quinta-feira, novembro 25, 2010

Você já foi a São Paulo?

Você já foi a São Paulo? (samba, 1944) - Jorge de Castro e Wilson Batista

Título da música: Você já foi a São Paulo? / Gênero musical: Samba / Intérprete: Anjos do Inferno / Compositores: Castro, Jorge de - Batista, Wilson / Gravadora Continental / Número do Álbum 15184 / Data de Gravação 00/1944 / Data de Lançamento 00/1944 / Lado B / Disco 78 rpm:


Se você nunca foi a São Paulo / Deve ir
Se você nunca foi a São Paulo / Deve ir

Ver o Grito do Ipiranga
Ver o Salto do Ipu
Ver o Diamante Negro
Lá no majestoso Pacaembu!

Se você nunca foi a São Paulo / Deve ir
Se você nunca foi a São Paulo / Deve ir

Em São Paulo tem feijão
Em São Paulo tem café
Venha para ser um fã
Da morena lá do Largo da Sé!

Se você nunca foi a São Paulo / Deve ir
Se você nunca foi a São Paulo / Deve ir

É a terra da garoa
É a terra do algodão
Venha no primeiro trem
Que eu vou lhe esperar na estação!

Se você nunca foi a São Paulo / Deve ir
Se você nunca foi a São Paulo / Deve ir

Balbina

Cyro Monteiro
Balbina (samba, 1944) - Paulo Marques e Jorge de Castro

Título da música: Balbina / Gênero musical: Samba / Intérprete: Ciro Monteiro / Compositores: Castro, Jorge de - Marques, Paulo / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800199 / Data de Gravação 00/1944 / Data de Lançamento 00/1944 / Lado A / Disco 78 rpm


Balbina, escute uma coisa / Não quero mais discussão
Arrume o que lhe pertence / E deixe o meu barracão
Eu fico amargurado / O meu sofrer é demais
Venho pra casa cansado / Você não me deixa em paz

Não perde a triste mania / De ter ciúmes de mim
E fica nesta agonia / Me destratando assim
Por isso achei bem melhor / Tomar essa resolução
Viver, embora pior / Sozinho em meu barracão

Não perde a triste mania / De ter ciúmes de mim
E fica nesta agonia / Me destratando assim
Por isso achei bem melhor / Tomar essa resolução
Viver, embora pior / Sozinho em meu barracão

Balbina, escute uma coisa / Não quero mais discussão
Arrume o que lhe pertence / E deixe o meu barracão
Eu fico amargurado / O meu sofrer é demais
Venho pra casa cansado / Você não me deixa em paz

Seu Balzac

Quatro Ases e Um Coringa
Seu Balzac (marcha, 1945) - Afonso Teixeira e Jorge de Castro

Título da música: Seu Balzac / Gênero musical: Marcha / Intérprete: Quatro Ases e um Coringa / Compositores: Teixeira, Afonso - Castro, Jorge de / Gravadora Odeon / Número do Álbum 12553 / Data de Gravação 00/1944 / Data de Lançamento 00/1945 / Lado A / Disco 78 rpm:


Param-pam-pam param-pam-pam
Larararararaara lurururú lururu
Larararararaaa...

O seu Balzac estava com a razão
Com mais de trinta anos, é
Que a mulher tem coração
Por isso eu digo sem vexame
Eu fico louco
Quando eu vejo uma madame

O seu Balzac estava com a razão
Com mais de trinta anos, é
Que a mulher tem coração
Por isso eu digo sem vexame
Eu fico louco
Quando eu vejo uma madame

Ai, ai, ai
Como é interessante
Ai, ai, ai
Ninguém pode calcular
Uma madame fazendo criancice
Fazendo, por exemplo:
Beicinho pra chorar!
Ah, ah, ah, ah

O seu Balzac estava com a razão
Com mais de trinta anos, é
Que a mulher tem coração
Por isso eu digo sem vexame
Eu fico louco
Quando eu vejo uma madame

