domingo, dezembro 12, 2010

Carlos de Campos

Carlos de Campos
Carlos de Campos, compositor e musicólogo, nasceu em Campinas, SP, em 6/8/1866, e faleceu em São Paulo, SP, em 27/4/1927. Formado pela Faculdade de Direito de São Paulo em 1887, exerceu a profissão de advogado em Amparo SP.

Foi deputado estadual, deputado federal, secretário da Justiça e governador de São Paulo, de 1924 a 1927, cargo no qual veio a falecer.

Por um curto período estudou com os maestros Carlos Gomes e Luís Provesi. Foi diretor do jornal Correio Paulistano

Compôs as óperas A bela adormecida, em um prólogo, um intermezzo e dois atos (com libreto de João Kopke e orquestração de Luís Provesi), estreada em São Paulo, no Teatro Municipal, a 28 de abril de 1924, e levada no Teatro Municipal, do Rio de Janeiro, a 8 e 16 de novembro de 1924; e Um caso singular, em três atos (com libreto de Pedro Augusto Gomas Cardim), estreada em São Paulo, no Teatro Municipal, em agosto de 1926, e levada no Teatro Municipal, do Rio de Janeiro, a 30 de julho e 5 de agosto de 1926.

Obra 

Música dramática: A bela adormecida, ópera, 1924; Um caso singular, ópera, 1926. 

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e PubliFolha.

Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê

Camisa de Vênus

Tom: G
  

Intr.: E  ...

E      : 
Eu vou pra casa eu ver na TV     :
    C                     D    E      : 
Zé coice de mula contra rubão bebe   : REFRÃO
E              :
Eu vou pra casa eu não posso perder  :
    C                     D    E     :
Zé coice de mula contra rubão bebe   :

                                D        E
Lá do fim da paraíba venho zé coice de mula 
                        D       E  
Seu peso era galo seu punho certeiro 
                        
Se tornou campeão na luta com valdemar 
    C                     D        E  
O levando a nocaute no assalto primeiro, mas

REFRÃO     
                                    D       E             
Quando chiquinho maluco venceu zé coice de mula 
                             D       E 
Ele caiu três vezes mas em todas levantou
                                 
Vendo o feitiço crescendo mas o juiz já gritou 
      C                          D      E               
E só não ganhou a luta porque o juiz roubou  

REFRÃO

SOLO: E... C D E E... C D E...

         E                      D     E     
Foi uma surra do zé que vez mendigo morrer
                                D           E              
Rolava sangue adoidado ninguém quis interromper
                 
O zé já tentou parar as vezes penso em esquecer 
       C                D        E     
Mas o nome do jogo é apanhar e bater 

Só o fim

Camisa de Vênus

Tom: F
  
(intro)  C Dm Bb Gm

      C              Dm
Se o chão abriu sobre o seus pés
         Bb                  Gm
E a segurança ela sumiu da faixa
        Bb         Gm             Bb             Dm C
Se as peças estão todas soltas e nada mais se encaixa

(refrão)
Dm      Am   G               Bb       C    
Ôôô criança  isso é só o fim  isso é só o fim  
Dm      Am   G               Bb       C            
Ôôô criança  isso é só o fim  isso é só o fim    

( C Dm Bb Gm )

   C                Dm         Bb                   Gm
Algo que você não identifica insiste a atormentar
  Bb                 Gm        Bb            Dm C
Você implora por proteção não sabe como vai acabar

(refrão)
(solo) C Dm Bb Gm Bb Gm Bb Dm C
(refrão)

( C Dm Bb Gm )

    C          Dm                Bb              Gm
E esse calor insuportável não abranda o frio da alma
  Bb            Gm            Bb                       Dm C
A vida já não é tão segura e nada nada nada mais lhe acalma

( C Dm Bb Gm )

  C              Dm             Bb                Gm
Sempre acordo angustiado e apressado você vai pra rua
     Bb         Gm             Bb           Dm C
Mas mesmo assim acordado o pesadelo ele continua

(refrão)

Dm       Am   G                     Bb  C
Ôôô senhoras  isso é só o fim isso  é só o fim
Dm       Am   G                     Bb  C
Ôôô senhores  isso é só o fim isso  é só o fim

(solo 5x) Dm C Gm Bb C Dm

Simca Chambord

Camisa de Vênus

Tom.: A

Intr.: A D A E7 D7 A E7

   A
Um dia me pai chegou em casa,
nos idos de 63
     D
E da porta ele gritou orgulhoso,
             A
Agora chegou nossa vez
       E7               D7
Eu vou ser o maior, comprei um
          A     E7
Simca Chambord
    A
O inverno veio impedi o meu namoro no jardim
      D
Mas a gente fugia de noite
       A
Numa fissura que não tinha fim
E7              D7
Na garagem da vovó;
        A                   E7
Tinha o banco do Simca Chambord
  A
Fazendo Simca Chambord
Fazendo Simca Chambord
  D
Fazendo Simca Chambord
  A
Fazendo Simca Chambord
    E7              D7
Meu pai comprou um carro,
       A               E7
Ele se chama Simca Chambord
  A
E no caminho da escola eu ia tão contente
         D
Pois não tinha nenhum carro
    A
Que fosse na minha frente
       E7
Nem Gordini nem Ford
  D7                  A     E7
O bom era o Simca Chambord
        A
O presidente João Goulart, um
dia falou na TV
      D
Que a gente ia ter muita grana
     A
Para fazer o que bem entender
         E7
Eu vi um futuro melhor,
   D7                    A       E7
no painel do meu Simca Chambord
   A
Fazendo Simca Chambord
Fazendo Simca Chambord
   D
Fazendo Simca Chambord
   A
Fazendo Simca Chambord
    E7              D7
Meu pai comprou um carro,
       A                E7
Ele se chama Simca Chambord
    A
Mas eis que de repente, foi dado um alerta
    D7                     A
Ninguém saía de casa e as ruas
ficaram desertas
          E7        D7
Eu me senti tão só, dentro do
           A    E7
Simca Chambord
      A
Tudo isso aconteceu há mais de vinte anos
  D7
Vieram jipes e tanques que
   A
mudaram os meus planos
        E7
Eles fizeram pior
                          A     E7
Acabaram com o Simca Chambord
    A
Acabaram com o Simca Chambord
Acabaram com o Simca Chambord
    D
Acabaram com o Simca Chambord
        E7
Eles fizeram pior
   D7                     A     E7
Acabaram com o Simca Chambord
   A
Acabaram com o Simca Chambord
Acabaram com o Simca Chambord
   D
Acabaram com o Simca Chambord
   A
Acabaram com o Simca Chambord
        E7
Eles fizeram pior
   D7                     A
Acabaram com o Simca Chambord

