sexta-feira, dezembro 10, 2010

Perdôo sim

Nelson Gonçalves
Perdôo sim (samba, 1947) - José Batista e Nelson Gonçalves

Título da música: Perdôo sim / Gênero musical: Samba / Intérprete: Gonçalves, Nelson / Compositores: Batista, José - Gonçalves, Nelson / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800560 / Data de Gravação 00/1947 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado B / Disco 78 rpm


Perdoa, perdoa
Nunca mais tornarei a errar
Arrependida, foi assim que ela
Pediu a chorar
Eu tenho pena
Mas não volto a palavra atrás
Perdôo, sim, perdôo sim
Mas não me reconcilio nunca mais!

Para que recomeçar
Se você não é constante
Para que continuar
Se já sofremos bastante
Eu sinto muito
Mas não volto a palavra atrás
Perdôo, sim, perdôo sim
Mas não me reconcilio nunca mais!

Voltei à residência

Nelson Gonçalves
Voltei à residência (samba, 1947) - Ari Monteiro e Nóbrega de Macedo

Título da música: Voltei à residência / Gênero musical: Samba / Intérprete: Gonçalves, Nelson / Compositores: Monteiro, Ari - Macedo, Nóbrega de / Gravadora: Rca victor / Número do Álbum 800540 / Data de Gravação 00/1947 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado B / Disco 78 rpm


Depois de uma longa ausência
Eu voltei a residência
Vazia do seu amor
E foi bem triste essa volta
Levando só por escolta
A triste sombra da dor

A luz de sonho da lua
Que entrou comigo da rua
Viu sua carta no chão
No chão da casa modesta
Onde viveram em festa
O meu e o seu coração

A luz do luar amigo
Que entrou da rua comigo
Li sua carta a chorar
Li a chorar de alegria
A carta em que você dizia:
"Não posso mais, vou voltar"

A luz de sonho da lua
Que entrou comigo da rua
Viu sua carta no chão
No chão da casa modesta
Onde viveram em festa
O meu e o seu coração

A luz do luar amigo
Que entrou da rua comigo
Li sua carta a chorar
Li a chorar de alegria
A carta em que você dizia:
"Não posso mais, vou voltar"

Minha revelação

Nelson Gonçalves
Minha revelação (samba, 1947) - Mário Lago e Roberto Martins

Disco 78 rpm / Título da música: Minha revelação / Autoria: Lago, Mário, 1911-2001 (Compositor) / Martins, Roberto (Compositor) / Nelson Gonçalves, 1919-1998 (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: RCA Victor, 1947 / Nº Álbum 800540 / Lado A / Gênero musical: Samba /

Porque de fraco te chama
Quem chora por um amor?
Sofrer é o prazer de quem ama
Amor rima bem com a dor
Chorar de amor finalmente
Não é vergonha, isso não
É prova até que a gente
Faz uso do coração

Sabes bem que te amei
Sabes bem que sofri
E confesso que chorei
Chorei por ti
Quem me chamar de covarde
Por esta revelação
Não amou, não ame mais nada
Vai amar e me dar razão

Porque de fraco te chama
Quem chora por um amor?
Sofrer é o prazer de quem ama
Amor rima bem com a dor
Chorar de amor finalmente
Não é vergonha, isso não
É prova até que a gente
Faz uso do coração

Segredo

Herivelto Martins
Lançado por Dalva de Oliveira em julho de 47 e, um mês depois, por Nelson Gonçalves, "Segredo" se tornou um dos maiores sucessos do ano. Sucesso, aliás, que contribuiu para popularizar a expressão "O peixe é pro fundo das redes, segredo é pra quatro paredes", citada na primeira parte: "Seu mal é comentar o passado / ninguém precisa saber o que houve entre nós dois / o peixe é pro fundo das redes...".

De estilo dramático/sentimental, como tantos outros sambas que integram a vertente principal da obra de Herivelto Martins, "Segredo" tem segunda parte de Marino Pinto, feita a pedido de Dalva. "O Marino fez aqueles versos à minha revelia" - esclarece Herivelto - "mas , ficaram tão bons que aceitei imediatamente".