O princípio do fim

Déo
O princípio do fim (samba, 1944) - Jorge de Castro e Wilson Batista

Disco 78 rpm / Título da música: O princípio do fim / Autoria: Castro, Jorge de (Compositor) / Batista, Wilson, 1913-1968 (Compositor) / Déo (Intérprete) / Lacerda, Benedito, 1903-1958 (Acompanhante) / Conjunto (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Continental, 1943-1944 / Nº Álbum 15139 / Lado B / Lanç.: 1944 / Gênero: Samba /

Antigamente
Você não me tratava assim
Era mais ciumenta
Gostava mais de mim
Ultimamente eu venho notando
A transformação desse amor
Os tempos da gente
Já foram mais quentes
Perderam a doçura
Perderam o sabor

Antigamente
Você não me tratava assim
Era mais ciumenta
Gostava mais de mim
Ultimamente eu venho notando
A transformação desse amor
Os tempos da gente
Já foram mais quentes
Perderam a doçura
Perderam o sabor

Há tempos você não chora
Não acho isso bom sinal
Não discute nem briga comigo
Não é natural...
Já não sente mais ciúme de mim
Estou vendo o princípio do fim

Lá vem Mangueira!

Déo
Lá vem Mangueira! (batucada, 1943) - Haroldo Lobo, Jorge de Castro e Wilson Batista

Disco 78 rpm / Título da música: Lá vem Mangueira! / Autoria: Lobo, Haroldo (Compositor) / Castro, Jorge de (Compositor)/ Batista, Wilson, 1913-1968 (Compositor) / Déo (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Continental, 1943 / Nº Álbum 15104 / Lado A / Gênero musical: Batucada /

Lá vem Mangueira! / Outra vez descendo o morro
Com harmonia / Lá vem Mangueira!
Vem Laurindo na frente / Da bateria
Perguntei: Conceição / O que aconteceu?
Laurindo foi pro som / Esse ano não desceu

Lá vem Mangueira! / Outra vez descendo o morro
Com harmonia / Lá vem Mangueira!
Vem Laurindo na frente / Da bateria
Perguntei: Conceição / O que aconteceu?
Laurindo foi pro som / Esse ano não desceu

Mandei perguntar / Sem ele aqui
A escola de samba podia sair?
Ele respondeu: / Podem ensaiar
Porque o povo precisa sambar

Lá vem Mangueira! / Outra vez descendo o morro
Com harmonia / Lá vem Mangueira!
Vem Laurindo na frente / Da bateria
Perguntei: Conceição / O que aconteceu?
Laurindo foi pro som / Esse ano não desceu

Mandei perguntar / Sem ele aqui
A escola de samba podia sair?
Ele respondeu: / Podem ensaiar
Porque o povo precisa sambar

Tudo eu fiz

Roberto Paiva
Tudo eu fiz (samba, 1943) - Jorge de Castro  e Ari Monteiro

Título da música: Tudo eu fiz / Gênero musical: Samba / Intérprete: Roberto Paiva /Compositores: Monteiro, Ari - Castro, Jorge de / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800126 / Data de Gravação 00/1943 / Data de Lançamento 00/1943 / Lado B / Disco 78 rpm:


Tudo eu fiz / Pra faze-la feliz
Dei carinhos e um lar / A ingrata não quis
Meu coração está cansado / Ai, ai, meu Deus
Tenho chorado!

Tudo eu fiz / Pra faze-la feliz
Dei carinhos e um lar / A ingrata não quis
Meu coração está cansado / Ai, ai, meu Deus
Tenho chorado!

Trocou meu lar / Tão somente por vaidade
Mais tarde há de sentir / Quanto dói uma saudade
Dei-lhe casa e comida / Dinheiro nunca faltou
Assim mesmo a ingrata / Me abandonou
(Tudo eu fiz!)

Trocou meu lar / Tão somente por vaidade
Mais tarde há de sentir / Quanto dói uma saudade
Dei-lhe casa e comida / Dinheiro nunca faltou
Assim mesmo a ingrata / Me abandonou
(Tudo eu fiz!)

