sexta-feira, dezembro 24, 2010

Os guardas da fronteira

Engenheiros do Hawaii

Tom:  A
  
Introdução: Bm C


(Bm C)
Antes de atirar o vaso na tv
Eu ouvi o que ela dizia
"Quando não houver mais amanhã
Será um belo dia"

   C                  D
Estranha coisa pra se dizer
         C
Antes de dizer os números da loteria
      D
Mas é assim que eles fazem
   F
E fazem muito bem
C               D          F
E nós não fazemos nada, nada, nada
       C
Nada além
G#      A
Além do mito
     E         B
Que limita o infinito
 F#     G#
E da cegueira
     A           B
Dos guardas da fronteira
G#       A          E       B
Além do mito que limita o infinito
 F#     G#
E da cegueira
     A           B    Introd
Dos guardas da fronteira
(Bm C)
Antes de atirar minha tv pela janela
Eu ouvi o que ela dizia
"Quando não houver mais ninguém
Será um belo dia"

C             D
Estranha coisa pra se dizer
      F          C
Antes de vender mais mercadoria
          D
Mas é assim o mundo que nos cerca
    F         C
Nos cerca muito bem
          D
E as crises e cicatrizes
       F              C
Não nos deixam ir além
    G#        A
 Além do mito
     E        B
Que limita o infinito
    F#        G#
 E da cegueira
      A              B
Das barreiras das fronteiras

2x ( Bm  C )

Falado:

Foi então que eu resolvi jogar
As cartas na mesa e o vaso pela janela
Só pra ver o que acontece na vida
Quando alguém faz o que quer com ela


C         D
Acontece que eu não tenho escolha
    F           C
Por isso mesmo é que eu sou livre
              D
Não sou eu o mentiroso
    F                   C
Foi Sartre quem escreveu o livro
       D
Não sou afim de violência
      F           C
Mas paciência tem limite

G#      A          E       B
Além do mito que limita o infinito
F#          G#
Além do dia-a-dia
       A         B
Que esvazia a fantasia
F#      A         E        B
Além do mito que limita o infinito
F#           G#
Além do dia-a-dia
       A         B
Que esvazia a fantasia