Sílvia

Camisa de Vênus

Tom: A
  
Intro: A D A 

   A 
Você me diz que não tá mais saindo 
Mas eu desconfio que cê tá me traindo 
  D                     A 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
A 
Vive dizendo que me tem carinho 
Mas eu vi você com a mão no pau do vizinho 
  D                   A 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
  E                         D 
Todo homem que sabe o que quer 
 E                         D 
Pega o pau pra bater na mulher 
   A 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
A 
Vive dizendo que tá numa boa 
Mas veio pra São Paulo dar massagem em coroa 
   D                    A 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
     A 
Você jura e repete que me tem amor 
Mas eu lhe flagrei com um vibrador 
   D                    A 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
   E                         D 
Todo homem que sabe o que quer 
  E                        D 
Pega o pau pra bater na mulher 
   A 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
Solo (A) 
   A 
Quando eu chegou em casa com essa cara de otário 
Vejo o zelador lá dentro do armário 
   D                    A 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
A 
Eu acho mesmo que você não tem jeito 
Pois até o leiteiro anda mamando em seu peito 
  D                     A 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
   E                        D 
Todo homem que sabe o que quer 
  E                      D 
Pega o pau pra bater na mulher 
   A 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
Ô Silvia, piranha!!! Ô Silvia, piranha!!! 
        A 
Ô sua PUTA!!! 

Rosto e aeroportos

Camisa de Vênus

Tom: G
  
(intro 4x)  Em C 

                Em  C
e|--------------0---0------------------
b|--------------0---1------------------
g|--------------0---0------------------
d|------2-0-----2---2--(4x)----2-0-----
a|-----2----2---2---3---------2----2---
e|--------------0---0------------------

Em            C
   vou vestir a minha sombra
   Em           C
Preciso me proteger
     G                      D
Eu sempre manejei bem as palavras
     C                  Em
Mas agora não sei o que dizer

               Em   C
e|--------------0---0------------------
b|--------------0---1------------------
g|--------------0---0------------------
d|------2-0-----2---2----------2-0-----
a|-----2----2---2---3---------2----2---
e|--------------0---0------------------

Em             C
  sua voz tão calma e fria
Em        C
  penetrou tão lentamente
G           D
 congelou o meu orgulho
C       Em            Em  C
 embaçou a minha mente

G                   D
 vejo seu rosto nos aeroportos
C                     Em
 nas ruas, nos cinemas, nos jornais
G                     D
 vejo seus olhos nos faróis de meu carro
 C                 Em
A noite eles sempre brilham mais

Radinho de pilha

Camisa de Vênus

Tom: E

Intro: E B E B E

e|-----------------------------------
B|------4-5h4-----4-----4-5h4--------
G|--4-6-------6-4---4-6-------6-4-4--
D|-----------------------------------
A|-----------------------------------
E|-----------------------------------  2X


                            E
Fui pra cidade do Rio de Janeiro
                   B                   E
Trabalhei o ano inteiro e fiz até serão
                                   B
A vida de baiano não foi brincadeira
                E
De servente e de pedreiro pra ganhar o pão
                             B
Fiz economia, deixei de fumar
                                              E
Comprei um rádio de pilha e mandei pro meu bem
                                       B
Fiquei muito revoltado quando regressei
                            A                     E
Pois o rádio que eu dei pra ela, ela doou pra alguém
        
  
 2:            B                  A                 E
 v:Ela deu o rádio e nem me disse nada ela deu o rádio
 e:                             B   
 z:Ela deu sim, foi pra fazer pirraça 
 e:                 A                     E
 s:Mas ela deu de graça o rádio que eu comprei 
   e lhe presenteei


e|-----------------------------------
B|------4-5h4-----4-----4-5h4--------
G|--4-6-------6-4---4-6-------6-4-4--
D|-----------------------------------
A|-----------------------------------
E|-----------------------------------  2X
                 
        E
Eu sou honesto sou trabalhador
                   B                     E
Mas não gosto de deboche com a minha cara
          B
Não vou enfeitar boneca pro outros brincar
                E
Ninguém vai pintar o sete com este pau-de-arara 
              B
Eu não tolero tanto desaforo
          E
Tem mulher que só aprende quando o coro desce
                                               B
Pra gente ficar empate, eu vou lhe dar uma sova
                        A                       E
Pois o rádio que eu comprei, todo mundo já conhece 


 2:            B                  A                 E
 v:Ela deu o rádio e nem me disse nada ela deu o rádio
 e:                             B   
 z:Ela deu sim, foi pra fazer pirraça 
 e:                 A                     E
 s:Mas ela deu de graça o rádio que eu comprei 
   e lhe presenteei

Solo: 

e|-----------------------------------
B|------4-5h4-----4-----4-5h4--------
G|--4-6-------6-4---4-6-------6-4-4--
D|-----------------------------------
A|-----------------------------------
E|-----------------------------------  2X

        E
Eu sou honesto sou trabalhador
                   B                     E
Mas não gosto de deboche com a minha cara
          B
Não vou enfeitar boneca pro outros brincar
          E
Ninguém vai pintar o sete com este pau-de-arara 
              B
Eu não tolero tanto desaforo
          E
Tem mulher que só aprende quando o coro desce
                                               B
Pra gente ficar empate, eu vou lhe dar uma sova
                        A                       E
Pois o rádio que eu comprei, todo mundo já conhece

 2:            B                  A                 E
 V:Ela deu o rádio e nem me disse nada ela deu o rádio
 e:                             B   
 z:Ela deu sim, foi pra fazer pirraça 
 e:                 A                     E
 s:Mas ela deu de graça o rádio que eu comprei 
   e lhe presenteei


O Jenival meu irmão, negócio é o seguinte rapaiz, 
quando eu dei o rádio pra ela
só cabia pilha pequenininha, agora já cabe pilha média, 
e eu já tô até sabendo, que nego tá enfiando 
pilha grande Jenival, no diabo do rádio 
que eu dei pra aquela p...

Quem é você?

Camisa de Vênus

Tom: E
  

Intro: E  D  E   E   D  A4   (4x)

E     D       E
Edir Macedo tem conta na suíça, 
conta conjunta com o dono do céu
E               D                     E
Maradonna só gosta do jogo se a bola for de papel
     A        B    C
O Super-Homem quebrou a espinha,        
Hebe Camargo é uma gracinha
    G                A                              
E eu tô de olho na minha vizinha!