Se não fosse eu

Quatro Ases e Um Coringa
Se não fosse eu (samba, 1943) - Haroldo Lobo, Jorge de Castro e Wilson Batista

Título da música: Se não fosse eu... / Gênero musical: Samba / Intérprete: Quatro Ases e um Coringa / Compositores: Lobo, Haroldo - Castro, Jorge de - Batista, Wilson / Gravadora Odeon / Número do Álbum 12395 / Data de Gravação 00/1943 / Data de Lançamento 00/1944 / Lado B / Disco 78 rpm


Faz que vai, mas não vai
Faz que vai, mas não vai
Faz que vai, mas não vai
Faz que vai, mas não vai

Eu sou o samba!
Natural lá do Salgueiro
Se não fosse ele
O Rio de Janeiro não cantava
Se não fosse ele
O povo brasileiro não sambava
Se não fosse ele
Vivia tudo triste o ano inteiro

Eu sou o samba!
Natural lá do Salgueiro
Se não fosse ele
O Rio de Janeiro não cantava
Se não fosse ele
O povo brasileiro não sambava
Se não fosse ele
Vivia tudo triste o ano inteiro

Eu sou o samba!
Natural lá do Salgueiro
Posso provar
A minha idoneidade
Eu tenho até carteira de identidade
Usei navalha, salto alto
E lenço no pescoço
Mas solto, hoje estou com...

Botões de laranjeira

Orlando Silva
Botões de laranjeira (samba, 1943) - Jorge de Castro e Wilson Batista

Disco 78 rpm / Título da música: Botões de laranjeira / Autoria: Castro, Jorge de (Compositor) / Batista, Wilson, 1913-1968 (Compositor) / Orlando Silva (Intérprete) / Orquestra (Acompanhante) / Gnattali, Radamés (Acompanhante) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1943 / Nº Álbum 12380 / Gênero musical: Samba /

Tenho o coração vazio
Mas não devo confessar
Eu me lembro do momento
Em que fiz o juramento
E levei-a pro meu lar

Deixa, deixa
Deixa a vida julgar
Eu respeito o preconceito
Só a morte tem direito
De nos separar

O meu nome está no dela
O nome dela está no meu
Coração não seja louco
Acalma um pouco
Você perdeu!

Lembrarei a vida inteira
Da igrejinha
E dos botões de laranjeira
(Tenho o coração vazio!)

Tenho o coração vazio
Mas não devo confessar
Eu me lembro do momento
Em que fiz o juramento
E levei-a pro meu lar

Deixa, deixa
Deixa a vida julgar
Eu respeito o preconceito
Só a morte tem direito
De nos separar

Confiança

Confiança (samba, 1943) - Arnô Canegal e Jorge de Castro

Orlando Silva
O cidadão só retorna ao lar quando está amanhecendo e fica chateado porque sua mulher já aparenta não ter confiança nele. Isso é verossímil? Bom, o samba é de 1943...

Título da música: Confiança / Gênero musical: Samba / Intérprete: Orlando Silva / Compositores: Canegal, Arno - Castro, Jorge de / Gravadora Odeon / Número do Álbum 12374 / Data de Gravação 00/1943 / Data de Lançamento 00/1943 / Lado B / Disco 78 rpm:


Está faltando a confiança / Entre nós dois
Devemos resolver agora / E não depois
Só porque eu chego / Em casa ao clarear
E você não se conforma / Quer brigar

Está faltando a confiança / Entre nós dois
Devemos resolver agora / E não depois
Só porque eu chego / Em casa ao clarear
E você não se conforma / Quer brigar

Não briguemos, ò querida
Não convém uma partida
É melhor você pensar
Eu adoro a calma
Não altere a voz
Deve haver mais confiança
Entre nós

Está faltando a confiança / Entre nós dois
Devemos resolver agora / E não depois
Só porque eu chego / Em casa ao clarear
E você não se conforma / Quer brigar

Não briguemos, ò querida
Não convém uma partida
É melhor você pensar
Eu adoro a calma
Não altere a voz
Deve haver mais confiança
Entre nós

Onde estás?