Título da música: Segredo / Gênero musical: Samba canção / Intérprete: Gonçalves, Nelson / Compositor: Martins, Herivelto - Pinto, Marino / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800520 / Data de Gravação 00/1947 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado A / Disco 78 rpm


Segredo (samba-canção, 1947) - Herivelto Martins e Marino Pinto

---------A --------------------Ab7
Seu mal é comentar o passado
---------A ------------Gb7
Ninguém precisa saber
-----------Bm---- Gb7---- Bm
O que houve entre nós dois
-------D--------------------- Dm
O peixe é pro fundo das redes
------A ---------------------Gb7
Segredo é pra quatro paredes
---------Bm------------------ E7
Não deixe que males pequeninos
------------------A-------------------- Gb7
Venham transformar os nossos destinos

-------D --------------------Dm
O peixe é pro fundo das redes
-------A-------------------- Gb7
Segredo é pra quatro paredes
------Bm ---------------E7
Primeiro é preciso julgar
---------------------A
Pra depois condenar

------E------------------------------ A
Quando o infortúnio nos bate à porta
---------A7 -----------------D
E o amor nos foge pela janela
---------Eb0-------- A-------- Gb7
A felicidade para nós está morta
----------B7--------------- E7
E ninguém pode viver sem ela
----D ------------Eb0 ----------A--------- Gb7
Para o nosso mal não há remédio, coração
------------------Bm------- E7-------- A
Ninguém tem culpa da nossa desunião

Sapoti

Nelson Gonçalves
Sapoti (samba, 1947) - José Batista e Marina Batista

Título da música: Sapoti / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Batista, José - Batista, Marina / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800511 / Data de Gravação 00/1947 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado B / Disco 78 rpm


Você não pode negar
Que é brasileira
Com esse corpo delgado
Tal qual a palmeira
Você é uma turu-sapoti
Ai, meu Deus, pra que
Não me fez nascer bem-te-vi

Você não pode negar
Que é brasileira
Com esse corpo delgado
Tal qual a palmeira
Você é uma turu-sapoti
Ai, meu Deus, pra que
Não me fez nascer bem-te-vi

Seus beijo tem a doçura
Das canas nos canaviais
Seu corpo tem o perfume
Dos laranjais
Eu sou jovem, eu sou forte
Sou igual ao pinheiro
Nosso amor daria muito mais fruto
Que qualquer cajueiro

Ciúme

Nelson Gonçalves
Ciúme (samba, 1947) - Nóbrega Macedo e José Batista

Título da música: Ciúme / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Batista, José - Macedo, Nóbrega / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800511 / Data de Gravação 00/1947 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado A / Disco 78 rpm


Se não fosse o ciúme
Nosso amor não tinha terminado
Tu não terias partido
Estarias ao meu lado
Ciúme monstro da sociedade
Ladrão da minha felicidade

Se não fosse o ciúme
Nosso amor não tinha terminado
Tu não terias partido
Estarias ao meu lado
Ciúme monstro da sociedade
Ladrão da minha felicidade

É a ele que eu agradeço
Esta dor que não mereço
Pois tu me abandonaste, querida
Arruinando toda a minha vida

Se não fosse o ciúme
Nosso amor não tinha terminado
Tu não terias partido
Estarias ao meu lado
Ciúme monstro da sociedade
Ladrão da minha felicidade

Mais uma vez

Nelson Gonçalves
Mais uma vez (fox, 1946) - Carlos de Souza e Nelson Gonçalves

Título da música: Mais uma vez / Gênero musical: Fox / Intérprete: Gonçalves, Nelson / Compositores: Souza, Carlos de - Gonçalves, Nelson / Acompanhamento Orquestra / Gravadora Victor / Número do Álbum 800444 / Data de Gravação 17/06/1946 / Data de Lançamento 09/1946 / Lado B / Disco 78 rpm


Mais uma vez
Voltaste aos braços meus
Mais uma vez
Tens os beijos meus
Mas desta vez
Tudo me diz
Que não serei feliz

Entre nós há mais alguém
Três é demais, não fica bem
Mais uma vez, eu sinto a tua mão
Querendo esmagar o meu coração

Mais uma vez, eu sinto a tua mão
Querendo esmagar o meu coração

Valsa do amor

Nelson Gonçalves
Valsa do amor (valsa, 1946) - Orestes Barbosa e Roberto Martins

Título da música: Valsa do amor / Gênero musical: Valsa / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Barbosa, Orestes - Martins, Roberto / Acompanhamento Orquestra / Gravadora Victor / Número do Álbum 800444 / Data de Gravação 17/06/1946 / Data de Lançamento 09/1946 / Lado A / Disco 78 rpm