Refrão:
C         D     A    C         D      A
Ôooo, Ôoooo....  quem é você?  Em frente do espelho, 
não deu pra ver!
C         D     A4
Ôooo, Ôoooo....  quem é você?

  E D E E D A4 

E                                 D                E
Bill CLinton fumava maconha, mas ele não sabia tragar
E          D              E 
PC Farias pagou com a vida, 
enquanto Collor foi esquiar
A         B    C                           
Bob Dylan provocou a centelha,    
Van Gogh cortou a orelha
    G                             A
E a sua bochecha, tá toda vermelha

REFRÃO:2x
Solo: E A B C G A4 (2x)

E                                
Graham Bell inventou o telefone, 
         D                      E
mas não tinha ninguém pra conversar
E        D                     E
Poncio Pilatos era um democrata, 
lavou as mãos e deixou o povo julgar
A        B   C
Carlos Drummond, morreu de tristeza     
Rauzito era maluco beleza
  G                          A A7/4     
E eu joguei fora as certezas

Refrão: 2x

E D E E D A7/4

Pronto pro suícidio

Camisa de Vênus

Tom: C  

(intro 2x) A5 C5 G5 A5

A5            C5                 G5         A5
Cada dia que eu passava na prisão do seu lar
A5         C5               G5        A5
Era menos um motivo para ele acreditar
A5         C5              G5          A5
Acordava todo dia ao som do despertador
A5            C5                   G5         A5
Os ponteiros lhe mostrando o seu tempo já passou

F5             A5
Não, ele não quer tentar,
F5             A5
Não, ele não quer morrer,
F5             A5
Não, ele não quer sangrar,
F5    E5                   A5 C5 G5 A5
Não..  ele não quer viver!

( A5 C5 G5 A5 )

A5            C5                       G5              A5
Diz que vai se dar bem, pois não nasceu pra esse calor
A5           C5                 G5              A5
Se o mundo desse chance eu seria um grande ator
A5          C5                   G5          A5
Desfarça suas mágoas entre as páginas da Veja
A5             C5             G5          A5
O aluguel tá atrasado e acabou sua cerveja

F5             A5
Não, ele não quer tentar,
F5             A5
Não, ele não quer morrer,
F5             A5
Não, ele não quer sangrar,
F5               E5
Não não não não não..  ele não quer viver!

(solo) A5 C5 G5 A5 (4x)
       F5 A5 (3x)      F E
       A5 C5 G5 A5  (2x)

A5           C5                G5       A5
Sonha que é a espada entre o bem e o mal
A5            C5              G5            A5
Deus rei, imperador, nunca houve outro igual
A5       C5                G5         A5
Ao lado de Heródes comandou o genocídio
A5              C5                 G5          A5
Quando acorda assustado, tá pronto pro suicídio!

F5             A5
Não, ele não quer tentar,
F5             A5
Não, ele não quer viver,
F5             A5
Não, ele não quer sangrar,
   F5  E5                    A5
e Só..  Ele só quer Morrer!

Passatempo

Camisa de Vênus

Passatempo - Marcelo Nova / Gustavo Mullem

Tom: D  

 A     F#m     [Introdução(4x)] 
                    
A                       F#m 
  De manhã cedo eu chego na janela
A                     F#m 
  Bebê chorando, um cachorro latindo
A                    F#m 
  Uma mulher fazendo as unhas
A                 F#m 
  E na calçada um velho dormindo

Bm          G 
Só pra passatempo!
Bm          G 
Só pra passatempo!

[Introdução(2x)] 
 
A               F#m 
  Um atleta faz teste de cooper
A                  F#m 
  Passa veloz pela banca da esquina
A                        F#m 
  Depois relaxa, enche o pulmão de ar
A                        F#m 
  Pra respirar cheiro de gasolina

Bm          G 
Só pra passatempo!
Bm          G 
Só pra passatempo!

[Introdução(2x)] 
 
A                   F#m 
  Um casal sai para fazer compras
A               F#m 
  Nas vitrines começam a sonhar
A                    F#m 
  Não sabem como vai ser para o mês
A                      F#m 
  Mas tão contentes por poder gastar

Bm          G 
Só pra passatempo!
Bm          G 
Só pra passatempo!

[Introdução(2x)] 
 
A    F#m [Solo I(4x)] 
                 
Bm   G   [Solo II(2x)] 
               
[Introdução(2x)] 
 
A                F#m 
  Três rapazes espancando um
A                  F#m 
  E bem facíl pois ele é mais fraco
A                   F#m 
  Um tapa na cara e outro nas costas
A                       F#m 
  Um murro na boca e um chute no saco

Bm          G 
Só pra passatempo!
Bm          G 
Só pra passatempo!

[Introdução(2x)] 

A               F#m 
  A indiferença vai aumentando
A                        F#m 
  Nas diferentes classes sociais
A                      F#m 
  Serventes, médicos e empresários
A                     F#m 
  Que Deus disse "São todos iguais"

Bm          G 
Só pra passatempo!
Bm          G 
Só pra passatempo!

[Introdução(4x)]

Passamos por isso

Camisa de Vênus

Passamos por isso - Marcelo Nova / Karl Hummel

Tom: G
  
Em    D   D4   D [Introdução(8x)] 
                       
Em                   D   D4 
   O Ambiente é tão sério      
Am                   Em   D  D4 
   Não há lugar para ação         
Em                       D           D4 
  "Vê se conserva suas raízes", eles disseram
Am                         Em  D  D4 
  "Camisa de Vênus é alienaçáo"       

REFRÃO
G               Am 
  "Vocês vão obedecer", eles disseram
G            Am 
  "Vocês vão entender", eles disseram
G            Am           Em   D  D4 
  "Vocês vão aprender, a curtir MPB!"         

[Introdução(4x)] 
 
Em                    D      D4 
   E me falaram dos perigos   
Am                   Em    D  D4 
   Que eu encontraria aqui           
Em                            D    D4 
   Enquanto os mestres do bom gosto 
Am                        Em D  D4 
   Botavam samba pra eu ouvir     
   
[Refrão] 
 
[Introdução(4x)] 
 
SOLO
Em   D D4   Am     Em    D D4   Am     Em    D D4 
      
FALADO                                                                   
G 
   Eles têm medo do que não entendem
Am                                    G 
   Eles gritaram: "Isto não é música, é barulho
                             Am 
Vocês não vão a lugar nenhum com isso."
            G                                Am 
"Hmhmhmhmhm, seus otários! Nós atropelamos vocês!   
Nós passamos por isso"

[Introdução(4x)]

 
Em                      D    D4 
   Quiseram mudar nosso nome 
Am                   Em   D D4 
   Deixar tudo arrumadinho     
Em                      D     D4 
   Nos deram até a liberdade 
Am                  Em  D  D4 
   De tocar Brasileirinho    
 
[Refrão] 
 
Em     D    D4 Em   D   D4 
   Vá curtir MPB,                  
Em       D    D4 Em   D     D4 
   e vá curtir MPB                   
Em       D    D4 Em   D    D4 
   e vá curtir MPB.              
Em       D 
   VÁ CURTIR!  

termina com o solo de Brasileirinho e risadas...