Joel e Gaúcho
Onde estás? (fox, 1943) - Jorge de Castro

Título da música: Onde estás ?... / Gênero musical: Fox / Intérpretes: Joel e Gaúcho / Compositor: Castro, Jorge de / Gravadora Odeon / Número do Álbum 12354 / Data de Gravação00/1943 / Data de Lançamento 00/1943 / Lado B / Disco 78 rpm:


Não sei aonde estás
Chamo-te sempre em vão
É triste não ouvir da tua voz
Para consolar
O meu pobre coração

Meu negro telefone
Me faz desesperar
Talvez seja de acordo
Com a destida (?)
Que a tua ingratidão
Me faz passar

Inimigo do samba

Orlando Silva
Inimigo do samba (samba, 1943) - Ataulfo Alves e Jorge de Castro

Título da música: Inimigo do samba / Gênero musical: Samba / Intérprete:  Orlando Silva / Compositores: Alves, Ataulfo - Castro, Jorge de / Gravadora Odeon / Número do Álbum 12243 / Data de Gravação 00/1942 / Data de Lançamento 00/1943 / Lado B / Disco 78 rpm:


Pra você que é inimigo
Número um
Do samba brasileiro
Pra você matar o samba
Tem que me matar primeiro
Mesmo assim depois de morto
Inda lhe darei trabalho
Morre o homem fica a fama
E com a fama eu lhe atrapalho

Pra você que é inimigo
Número um
Do samba brasileiro
Pra você matar o samba
Tem que me matar primeiro
Mesmo assim depois de morto
Inda lhe darei trabalho
Morre o homem fica a fama
E com a fama lhe atrapalho

Destruir não é grandeza
Me desculpe, meu senhor
Construir é que é nobreza
É tear de ter valor
Você fala o ano inteiro
Mal do samba sem cessar
Mas no mês de fevereiro...
(cá pra nós!!)
Você samba até cansar
De sambar...

Nossa Senhora das Graças

Nelson Gonçalves
Foi lançado originalmente pelo autor, na Copacabana, em 1955, no LP de 10 polegadas "Roteiro de um boêmio". O sucesso, porém, só aconteceu na voz de Nelson Gonçalves, que fez seu registro na RCA Victor de sempre em 29 de fevereiro de 1956 (foi ano bissexto, como se vê), com lançamento em agosto seguinte no 78 rpm n.o 80-1642-A, matriz BE6VB-1006 (Fonte: Samuel Machado Filho, Youtube)

Nossa Senhora das Graças (samba-canção, 1956) - Lupicínio Rodrigues 

Gravação original: disco 78 rpm / Título: Nossa Senhora das Graças / Autoria: Rodrigues, Lupicínio, 1914-1974 (Compositor) / Castro, Jorge de (Compositor) (*) / Batista, Wilson, 1913-1968 (Compositor) (*) / Nelson Gonçalves, 1919-1998 (Intérprete) / Orquestra (Acompanhante) / Selo: RCA Victor, 1956 / Nº Álbum 801642 / Lado A / Gênero: Samba canção /
Introdução: F7M Gm7 C7 F7M Dm Gm C7 F6 

F7M                 Gm7 C7 F 
Nossa Senhora das Graças 
     Dm         Am5-/7 D7 
Eu estou desesperado 
Gm7 C7            A7/13- 
Sabe que eu sou casado  
          Dm7 
Tenho um filho que me adora 
        G7         Db7   C7 
E uma esposa que me quer 
F7M      Dm7        G7  C7 
Nossa Senhora das Graças 
F7M             Cm7 F7 Bb 
Estou sendo castigado 
        C7/13      F7M 
Fui brincar com o pecado 
         Dm7       Gm7 
E hoje estou apaixonado 
    C7           F6 
Por uma outra mulher 
 Gm7 
Virgem  
    C7                F6 
Por tudo que é mais sagrado 
                  Gm7 
Embora eu seja culpado 
        C7         F 
Não me deixe abandonado 
        G7       Gm7 C7 
Quero a sua proteção 
F      Bb 
Virgem 
         Bdim        Am7  D7 
Dê-me a pena que quiseres 
                  Gm7 
Mas devolva se puderes 
      C7/9-       F 
A sua verdadeira dona 
 Dm     Gm7  C7  F6 
Meu perverso coração
Nota: (*) Na descrição deste disco, o Instituto Moreira Salles (IMS), informa mais dois compositores em parceria com Lupicínio: Jorge de Castro e Wilson Batista.