Amor é ânsia incontida
É sonho, é sol, é luar
É o claro-escuro da vida
É borboleta a voar
É beija-flor que não sabe
Quantas traições tem a flor
E beija-flor da saudade
Pensando que beija o amor

Amor, amor, amor
Amor que me fez triste assim
Amor que me fez colorida esta vida
E agora não gosta de mim

Amor, amor, amor
Amor que me fez triste assim
Amor que me fez colorida esta vida
E agora não gosta de mim

Amor as vezes parece
Que esquece seu bem-querer
Parece, mas não esquece
Porque não pode esquecer
Amor não vê os defeitos
Amor não sabe o que diz
Na luta dos preconceitos
O coração é o juíz

Amor, amor, amor
Amor que me fez triste assim
Amor que me fez colorida esta vida
E agora não gosta de mim

Amor, amor, amor
Amor que me fez triste assim
Amor que me fez colorida esta vida
E agora não gosta de mim

Dona Rosa

Isaura Garcia
Dona Rosa (marcha, 1947) -Armando Silva Araújo e Aluísio Silva Araújo

Título da música: Dona rosa / Gênero musical: Samba / Intérpretes: Isaura Garcia - Nelson Gonçalves / Compositores: Araújo, Aluísio Silva - Araújo, Armando Silva / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800493 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado B / Disco 78 rpm


-Dona Rosa.
-O que é seu João?
-Você não vê que estou emagrecendo. Perdendo os quilos...
-Por quê?
-Paixão por você.
-Não pode ser. Não acredito que você emagreça!
-Já estou é perdendo a cabeça.
-Deus do céu!
-Já nem uso chapéu.
-Seu João, por favor não atiça! O amor da mulher é preguiça, não é?
-Ah, isso é!
-Quando pega a querer, sair do lugar, estou querendo é querer. Mas, seu João, tenho medo...
-Tem medo de quê? Dona Rosa, estou caídinho por você...
-No casamento eu vou me vestir...
-De quê?
-De babado.
-Eu meto lá o meu braço engomado. Meu Deus, que festança vai ser!
-Mas, seu João, olha bem o que está armando.
-Eu juro que estou lhe amando.
-É? Porque se não está...
-O que tem?
-Vai ter !!

Teu retrato

Isaura Garcia
Teu retrato (samba, 1947) - Benjamin Batista e Nelson Gonçalves

Título da música: Teu retrato / Gênero musical: Samba / Intérpretes: Isaura Garcia - Gonçalves, Nelson / Compositores: Batista, Benjamin - Gonçalves, Nelson / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800493 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado A / Disco 78 rpm


Já sei que vais embora
E não queres mais o meu amor
Ouve minh'alma que chora
Que te pede por favor
Deixa ficar teu retrato comigo
Quero ter a ilusão
Que ainda vivo contigo

Fica, abre a cruz dos teus braços
Meu coração em pedaços
Não pode falar assim
Porque, eu imploro
Se fores embora eu choro
Não te separes de mim

Já sei que vais embora
E não queres mais o meu amor
Ouve minh'alma que chora
Que te pede por favor
Deixa ficar teu retrato comigo
Quero ter a ilusão
Que ainda vivo contigo

A rainha do mar

Nelson Gonçalves
A rainha do mar (samba, 1947) - Benedito Lacerda e Eratóstenes Frazão

Título da música: A rainha do mar / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Lacerda, Benedito - Frazão, E / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800492 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado B / Disco 78 rpm


É ela a rainha do mar
É ela / É ela
É ela a rainha do mar
É ela / É ela

Verdadeira maravilha
Linda vida do arrebol
Não se sabe quem mais linda
Se é ela ou se é o sol

É ela a rainha do mar
É ela / É ela
É ela a rainha do mar
É ela / É ela

Não se pode saber quantos
Querem vê-la de manhã
São tantos seus encantos
Que o próprio mar é seu fã

É ela a rainha do mar
É ela / É ela
É ela a rainha do mar
É ela / É ela

É o enfeite das areias
Nas nossas ondas do mar
Num concurso de sereias
Tirou o primeiro lugar

É ela a rainha do mar
É ela / É ela
É ela a rainha do mar
É ela / É ela

Um banhista perguntou
Quero aprender natação
O marmanjo então gritou:
(Contigo não!)
Homem não!

