quinta-feira, outubro 02, 2008

Quando eu era pequenino

Carlos Galhardo
Quando eu era pequenino (baião, 1953) - Francisco Alves, David Nasser e F. Martins

Disco 78 rpm / Título: Quando eu era pequenino / Autoria: Nasser, David, 1917-1980 (Compositor) / Martins, Felisberto (Compositor) / Alves, Francisco (Compositor) / Carlos Galhardo, 1913-1985 (Intérprete) / Orquestra (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Rca victor, 1953 / Nº Álbum 801099 / Gênero musical: Baião /

Quando eu era pequenino
Eu cheguei a imaginar
Que o mundo lá de fora
Cabe dentro do quintal

Mas agora que sou grande
Sou da mesma opinião
Tudo quanto existe fora
Cabe dentro do baião

Baião, baião
É a dança do meu sertão
Baião, baião
É a dança do meu sertão

Quem quiser falar dos males
Que atormentam o coração
Quem quiser falar das queixas
Que nos causam ingratidão

Quem quiser falar de tudo
Que não está no livro não
Experimente disso tudo
Cabe dentro do baião

Baião, baião
É a dança do meu sertão
Baião, baião
É a dança do meu sertão

Orgulho




Ângela Maria
Orgulho (samba-canção, 1953) - Valdir Rocha e Nelson Wadekind - Intérprete: Ângela Maria

Tu me mandaste embora, eu irei
Mas comigo também levarei
O orgulho de não mais voltar
Mesmo que a vida se torne cruel
E se transforme numa taça de fel
Este trapo tu não mais verás.

Eu seguirei com o meu dissabor
Com a alma partida de dor
Procurando esquecer
Deus sabe bem quem errou de nos dois
E dará o castigo depois
O castigo a quem merecer.

Nosso mal

Jorge Goulart
Nosso mal (samba, 1953) - Carolina Cardoso de Meneses e Armando Fernandes - Intérprete: Jorge Goulart

Nosso mal já não tem solução
Foi culpa do amor, se perdi a razão
Quem ama não sabe afinal
Quando deve parar
Desconhece limites
Só pensa em fronteiras
Depois de pecar


Nosso mal já não tem remédio
Sem você, meu amor,
minha vida é um tédio
O prazer social,
é nos ver separados
Sofrendo, penando
Fiquemos juntos então
Mesmo pecando....

Minha prece



Francisco Carlos
Minha prece (samba-canção, 1953) - Haroldo Eiras e Ciro Vieira da Cunha - Intérprete: Francisco Carlos

Eu pedi a Deus numa prece
Pedi a Deus que me desse
Uma alegria qualquer
E Deus, que é todo bondade
Me trouxe a felicidade
Num coração de mulher

E senti no seu olhar
O bem que em meu olhar se vê
E depois num beijo em flor
Falando só de amor achei você

E já fiz a Deus outra prece
Pedi a Deus que fizesse
Eu só gostar de você.