Tião

Dolores Duran

Título da música: Tião / Gênero musical: Samba / Intérprete: Dolores Duran / Compositores: Castro, Jorge de - Batista, Wilson / Gravadora Copacabana / Número do Álbum 5760 / Data de Gravação 00/1956 / Data de Lançamento 1956-1957 / Lado A / Disco 78 rpm:


Qualquer dia um valentão
Veste o paletó do Tião
Foi o que disse o mais velho
Jogando os pontos no chão

Qualquer dia um valentão
Veste o paletó do Tião
Foi o que disse o mais velho
Jogando os pontos no chão

Dá um jeito sai do morro
Pra esquecer a Conceição
Apague o nome dela
Da madeira do seu violão

Senão, Tião / Você não chega
Aos trinta não!
Senão, Tião / Você não chega
Aos trinta não!

Qualquer dia um valentão
Veste o paletó do Tião
Foi o que disse o mais velho
Jogando os pontos no chão

Qualquer dia um valentão
Veste o paletó do Tião
Foi o que disse o mais velho
Jogando os pontos no chão

Tortura mental

Nelson Gonçalves
Tortura mental (samba balada, 1955) - Jorge de Castro e Wilson Batista

Título da música: Tortura mental / Gênero musical: Samba balada / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Castro, Jorge de - Batista, Wilson / Acompanhamento Orquestra / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 801475 / Data de Gravação 10/06/1955 / Data de Lançamento 08/1955 / Lado B / Disco 78 rpm:


Tortura mental
Saudade é mental
Esta paixão incendeia
Trago no peito um vulcão
E de tanto pensar nela
Temo perder a razão
(Ai de mim!)

Tortura mental
Saudade é meu mal

Tortura mental
Saudade é mental
Esta paixão incendeia
Trago no peito um vulcão
E de tanto pensar nela
Temo perder a razão
(Ai de mim!)

Tortura mental
Saudade é meu mal

Você se enganou

Carmen Déa
Você se enganou (samba-canção, 1955) - Erasmo Silva e Jorge de Castro

Título da música: Você se enganou / Gênero musical: Samba canção / Intérprete: Carmen Déa / Compositores: Silva, Erasmo - Castro, Jorge de / Gravadora Mocambo / Número do Álbum 15034 / Data de Gravação 1955-1960 / Data de Lançamento 1955-1960 / Lado B / Disco 78 rpm:


Por favor, me deixe em paz
Depois de tanto fracasso
Você quer se reabilitar
Quando eu lhe pedia amor
Você só me deu desilusão
E agora, covardemente
Você vem pedir perdão...

Quando se perde perdão
É porque tem certeza que errou
Mas você não vai ser perdoado
Desta vez você se enganou!

Quando se perde perdão
É porque tem certeza que errou
Mas você não vai ser perdoado
Desta vez você se enganou!

Por favor, me deixe em paz
Depois de tanto fracasso
Você quer se reabilitar
Quando eu lhe pedia amor
Você só me deu desilusão
E agora, covardemente
Você vem pedir perdão...

Mundo de madeira

Orlando Silva
Mundo de madeira (samba, 1956) - Jorge de Castro e Wilson Batista

Título da música: Mundo de madeira / Gênero musical: Samba / Intérprete: Orlando Silva / Compositores: Castro, Jorge de - Batista, Wilson / Gravadora Odeon / Número do Álbum 13956 / Data de Gravação 00/1955 / Data de Lançamento 00/1956 / Lado A / Disco 78 rpm:


Lá, lá na barreira do pasto
Eu também tenho um barracão
Pra repousar meu casco
Lá, lá na barreira do pasto
Eu também tenho um barracão
Pra repousar meu casco

Lata de banha furada / É fogão
Barril serrado no meio / É banheira
Luz da Light / É lampião
Tudo é diferente
Naquele mundo de madeira

Lá, lá na barreira do pasto
Eu também tenho um barracão
Pra repousar meu casco
Lá, lá na barreira do pasto
Eu também tenho um barracão
Pra repousar meu casco

História do Bastião

História do Bastião (rojão, 1954) - Jorge de Castro, Carlos Galindo e Nicolau Durso

Carlos Galindo, cantor e compositor, foi contratado pela Rádio Record no começo da década de 1950, gravando, pela primeira, no selo Todamérica em 1953. Nesse ano teve o baião "Mania do Mané", parceria com Catulo de Paula, gravado na Sinter pelo grupo Os Copacabana. No ano seguinte, gravou diversos baiões, além do rojão "História do Bastião", de sua autoria, Jorge de Castro e Nicolau Durso.