É ela a rainha do mar
É ela / É ela
É ela a rainha do mar
É ela / É ela

O relógio da central

Nelson Gonçalves
O relógio da central (samba, 1947) - Benedito Lacerda e Eratóstenes Frazão

Título da música: O relógio da central / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Lacerda, Benedito - Frazão, E / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800492 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado A / Disco 78 rpm


O relógio da Central
(Meu companheiro!)
É um grande guia
Ele marca o horário
Deste humilde operário
Que vai trabalhar todo dia

O relógio da Central
(Meu companheiro!)
É um grande guia
Ele marca o horário
Deste humilde operário
Que vai trabalhar todo dia

Quando a tarde
Nos envolve com seu véu
Levanta para o céu
O braço protetor
Transmitindo a Virgem
Com fervor
A prece do trabalhador

O relógio da Central
(Meu companheiro!)
É um grande guia
Ele marca o horário
Deste humilde operário

Quando a tarde
Nos envolve com seu véu
Levanta para o céu
O braço protetor
Transmitindo a Virgem
Com fervor
A prece do trabalhador
Que vai trabalhar todo dia

Rosália

Nelson Gonçalves
Rosália (samba, 1947) - Norberto Martins

Título da música: Rosália / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositor: Martins, Norberto / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800488 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1947 / Lado B / Disco 78 rpm


Rosália, Rosália / Porque não queres
Suavizar a minha dor / Rosália, oi Rosália
Será que eu não mereço / Possuir o teu amor

Rosália, Rosália / Porque não queres
Suavizar a minha dor / Rosália, oi Rosália
Será que eu não mereço / Possuir o teu amor

Rosália, esta dor que me devora
Tenho que dizer agora
Me traz grande dissabor
Se tu soubesses
Quanto eu te quero
Quanto, quanto te venero
E desejo o teu amor

Rosália, Rosália / Porque não queres
Suavizar a minha dor / Rosália, oi Rosália
Será que eu não mereço / Possuir o teu amor

Rosália, esta dor que me devora
Tenho que dizer agora
Me traz grande dissabor
Se tu soubesses
Quanto eu te quero
Quanto, quanto te venero
E desejo o teu amor

Lamento

Nelson Gonçalves
Lamento (samba, 1946) -  Eratóstenes Frazão e Mário Morais

Título da música: Lamento / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Frazão, E - Morais, Mário / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800483 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1946 / Lado B / Disco 78 rpm


Lamento a ingratidão
Que você fez sem razão
Você vai se arrepender
Se algum dia você
Também há de chorar
Pois nosso amor vai morrer
E quando a saudade apertar
No seu coração você vai ver
Se eu faço falta ou não

Lamento a ingratidão
Que você fez sem razão
Você vai se arrepender
Se algum dia você
Também há de chorar
Pois nosso amor vai morrer
E quando a saudade apertar
No seu coração você vai ver
Se faço falta ou não


Esquecendo os momentos / Felizes da nossa vida
Você despreza os lamentos / Da minha pró despedida
Mas alguns instantes / Que eu lhe dediquei
Você não esquecerá que eu sei
(Você não esquecerá que eu sei)

Esquecendo os momentos / Felizes da nossa vida
Você despreza os lamentos / Da minha pró despedida
Mas alguns instantes / Que eu lhe dediquei
Você não esquecerá que eu sei
(Lamento...)

Lamento a ingratidão
Que você fez sem razão
Você vai se arrepender
Se algum dia você
Também há de chorar
Pois nosso amor vai morrer
E quando a saudade apertar
No seu coração você vai ver
Se faço falta ou não

Ladrãozinho

Nelson Gonçalves
Ladrãozinho (marcha, 1946) - Eratóstenes Frazão e Martins

Título da música: Ladrãozinho / Gênero musical: Marcha / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Frazão, E - Martins / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800483 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1946 / Lado A / Disco 78 rpm


Vamos brincar / De polícia e ladrão
Eu vou te botar / No xadrez do porão
Pegado em flagrante / De negociante
Vendendo manteiga, farinha de trigo
Batata e feijão

Ladrão, ladrãozinho
Em todo bolso tá metendo a mão
Ladrão, ladrãozinho
O meu prazer é te ver na prisão

Ladrão, ladrãozinho
Em todo bolso tá metendo a mão
Ladrão, ladrãozinho
O meu prazer é te ver na prisão

