palavras não posso resumir
Todas as mil expressões do meu sentir
Porém, se o que eu quero dizer
Não cabe numa canção
Num beijo há de caber

Seu condutor

Seu condutor (marcha/carnaval, 1938) - Alvarenga, Ranchinho e Herivelto Martins

Disco 78 rpm / Título da música: Seu condutor / Autoria: Alvarenga (Compositor) / Martins, Herivelto (Compositor) / Ranchinho (Compositor) / Alvarenga e Ranchinho (Intérprete) / Grupo Odeon (Acompanhante) / Mosqueteiros da Folia (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 09/11/1937 / Nº Álbum 11548 / Lado A / Lançamento: 12/1937 / Gênero: Marcha


Seu condutor
Dim, dim
Seu condutor
Dim, dim
Pára o bonde
Pra descer o meu amor


O bonde da Lapa
É cem réis na chapa
O bonde Uruguai
É duzentos que vai
O bonde Tijuca
Me deixa em sinuca
E a Praça Tiradente
Não serve pra gente

Professora

Sílvio Caldas
Professora (samba, 1938) - Benedito Lacerda e Jorge Faraj

Disco 78 rpm / Título da música: Professora / Autoria: Lacerda, Benedito, 1903-1958 (Compositor) / Faraj, Jorge (Compositor) / Sílvio Caldas (Intérprete) / Regional (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1937 / Nº Álbum 11608 / Lançamento 1938 / Lado A / Gênero: Samba


Eu a vejo todo o dia
Quando o sol mal principia
A cidade iluminar
Eu venho da boemia
E ela vai, quanta ironia
Pra escola trabalhar.


Cego de amor no seu rastro
Vagalume atrás do astro
Atrás dela eu tomo o trem
E no trem das professoras
Dentre outras, tão sedutoras
Eu não vejo mais ninguém.

Essa operária divina
Que lá no subúrbio ensina
As criancinhas a ler
Naturalmente condena
Na sua vida serena
O meu modo de viver.

Condena porque não sabe
Que toda a culpa lhe cabe
De eu viver ao deus-dará.

Menino querendo ser
Pra com ela aprender
Novamente a bê-a-bá.