O suicídio parte II

Camisa de Vênus

O suicídio parte II - Marcelo Nova / Gustavo Mullem

Intro: Am C G Am / Am C G F Am 
 
  (Am C G Am / Am C G F Am)                  
Cada dia que passava na prisão do seu lar - nos porões da alma
Era menos um motivo, havia tão poucos, para ele acreditar
Acordava todo dia ao som do despertador
Os ponteiros pareciam sempre a lhe dizer: o seu tempo já passou 

      (F G Am )
Não, ele não quer tentar
      (Am G F)
Não, ele não quer morrer
      (F G Am) 
Não, ele não quer sangrar
    (Am G F / F E)
Não, ele não quer viver 

repete intro:


 ( Am C G Am / Am C G F Am )
Diz que vai se dar bem pois não nasceu pra este calor
Se o mundo lhe desse chance, ao menos uma, ele seria um grande ator
Disfarça todas as suas mágoas entre as páginas da Veja
Mas o aluguel está sempre atrasado e acabou sua cerveja 

     (F G Am )
Não, ele não quer tentar
      (Am G F)
Não, ele não quer morrer
      (F G Am) 
Não, ele não quer sangrar
    (Am G F / F E)
Não, ele não quer viver 

Solo: (Am C G Am ) (F G Am / Am G F / F G Am / Am G F E ) (Am C G Am)

(Am C G Am / Am C G F Am)
Sonha que é a espada entre o Bem e o Mal
Deus Rei Imperador, qualquer um que seja, nunca houve outro igual
Ao lado de Herodes comandou o genocídio
Mas quando acorda assustado, está pronto pro suicídio 

      (F G Am )
Não, ele não quer tentar
      (Am G F)
Não, ele não quer morrer
      (F G Am) 
Não, ele não quer sangrar
    (Am G F / F E)
Não, ele não quer viver!!

Am / Am E G / E G Am

O ponteiro tá subindo

Camisa de Vênus

O ponteiro tá subindo - Marcelo Nova

Tom: A
  
 - Bb  -  B 
Intro: A7 

  A7 
Olhei para o relógio, era uma da manhã 
Bem no meio da dança ela tirou o sutien 
D                   A 
 E eu tentando entender, 
    E7            D               A   E7 
E fazendo Rock'n'roll até o amanhecer 

  A7 
Olhei para o relógio e já era quase duas 
O ponteiro tá subindo e ela tá ficando nua 
D                  A 
 E eu pagando pra ver, 
     E7           D                   A   E7 
E fazendo Rock'n'roll até não mais poder 

  A7 
Olhei para o relógio e já era quase três 
O que aconteceu eu vou contar para vocês 
D                   A 
 E eu tentando entender, 
     E7           D                A   E7 
E fazendo Rock'n'roll até o amanhecer 

 A7 
Olhei para o relógio e já era quase quatro 
Ela saiu da sala me levando para o quarto 
D                  A 
 E eu pagando pra ver, 
     E7           D                   A   Bb 
E fazendo Rock'n'roll até não mais poder 

 Bb7 
Olhei para o relógio e já era quase cinco 
Eu tentando desfarçar e ela pegando no meu cinto 
Eb                   Bb 
  E eu tentando entender, 
    F7            Eb              Bb  F7 
E fazendo Rock'n'roll até o amanhecer 

 Bb7 
Olhei para o relógio e já era quase seis 
Ela me disse: Marceleza, por favor, faça outra vez 
Eb                  Bb 
  E eu pagando pra ver, 
     F7           Eb                 Bb  F7 
E fazendo Rock'n'roll até não mais poder 

Bb7  Eb Bb F7 Eb Bb  F7 

 Bb7 
Olhei para o relógio e já era quase sete 
Ela disse: Baby, baby, como é bom, então repete 
Eb                     Bb 
   E eu tentando entender, 
    F7            Eb               Bb  F7 
E fazendo Rock'n'roll até o amanhecer 

  Bb7 
Olhei para o relógio e já era quase oito 
O tempo tá passando e como é bom esse biscoito 
Eb                  Bb 
  E eu pagando pra ver, 
     F7            Eb                 Bb  B 
E fazendo Rock'n'roll até não mais poder 

  B7 
Olhei para o relógio e já era quase nove 
De cabeça pra baixo e mesmo assim ela se move 
E                     B 
  E eu tentando entender, 
     F#7           E              B  F#7 
E fazendo Rock'n'roll até o amanhecer 

  B7 
Olhei para o relógio e já era quase dez 
Tá tudo certo, baby, só não morda os meus pés 
E                  B 
 E eu pagando pra ver, 
    F#7         E                    B  F#7 
E fazendo hum!! hum!! até não mais poder 

B7   E B F#7 E B  F#7 

  B7 
Olhei para o relógio e já era quase onze 
Ela queria mais, mas o ponteiro não é de bronze 
E                   B 
 E eu tentando entender, 
    F#7           E               B  F#7 
E fazendo Rock'n'roll até o amanhecer 

   B7 
Joguei o relógio fora quando era quase meio-dia 
Só errei no horário, mas me dei bem na pontaria 
E                  B 
 E eu pagando pra ver, 
     F#7          E                  B 
E fazendo Rock'n'roll até não mais poder 

Eta, negócio que cansa...