Vamos brincar / De polícia e ladrão
Eu vou te botar / No xadrez do porão
Pegado em flagrante / De negociante
Vendendo manteiga, farinha de trigo
Batata e feijão

A alma do tutu

Nelson Gonçalves
A alma do Tutu (samba, 1946) - Gastão Viana, Jorge Faraj e Roberto Roberti

Disco 78 rpm / Título: A alma do tutu / Autoria: Viana, Gastão (Compositor) / Faraj, Jorge (Compositor) / Roberti, Roberto (Compositor) / Nelson Gonçalves, 1919-1998 (Intérprete) / Imprenta[S.l.]: RCA Victor, 1946 / Nº Álbum 800450 / Lado B / Gênero: Samba /

É isso mesmo, Iaiá
É isso mesmo
A alma do tutu é o torresmo

É isso mesmo, Iaiá
É isso mesmo
A alma do tutu é o torresmo

O tutu dos meus amores
De quem torço como que
Sem os beijos matadores
Da boquinha de você
Não há roda sem perfume
E nem há raio sem trovão
Não há amor sem ciúme
E nem há tutu sem feijão

É isso mesmo, Iaiá
É isso mesmo
A alma do tutu é o torresmo

É isso mesmo, Iaiá
É isso mesmo
A alma do tutu é o torresmo

Não me olhe assim

Nelson Gonçalves
Não me olhe assim (samba, 1946) - Erasmo Silva e Mário Lago

Disco 78 rpm / Título da música: Não me olhe assim / Autoria: Silva, Erasmo (Compositor) / Lago, Mário, 1911-2001 (Compositor) / Nelson Gonçalves, 1919-1998 (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: RCA Victor, 1946 / Nº Álbum 800450 / Lado A / Gênero musical: Samba /

Por Deus, não me olhe assim
Com jeito de quem diz sim
Pois seu coração só responde não
Quando eu falo da minha paixão

Por Deus, tenha dó de mim
Não fale gostoso assim
Não maltrate quem lhe querendo bem
Vive a espera de um sim
Que não vem

Mas se o meu sofrimento
Me trouxer o momento
De prazer e alegria
Aqui estou de joelho
Com os olhos vermelhos
De chorar noite e dia
Pode me olhar e falar assim
Meu amor tem direito
De zombar de mim

Por Deus, não me olhe assim
Com jeito de quem diz sim
Pois seu coração só responde não
Quando eu falo da minha paixão

Por Deus, tenha dó de mim
Não fale gostoso assim
Não maltrate quem lhe querendo bem
Vive a espera de um sim
Que não vem

Pelas lágrimas

Nelson Gonçalves
Pelas lágrimas (samba, 1946) - Nilo Silva e Pequenino

Título da música: Pelas lágrimas / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Silva, Nilo - Pequenino / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800424 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1946 / Lado B / Disco 78 rpm


Pelas lágrimas que derramei
Jurei daquela malvada me vingar
Não é a primeira vez
Que ela faz assim
De volta pedindo pra mim:
Perdão, perdão, perdão, amor!
Por muito mais você já me perdoou
Perdão, perdão, perdão, amor!
Por muito mais você já me perdoou


Mas desta vez
Ela vai ter paciência
Não é com aquela inocência
Que vai me enganar
Quero sossego na vida
Eu já perdoei
O que podia perdoar
(Nunca mais!)

Pelas lágrimas que derramei
Jurei daquela malvada me vingar
Não é a primeira vez
Que ela faz assim
De volta pedindo pra mim
Perdão, perdão, perdão, amor!
Por muito mais você já me perdoou
Perdão, perdão, perdão, amor!
Por muito mais você já me perdoou

Pela primeira vez

Nelson Gonçalves
Pela primeira vez (samba, 1946) - Cândida Maria e Isidoro de Freitas

Título da música: Pela primeira vez / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Cândida Maria - Freitas, Isidoro de / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800369 / Data de Gravação 00/1945 / Data de Lançamento 00/1946 / Lado B / Disco 78 rpm


Pela primeira vez
Sou obrigado a confessar, ai
Que chorei por alguém que amei
Pois quando menos esperava
Fui traído por quem amava

Pela primeira vez
Sou obrigado a confessar, ai
Que chorei por alguém que amei
Pois quando menos esperava
Fui traído por quem amava