Título da música: História do Bastião / Gênero musical: Rojão / Intérprete: Galindo, Carlos / Compositores: Galindo, Carlos - Castro, Jorge de - Durso, Nicolau / Gravadora Todamérica / Número do Álbum 5416 / Data de Gravação 00/1954 / Data de Lançamento 00/1954 / Lado B / Disco 78 rpm

Cosme e Damião

Jorge Veiga
Cosme e Damião (samba, 1955) - Jorge de Castro e Wilson Batista

Título da música: Cosme e damião / Gênero musical: Samba / Intérprete: Jorge Veiga /Compositores: Castro, Jorge de - Batista, Wilson / Gravadora Copacabana / Número do Álbum 5461 / Data de Gravação 1954-1955 / Data de Lançamento 00/1955 / Lado B / Disco 78 rpm:


Parei meu carro na Praça Paris
Eu ia à Conceição
De repente eu ouvi um boa-noite
Era o Cosme e o Damião
Destacaram um papel amarelo
Que situação!
É que distraidamente
Eu estacionei na contra-mão...

Conversei o Cosme
Dei um cigarro pro Damião
Expliquei aos bons soldados
Que mostrava o Pão de Açúcar à Conceição
Eles acharam graça
E um me respondeu cheio de fé:
-Tureleques e bileques,
Nem que o senhor fosse o Café!
(Pois é!...)

Parei meu carro na Praça Paris
Eu ia à Conceição
De repente eu ouvi um boa-noite
(Como vai?...)
Era o Cosme e o Damião
Destacaram um papel amarelo
Que situação!
É que distraidamente
Eu estacionei na contra-mão...

Conversei o Cosme
Dei um cigarro pro Damião
Expliquei aos bons soldados
Que mostrava o Pão de Açúcar à Conceição
Eles acharam graça
E um me respondeu cheio de fé:
-Tureleques e bileques,
Nem que o senhor fosse o Café!
(Dei marcha-ré no chevrolet!...
Me dê o boné....)

Ai, meu Senhor

Blecaute
Ai, meu Senhor (samba, 1954) - Manoel Pinto e Jorge de Castro

Título da música: Ai, meu senhor / Gênero musical: Samba / Intérprete: Blecaute / Castro, Jorge de - Pinto, Manoel / Acompanhamento Coro / Orquestra / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 801251 / Data de Gravação 25/11/1953 / Data de Lançamento 01/1954 / Lado A / Disco 78 rpm:


Ai, ai, meu Senhor
Ai, ai, meu Senhor
Desce aqui na Terra
E vem ver a vida do trabalhador

Ai, ai, meu Senhor
Ai, ai, meu Senhor
Desce aqui na Terra
E vem ver a vida do trabalhador

Até o meu barraco destruiram
Do meu amor uma lágrima rolou
A turma da escola comovida
Chorou, chorou, chorou...
(Ai, ai...)

Ai, ai, meu Senhor
Ai, ai, meu Senhor
Desce aqui na Terra
E vem ver a vida do trabalhador

História da Lapa

Nelson Gonçalves
História da Lapa (samba, 1957) - Jorge de Castro e Wilson Batista

Título da música: História da lapa / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Castro, Jorge de - Batista, Wilson / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 801847 / Data de Gravação 00/1957 / Data de Lançamento 00/1957 / Lado B / Disco 78 rpm:


Lapa, dos capoeiras,
Miguelzinho Camisa Preta,
Meia-Noite e Edgar
Lapa, minha Lapa boêmia
A lua só vai pra casa
Depois do sol raiar...

Falta uma torre na igreja
Vou lhe contar, meu irmão
Foi a briga de Floriano
Foi um tiro de canhão
E nesse dia
A Lapa vadia teve sua glória
Deixou o nome na história...

Lapa, dos capoeiras,
Miguelzinho Camisa Preta,
Meia-Noite e Edgar
Lapa, minha Lapa boêmia
A lua só vai pra casa
Depois do sol raiar...