O país do futuro

Camisa de Vênus

Tom: G

(solo) (Bm) Bm G

  Bm      G
Aqui não tem problema, só se você quiser
    Bm        G
Este é o país do futuro, tenha esperança e fé
     Bm      G
Todo dia lhe oferecem, sempre o melhor negócio
      Bm   G
Vão levar a sua grana, vão lhe chamar de sócio
    D          C
Vai ficar tudo bem, acredite em mim, meu filho
           D               C
A gente aumenta o seu salário, dispara o gatilho
 Bm         G
Aí, pra que você não reclame, e tambem pra que não esqueça
   Bm          G
Dispararam o tal do gatilho, em cima da sua cabeça

    D           A
Nós vamos outra vez, pro fundo do buraco
  G       C
Você não tem vergonha, e eu já não tenho saco     (2x)
  D   A
E vamos outra vez, pro fundo do buraco
  G       C
Você não tem vergonha, e eu já não tenho saco

(solo) Bm G

   Bm           G
No peito um crachá, na boca um sanduiche misto
      Bm              G
Muito pouco aqui no bolso, mas muita fé em Jesus Cristo
     Bm   G
Quem sabe ele se zanga, desce lá do Corcovado
          Bm        G
Passa o cajado nessa corja, Deus também fica retado
                     D       C
Mas enquanto ele não vem, não vou ficar parado
          D        C
Segure a onda meu irmão, que eu já tô injuriado
     Bm   G
Se você não me respeita,_  vou radicalizar
       Bm              G
Meto a mão em seu focinho, eu tô cansado de apanhar

     D     A
Nós vamos outra vez, pro fundo do buraco
  G       C
Você não tem vergonha, e eu já não tenho saco     (2x)
  D       A
Estamos outra vez no fundo do buraco
  G      C
Você não tem vergonha e eu já não tenho saco...

(solo) Bm G

" E Æ Molengueira, os "bandido" tão atirando
pra tudo que é lado meu irmão...
sai de baixo...
Mas minha conta na Suíça tá uma beleza...
tá engordando.... há, há, ,,,,,,"

O mal que habita em mim

Camisa de Vênus

Tom: D
  

Intro (Riff)
   Bm    Bm     A/B   A        G/B    G    A/B    A
e--------------------------------------------------------|
B-3-----3-------2-----2--------0-----0------2-----2------|
G---4-----4-------2-----2--------0-----0------2-----2----|
D-----4-----4-------2-----2--------0-----0------2-----2--|
A-2----------------------------2-------------------------|
E--------------------------------------------------------|
(Riff)
O mal que habita em mim 

D                         D7+
Preso em sua jaula de fumaça 
   D7                          G
Fazendo sempre crer que é boa praça
  D       D7+        D7         G
A alma inchada de desejos e trapaças
     Bm               A       G
Lhe beija a fronte e ergue a taça

Bm            A                 G
Deus perdoe o mal que habita em mim > Refrão

   D                   D7+
É como um franco atirador
          D7                 G
Atento ouvindo o rufo do tambor
     D          D7+   D7        G
À espera de alguém ou algo de valor
          Bm        A            G
Com suas balas recheadas de amargor

Refrão 
    F#                E
Nas vezes em que ele quer me confundir
    F#m         E
Sorri e pede licença pra sair
   Bb                        A
Parece que finalmente vai sumir
   Bb                           A
Mas é quando mais devo me prevenir
     (Riff)
Desse mal que habita em mim  

(Riff)
O mal que habita em mim

   D                     D7+
Coitado tem andado a delirar
     D7                       G
Ele quer tantas fêmeas conquistar
 D                D7+
Fica sempre circulando
      D7                    G
Pois quer muitas delas ofuscar
     Bm            A          G
Pra todas poder enfim desapontar

Refrão

D                      D7+
Sabe muito bem como é ruim
D7                      G
Ser dia e noite um estopim
D            D7+ D7                  G
Que assim aceso vai buscar o próprio fim
            Bm       A              G
Pra uma vez morto viver como James Dean

Refrão

    F#                E
Nas vezes em que ele quer me confundir
    F#m         E
Sorri e pede licença pra sair
   Bb                        A
Parece que finalmente vai sumir
   Bb                           A
Mas é quando mais devo me prevenir
     (Riff)
Desse mal que habita em mim  

Solo: (Riff) 2x  (D D7+ D7 G) 2x  (Bm A G) 2x

D                          D7+
Sabe de coisas que eu não sei
    D7                        G
De drogas que eu não experimentei
   D      D7+   D7              G
Vivendo sempre como um fora da lei
    Bm            A          G
Em trevas que eu nunca penetrei

Refrão

D                        D7+
Disse que está de saco cheio
           D7                     G
Disse que anda com um pouco de receio
D                      D7+       D7         G
Disse que vai se regenerar, Há Há  eu não creio
   Bm                 A              G
É como um trem pro inferno não tem freio

Refrão

O adventista

Camisa de Vênus

O adventista - Marcelo Nova e Karl Franz Hummel

Tom:A

   A  
Eu acredito no bem e no mal
   G
Eu acredito no imposto predial
   D            D
Eu acredito, eu acredito
   A      
Eu acredito nos livros da estante
   G
Eu acredito em Flavio Cavalcante
   D   D
Eu acredito, eu acredito

Refrão:
    A           G
Nao vai haver amor
       F     E     D
Neste mundo nunca mais

   A
Eu acredito no seu ponto de vista
   G
Eu acredito no partido trabalhista
   D            D
Eu acredito, eu acredito
   A
Eu acredito em toda essa cascata
   G
Eu acredito no beijo do Papa
   D            D
Eu acredito, eu acredito

Refrão:

   A
Eu acredito em quem anda com fé
   G
Eu acredito em Xuxa e em Pelé
   D   D
Eu acredito, eu acredito
   A
Eu acredito na escada pro sucesso
   G
Eu acredito em ordem e progresso
   D   D
Eu acredito, eu acredito

Refrão:

   A
Eu acredito que o amor atrai
   G
Eu acredito em mamãe e em papai
   D       D
Eu acredito, eu acredito
   A
Eu acredito no Cristo que padece
   G
Eu acredito no INPS
   D
Eu acredito, eu acredito

Refrão:

   A
Eu acredito no milagre que não vem
   G
Eu acredito nos homens do bem
   D            D
Eu acredito, eu acredito
   A
Eu acredito nas boas intenções
   G
Mas esse papo já encheu os meus botões
       D                D
Eu não acredito, Eu não acredito!