Dor da saudade

Nelson Gonçalves
Dor da saudade (samba, 1946) - Ataíde Gomes e João de Deus

Título da música: Dor da saudade / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Gomes, Ataíde - Deus, João de / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800369 / Data de Gravação 00/1945 / Data de Lançamento 00/1946 / Lado A / Disco 78 rpm


Sinto uma dor no meu peito
E não tenho direito de reclamar
Porque é a dor da paixão
Eu vivo sorrindo para não chorar

Sinto uma dor no meu peito
E não tenho direito de reclamar
Porque é a dor da paixão
Eu vivo sorrindo para não chorar

Por isso eu já fui ao doutor
Ele então constatou:
-Esse mal é amor!
E foi dizendo pra mim
-Esqueça aquela mulher
Que seu sofrimento terá o fim!

Sinto uma dor no meu peito
E não tenho direito de reclamar
Porque é a dor da paixão
Eu vivo sorrindo para não chorar

Sinto uma dor no meu peito
E não tenho direito de reclamar
Porque é a dor da paixão
Eu vivo sorrindo para não chorar

Conselho

Nelson Gonçalves
Conselho (samba-canção, 1946) - Pequenino e Cícero Nunes

Título da música: Conselho / Gênero musical: Samba canção / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Nunes, Cícero - Pequenino / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800424 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1946 / Lado A / Disco 78 rpm


Tu que pensas
Que tens o mundo a teus pés
Nada mais que pó tu és
Por isso não deves humilhar
Quem nada tem
Tu não és melhor do que ninguém

Estás num caminho errado
Olha bem o teu presente
E analisa o teu passado
Assim como tu venceste
Eu também posso vencer

Tudo no mundo é possível
O bastante a Deus querer
Um conselho estou te dando
Não quero te ofender
Apesar do que fizeste
Continuo te querer

História joanina

Nelson Gonçalves
História joanina (seresta, 1946 ) - Leonel Azevedo e J. Cascata

Título da música: História joanina / Gênero musical: Seresta / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Cascata, J - Azevedo, Leonel / Gravadora Rca victor / Número do Álbum 800413 / Data de Gravação 00/1946 / Data de Lançamento 00/1946 / Lado A / Disco 78 rpm


Foi uma noite de São João
Junto à fogueira
Que eu conheci a cabocla
Mais bela deste sertão
Seus olhos negros me olhavam
De tal maneira
Que não mais teve sossego
O meu pobre coração

Ajoelhei-me e implorei
Em doce prece
Que São João me fizesse
Feliz, junto ao meu amor
Que essa cabocla
Nunca mais me abandonasse
E que junto a mim ficasse
Me querendo com fervor

Mas, no outro dia, ela fez um juramento
Que jamais outro no mundo, o seu coração teria
Mas foi ingrata, lançou-me no esquecimento
Prendeu-se a outro caboclo
Só pra ver meu sofrimento

E agora, quando São João já vem chegando
Minh'alma fica penando
Nesta fria soledade
E São João, que a minha prece
Não ouviste
Vê, como me encontras triste
Soluçando de saudade

Puxa os cabelos dela

Nelson Gonçalves
Puxa os cabelos dela (samba, 1946) - Arnô Canegal , Osvaldo França e Heitor de Barros

Título da música: Puxa os cabelos dela / Gênero musical: Samba / Intérprete: Nelson Gonçalves / Compositores: Canegal, Arno - Barros, Heitor de - França, Osvaldo / Acompanhamento / Lacerda, Benedito / Regional / Gravadora Victor / Número do Álbum 800378 / Data de Gravação 22/11/1945 / Data de Lançamento 02/1946 / Lado B / Disco 78 rpm


Manda essa mulher trabalhar
E que saia da janela
Se ela não se conformar
Manda essa mulher passear!

Manda essa mulher trabalhar
E que saia da janela
Se ela não se conformar
Manda essa mulher passear!

Ela só quer conversar
Ela não quer lhe ajudar
E você deve a cada santo uma vela
Porque é pra ela esquecer
Um pouquinho da janela
Se ela não lhe obedecer, então:

Puxa os cabelos dela! (agora!)
Puxa os cabelos dela! (outra vez!)
Puxa os cabelos dela!

Manda essa mulher trabalhar
E que saia da janela
Se ela não se conformar
Manda essa mulher passear!

Manda essa mulher trabalhar
E que saia da janela
Se ela não se conformar
Manda essa mulher passear!