segunda-feira, outubro 27, 2008

Siga



Neusa Maria
Siga (samba-canção, 1956) - Fernando Lobo e Helio Guimarães - Intérprete: Neusa Maria

Siga, vá seguindo, seu caminho
Vai, escolha o rumo que quiser
Quem sabe do mundo sou eu,
Vagabundo
Das estradas e do tempo eu sei


Passa, o tempo passa, a vida passa
Eu já não sei mais o que é que eu sou
Quem sabia do mundo era eu,
Vagabundo
Das estradas e do tempo cansei

Para que recordar




Alcides Gerardi
Para que recordar (bolero, 1956) - Fernando César e Carlos César - Intérprete: Alcides Gerardi

Os beijos que me deste
Não quero mais saber
O mal que me fizeste
Procuro esquecer
Mas tanto não consigo

E quando algum amigo
Me pergunta por ti
Eu digo que não sei
Se alguma vez te amei
Há muito te esqueci

Se Deus quisesse um dia
Devolver-me o passado
Perdão lhe pediria
Mas não suportaria
Viver mais ao teu lado

Não quero nem lembrar
Que um dia já fui teu
Se está tudo acabado
Pra que ressuscitar
O amor que morreu!

O lamento da lavadeira




O lamento da lavadeira (samba, 1956) - Monsueto, Nilo Chagas e João Violão - Interpretação: Marlene

Ô, dona Maria!
Olha a roupa, dona Maria
Ai, meu deus!
Tomara que não me farte água!
Sabão, um pedacinho assim
A água, um pinguinho assim
O tanque, um tanquinho assim
A roupa, um montão assim
Para lavar a roupa da minha sinhá
Para lavar a roupa da minha sinhá

Quintal, um quintalzinho assim
A corda, uma cordinha assim
O sol, um solzinho assim
A roupa, um montão assim
Para secar a roupa da minha sinhá
Para secar a roupa da minha sinhá

A sala, uma salinha assim
A mesa, uma mesinha assim
O ferro, um ferrinho assim
A roupa, um montão assim
Para passar a roupa da minha sinhá
Para passar a roupa da minha sinhá

Trabalho, um tantão assim
Cansaço, é bastante sim
A roupa, um montão assim
Dinheiro, um tiquinho assim
Para lavar a roupa da minha sinhá
Para lavar a roupa da minha sinhá

Já vai, peste!

O chero da Carolina




O chero da Carolina (xote, 1956) - Amorim Rego e Zé Gonzaga - Intérprete: Luiz Gonzaga
Tom: C  

   Em    F#7   Bm         Em
   hum, hum, hum Carolina, 
        F#7       Bm
   hum,    hum    hum, Carolina
  Bm                             Em 
Carolina foi pro samba Carolina   
           F#7            Bm
   Pra dançá o xenhenhém Carolina
  Em    F#7        Bm          Em 
Todo mundo é caidinho Carolina   
       F#7           Bm
Pelo cheiro que ela tem Carolina
  Em    F#7   Bm      Em    F#7     Bm
Hum, hum, hum Carolina,  hum,  hum, hum Carolina,
  Em    F#7   Bm       Em 
hum, hum,  hum Carolina    
      F#7           Bm
Pelo cheiro que ela tem Carolina
  Bm                           Em
Gente que nunca dançou Carolina   
        F#7          Bm
Nesse dia quis dançá Carolina
  Em    F#7         Bm          Em
Só por causa do cheirinho Carolina   
     F#7         Bm
Todo mundo tava lá Carolina
  Em    F#7   Bm     Em    F#7    Bm
Hum, hum, hum Carolina, hum, hum, hum Carolina,
  Em    F#7   Bm        Em 
hum, hum, hum Carolina 
          F#7    Bm
Todo mundo tava lá Carolina
  Bm                    Em 
Foi chegando o Delegado      
       F#7        Bm
Pra oiá os que dançava Carolina
  Em    F#7         Bm             Em
 O   Xerife entrou na dança Carolina   
          F#7          Bm
E no fim também cheirava Carolina
  Em    F#7   Bm      Em    F#7    Bm
Hum, hum, hum Carolina, hum, hum, hum Carolina,
  Em    F#7   Bm       Em 
hum, hum, hum Carolina    
        F#7             Bm
E no fim também cheirava Carolina
  Bm                            Em 
Eu quisera está por lá Carolina   
          F#7        Bm
Pra dançar contigo o xote Carolina
  Em    F#7       Bm               Em
Pra também dá um cheirinho Carolina   
      F#7           Bm
E fungar no teu cangote Carolina
  Em    F#7   Bm      Em    F#7    Bm
Hum, hum, hum Carolina, hum, hum, hum Carolina,
  Em    F#7   Bm      Em
hum, hum, hum Carolina    
     F#7            Bm
E fungá no teu cangote Carolina