Negue

Camisa de Vênus

Negue - Adelino Moreira e Enzon dos Passos

Tom: E
  
"Eu disse Negue o seu amor, o seu carinho
Diga que você já me esqueceu
     B            Bb      A 
E eu mostro minha boca molhada,
   G#      G           F#  F  E 
E ainda marcada por um beijo teu 

E 
Negue seu amor, o seu carinho
E 
Diga que você já me esqueceu
E 
Siga machucando, esfacelando
E 
Este coração que ainda é teu 
G                           A 
Diga que meu pranto é covardia
           C                           E 
Mas não esqueça que você foi minha um dia
G                           A 
Diga que meu pranto é covardia
           C                           E 
Mas não esqueça que você foi minha um dia

E 
Diga que já não me quer
E 
Negue que me pertenceu 
      B           Bb      A 
E eu mostro minha boca lascada
    G#        G           F# F  E 
E toda arrebentada por um beijo teu
      B           Bb      A 
E eu mostro minha boca marcada
    G#        G           F#  F  E 
E toda arrebentada por um beijo teu
 
E 
Negue o seu amor, o seu carinho
E 
Diga que você já me esqueceu
E 
Siga machucando, esfacelando
E 
Este coração que ainda é meu 
G                           A 
Diga que meu pranto é covardia
           C                           E 
Mas não esqueca que você foi minha um dia
G                           A 
Diga que meu pranto é covardia
           C                           E 
Mas não esqueca que você foi minha um dia

E 
Diga que já não me quer
E 
Negue que me pertenceu 
      B           Bb      A 
E eu mostro minha boca lascada
    G#        G          F#  F  E 
E toda esfacelada por um beijo teu
      B           Bb      A 
E eu mostro minha boca lascada
   G#      G           F#  F  E 
E ainda marcada por um beijo teu"

Muita estrela, pouca constelação

Camisa de Vênus

Tom: A
  
Intro: G > A  F > G  E > F  G > A  A D E A E

   A                    
"A festa é boa, tem alguém que tá bancando
 F
Que lhe elogia enquanto vai se embriagando
 E
E o tal do ego vai ficar lá nas alturas
  A              A  A
Usar brinquinho pra  romper as estruturas 
  A
E tem um punk se queixando sem parar
 F
E um evil querendo desmunhecar
 E
E o tal do heavy, arrotando distorção
  A         A A    
E uma dark em profunda depressão 

Refrão:(sempre 2x)
        G                      D 
Eu sei até que parece sério, mas é tudo armação
      G           E
O problema é que tem muita estrela, pra pouca constelação

Solo: A D E A E

A 
Tinha um junkie se tremendo pelos cantos
F
Um empresário que jurava que era santo
E
Uma tiete que queria um qualquer
  A          A A
E um sapatão que azarava minha mulher 

A
Tem uma banda que eles já vão contratar
F
Que não cria nada, mas é boa em copiar
E
A crítica gostou, vai ser sucesso ela não erra
A               A A
Afinal, lembra o que se faz na Inglaterra 

Refrão:
Solo:(D E D)4x (E F E)1x (D E D)1x(E F E)1x E 
(Agora vem a periferia!")

     A
O fotógrafo ele vai documentar
  F
O papo do mais novo big star
 E
Pra aquela revista de rock e de intriga
A            A A 
Que você lê, quando tem dor de barriga 
A
E o jornalista ele quer bajulação
F
Pois new-old é a nova sensação
E
A burrice é tanta tá tudo tão à vista
A            A A
E todo mundo pousando de artista 

Refrão:(4x)
termina em A

"Fala aí Marceleza!" 
"ô Rauzinho, Camisa de Vênus 
não é só frescura, he he he!"

Morte ao anoitecer

Camisa de Vênus

Tom: D
  

(Bm F#7 G F#7) 
Nós ouvimos o som através do quarto 
e procuramos a melhor sintonia 
os cães estavam tão inquietos  
naquela tarde longa, úmida e fria 
(D A G F#7) 
Eu me lembro, morte ao anoitecer 

(Bm F#7 G F#7) 
Brindamos aos bons e velhos tempos 
erguemos taças cheias de vinho 
você estava tão meiga e pálida 
gotas vermelhas no lençol de linho 

(D A G F#7) 
Eu me lembro, morte ao anoitecer 

(Bm F#7 G F#7) 
O silêncio se abateu sobre a casa 
calando suspiro de outros dias 
não éramos mais assim tão jovens 
no álbum apenas velhas fotografias 

(D A G F#7) 
Eu me lembro, morte ao anoitecer

Meu primo Zé

Camisa de Vênus

Meu primo Zé - Marcelo Nova - Franz Humme

Tom: C
  

De: Marcelo Nova - Franz Hummel 

Intro: (A E) 5X

             A             E 
 Eu tenho um primo chamado Zé 
        A            E 
 Queria ser como ele é 
 G               C 
 Sempre gentil e arrumado 
       G             C 
 Ele é muito bem relacionado 
          A            E 
 Ele encontrou a felicidade 
        A                 E 
 Freqüentando a alta sociedade 
     G              C 
 Tem três garotas para transar 
     G                         C 
 Mas guarda uma virgem que é para casar (ah!)

 A           E 
 O meu primo Zé 
        A            E 
 Queria ser como ele é 
   G         C
 É o orgulho da família 
     G         E 
 É o predileto da mamãe 

A E A E A E A E A E 

          A               E 
Mas ele entende de engenharia 
     A           E 
 medicina e economia 
     G               C 
 Pra impressionar traçou um plano 
    G                       C 
 Comprar um carro novo todo fim de ano 
          A             E 
 E quando tá afim de emoção 
         A             E 
 Zé vê novela na televisão 
 G                   C 
 Desde garotinho ele me batia 
       G                  C 
 Pois usava golpes que eu não sabia 

 A           E 
 O meu primo Zé 
        A            E 
 Queria ser como ele é 
   G         C 
 É o orgulho da família 
     G         E 
 É o predileto da mamãe 

A E A E A E A E A E 

          A               E 
Mas ele entende de engenharia 
     A           E 
 medicina e economia 
     G               C 
 Pra impressionar traçou um plano 
    G                       C 
 Comprar um carro novo todo fim de ano 
          A             E 
 E quando tá afim de emoção 
         A             E 
 Zé vê novela na televisão 
 G                   C 
 Desde garotinho ele me batia 
       G                  C 
 Pois usava golpes que eu não sabia 

 A           E 
 O meu primo Zé 
        A            E 
 Queria ser como ele é 
   G         C 
 É o orgulho da família 
     G         E 
 É o predileto da mamãe 

A E A E (A)

Metástase

Camisa de Vênus

Metástase - Marcelo Nova / Franz Hummel

Tom: A
  
             (A)               (A)
  Introdução: Alooooooou, Alooooooou

(A)
   Marx sacou um dia que andava confuso
Mas havia milhares para ele fazer uso!
F#                                 A 
Livros vendidos o sistema comprou,    
Você aprendeu e então dançou
F# 
Mais uma esquerda, outra direita
                      A 
Mais um ideal e mais uma mutreta 

[Introdução] 
 
(A) 
   Hitler sacou um dia, que andava inseguro
Mas já era muito tarde para derrubar o muro
F#                               A 
A atitude tinha de ser drástica,    
Até morrer pela suástica
F# 
Mais um católico, mais um ateu,
                      A 
Mais um crioulo, mais um judeu  

[Introdução] 
 
(A) 
  Freud sacou um dia que ele podia pirar
Mas havia centenas para ele analisar
 F#                              A 
"O seu problema é esquizofrenia,    
Agora pague e volte outro dia!"
F# 
Mais um que vem, mais um que sonha
                       A 
Mais um orgulho, mais uma vergonha

[Introdução] 
 
SOLO EM (A)  
A             A             D 
    O jogo acabou e você perdeu
          A              D 
Era pra subir e você desceu
 E               D 
Agora que já perdeu o trem
     E 
Não acredita em mais ninguém 
 
[Introdução] 
 
(A) 
  Jesus sacou um dia que podia enlouquecer
Mas havia um rebanho para ele converter
  F#                               A 
O Pai havia aberto o portão do céu    
A cruz estava lá, era seu troféu
F# 
Mais um que cai, mais um que gira,
                        A 
Mais uma verdade, mais uma mentira.

Mão católica

Camisa de Vênus

Tom: A

(intro) A F#m D E

A                     F#m
Nascer com o mal na alma
      D              E
Pro batismo libertar
A                       F#m
Carregar a cruz de toda culpa
          D         E
E coloca-la no altar
A                           F#m
Domingo tem a missa obrigatória
         D                     E
Ajoelhar perante a santa inquisição
A                         F#m
Pras bruxas temos a fogueira
D                           E
Pros santos nós temos o perdão

(refrão)
C                        B  F#
Você só tem que confessar
C                      B  F#
Pedir a Deus pra perdoar
C           D            E
Não tento atos de heroísmo
C
Mea culpa
Mea culpa
D                        E ( G Gb F )
Mão fechada do catolicismo

(solo) A  F#m D E  (3x)
       C  D   E (2x)

( A  F#m D E )

A                     F#m
Nascer com o mal na alma
    D               E
Pro batismo libertar
A                              F#m
Carregar a cruz de toda essa culpa
       D            E
E coloca-la no altar
A                                F#m
A Santíssima Trindade ilumina o mistério
D                                  E
Pecar, blasfemar, essa é a nossa sina
A                            F#m
Então engolir o corpo de Cristo
        D                       E
E agradecer essa herança divina

Lena

Camisa de Vênus

Lena - Marcelo Nova / Karl Hummel

Tom: D
  
Introdução:

Riff 2x
E|---------------------------------------|
B|--------1----------3----------4--3--1--|
G|------0----0-----0----0-----0----------|
D|----2----------4----------2------------|
A|--3----------3----------3--------------|
E|---------------------------------------|

Bm G F#m Em

Bm                  G  
Lena como foi que aconteceu
       F#m        Em
Tanto tempo já passou
   Bm               G
Você foi dar um mergulho
       F#m            Em
E por pouco não se afogou
Bm                   G
Lena você ainda se impressiona
     F#m         Em
Com carros sem capota
     Bm            G
Com discos de Bob Dylan
    F#m                 Em
E madames com cara de idiotas
Bm                G
Lena onde estão aquelas fotos
      F#m          Em
Com você pousando nua
  Bm                   G
E que livravam a minha cara
         F#m          Em
Quando você estava na rua


Refrão: 2x

C                 A
Lena veja o que o tempo faz
          C 
Com as pessoas que não querem
   A
Perder o gás


Teclado: (Bm G F#m Em) 2x


Bm          G
De sair na sexta a noite
      F#m          Em
Você logo ficava afim
  Bm              G
E eu ficava com a impressão
           F#m                Em
Que essa cidade estava contra mim
    Bm                G
Em Nova Yorque foi ao Vilage
         F#m  Em 
Pegou um táxi, down, down
Bm               G
Apertou a mão de Lian Hunter
F#m                 Em
Hei isso aqui não é  nada mal
     Bm               G
Já voamos a favor do vento
  F#m                Em
Nadamos contra correnteza
    Bm             G
Mas nada foi suficiente
      F#m            Em
Isso nós já temos certeza


Repete: Refrão

Solo: (Bm G F#m Em) 6x

 
Bm                  G  
Lena como foi que isso aconteceu
       F#m        Em
Tanto tempo já passou
   Bm               G
Você foi dar um mergulho
       F#m            Em
E por pouco não se afogou
Bm                   G
Lena você ainda se impressiona
                     F#m             Em
Com aqueles carros antigos vermelhos  sem capota
     Bm            G
Com discos de Janes Joplin
    F#m                 Em
E madames com cara de idiotas
Bm                G
Lena onde estão aquelas fotos
      F#m Em
Com você   nua
  Bm                   G
E que livravam a minha cara
         F#m          Em
Quando você estava na rua

Homem não chora

Camisa de Vênus

Homem não chora - Marcelo Nova / Karl Hummel

Tom: C

(E F) [INTRODUÇÃO(2x)] 
             
E 
Desde o dia em que nasceu 
F 
Nunca mais ele esqueceu 
  E 
Mamãe gritou, papai berrou 
  F 
Mamãe tremeu, papai bateu 

E 
E dos padres do colégio 
F 
Castigo, Deus e sacrilégio 
E 
Insegurança e pavor 
F 
Quadro negro e professor 

G 
Mas tanto bate até que fura
    C 
Universidade, formatura
G 
De lá sai pra trabalhar
 C 
Casamento e procriar, oh!

[INTRODUÇÃO(1x)] 
 
E 
Dorme nervoso e acorda tenso 
F 
Mas sempre diz que tem bom senso 
E 
Educado e elegante 
F 
E sua mulher tem um amante 

E 
Conta o ano a cada dia 
F 
Esperando a aposentadoria 
E 
Não tem futuro, só passado 
F 
E vai ficando esclerosado 

  G 
E carregando esta ferida
 C 
Diz que a missão já está cumprida
 G 
Não sabe se o descanso eterno
 C 
Vai ser no céu ou no inferno

Solo em (E F)
        
[INTRODUÇÃO(1x)] 
 
E 
Desde o dia em que nasceu 
F 
Nunca mais ele esqueceu 
E 
Mamae gritou, papai berrou 
F 
Mamae tremeu, papai bateu 

E 
Homem não chora, Homem não chora,
F 
Homem não chora, Homem não chora,
E      F      E      F     E 
Nunca, nunca, nunca!

Hoje

Camisa de Vênus

Tom: A  

E                             
Ouvi noticias, de muito longe,     
             D    A    E
    batendo na minha porta
                                           D    A    E
Eu vi  os garfos, eu vi as facas,  em cima da mesa posta
                               D           A    E
Pra que mensagens e telegramas se você chega e some
                                 D      A    E
Tenho dinheiro e cpf mas nao me lembro o meu nome

( D A E )
Nao há mais festa nem carnaval

Acho que eu fui  enganado
( D A E )
Me diga as horas eu vou me embora

E                                        D     A     E
Prá quê escolas  e  faculdades? nao a nada prá aprender
                                         D     A     E
Eu já não vejo, eu já não penso, já não consigo escrever
                                         D     A    E
Sou faixa preta; toco guitarra; um dia vou pular de asa
                                         D   A      E
Durmo de dia trabalho a noite nem sei se volto pra casa

( D A E )
Nao há mais festa nem carnaval

Acho que eu fui  enganado
( D A E )
Me diga as horas eu vou me embora

E                                    D   A      E
Olho pro trânsito, olho o sinal, tá tudo engarrafado
Fitas k7, computadores e homens codificados
Tem uma loira que tá afim, a ruiva diz que me ama
A negra quer e eu já nem sei quem eu levo pra cama

( D A E )
Não há mais festa nem carnaval


acho que eu fui enganado
( D A E )
Me diga as horas, eu vou me embora


Hoje  eu tô atrasado
E                                    D     A     E
Tô abafado me dá licença,  vê se sai da minha frente
Tenho miopia, sou hipertenso, meu pé ta sempre dormente
Amsterdã, via paris, acho que é nesse que eu vou
Mudei o corte do meu cabelo  já nem sei como eu sou

( D A E )
Não há mais festa nem carnaval


acho que eu fui enganado
( D A E )
Me diga as horas, eu vou me embora hoje, eu tô atrasado

Gotham City

Camisa de Vênus

Gotham City - Macalé / Capinam

Tom: D

Intro: E / G F#m (E G F#m)

(E)        G F#m E
Aos 15 anos eu nasci em Gothan City _  _  _
(E)           G F#m E
E era um céu alaranjado em Gothan City _  _  _
(E)                 A7
Caçavam bruxas nos telhados em Gothan City
   B7
No dia da Independência Nacional
------------------------------------------------------
Refrão
   E    G      F#m         E
Cuidado! há um morcego na porta principal
   E           G        F#m      E    (E G F#m)  *
Cuidado! há um abismo na porta principal
------------------------------------------------------
(E)             G F#m E
Eu fiz um quarto bem vermelho aqui em Gothan City _  _  _
(E)      G F#m E
Sobre os muros altos da tradição em Gothan City _  _  _
(E)             A7
No cinto de utilidades as verdades Deus ajuda
   B7
A quem cedo madruga em Gothan City.

Refrão.

Solo: (E G F#m)

      G F#m
No céu de Gothan City há um sinal _  _
            G F#m
Sistema elétrico e nervoso contra o mal _  _
             A7
Tem um sambinha, tem futebol e tem carnaval
   B7
Todos estão dormindo em Gothan City

Refrão.

(E)            G F#m E
Os mortos vivos perambulam aqui em Gothan City _  _  _
(E)                   G F#m E
Agora vivo o que eu vivo em Gothan City _  _  _
(E)                                A7
Chegou a hora da verdade em Gothan City
      B7
E a saída é a porta principal

Refrão.

Solo: E (G F#m E)

Faça a coisa certa

Camisa de Vênus

Faça a coisa certa - Marcelo Nova

Tom: D
  
INTRO : D

D
"Que coisa é essa que lhe arranca da cadeira
          G                   D
Lhe põe de pé e faz você partir
Mas que também lhe traz de volta e nessa volta
          G                   D
Você pergunta como é que pode ir

D
Que coisa é essa que não dá explicação
          G                   D
Nem sempre justa e quase sempre radical
Que toma e leva e foge pela contramão
          G                   D
Você não tem happy end no final

A             D   A                  D
O café está frio, os papéis estão voando
A             D                G          A              D
A casa está deserta e ninguém mais sabe fazer a coisa certa

D
Que coisa faz você cumprir a sua sina
          G                   D
Que lhe ensina a sentir medo de tentar
Se é o acaso que lhe espera lá na esquina
          G                   D
E é com ele que você vai se tentar

D
Que coisa faz você queimar como um cometa?
          G                   D
Já lhe desperta antes mesmo de dormir
Que engole e suga como uma boceta
          G                   D
Espreme e prende pra lhe fazer explodir

 REFRAO

D
Que coisa é essa que puxa o seu tapete
          G                   D
Quando você se prepara pra voar
Tão intensa e violenta quanto a vida
          G                   D
Tal qual a morte não se pode evitar

D
Que coisa é essa estampada em sua face
          G                   D
Não se assuste por não poder controlar
Pois o mal cheiro onde quer que a gente passe
          G                   D
Vem de um perfume que nós ainda vamos usar"

Eu não matei Joana D'Arc

Camisa de Vênus

A               D    C      A
            Eu nunca tive nada com Joana D`Arc
                        D    C      A
Nós nos encontramos pra passear no parque
                  D    C       A
Ela me falou dos seus dias de glória
                                 D      C      A
E do que não está escrito lá nos livros de história
       B       D             G        B
Que ficava excitada quando pegava na lança
               D       G           B
E do beijo que deu na rainha da França
            D              G            B
Agora todos pensam que fui eu que a cremei
                      D         G            B
Mas eu não sou piromaníaco, eu juro que não sei
   F           Am          F            Am
Ontem eu nem a vi, sei que eu não tenho álibi
    F             G          A   D  C
Mas eu, eu não matei Joana D``Arc
     A                             D    C    A
Eu nunca tive nada nada nada nada com Joana D``Arc
                       D    C      A
Nós só encontramos pra passear no parque
                     D      C      A
Ela  me falou que andava ouvindo vozes
                                   D     C      A
Que pra conseguir dormir sempre tomava algumas doses
      B            D       G            B
Uma rede internacional iludiu aquela menina
                   D             G           B
Prometendo a todo custo transformá-la em heroína
                 D       G       B
Agora eu tou entregue à CIA e à KGB
                      D           G            B
Eles querem que eu confesse, mas eu nem sei o quê

Essa linda canção

Camisa de Vênus

Tom: A
  

          A7
Eles lhe fodem se você vai trabalhar
Eles lhe fodem quando querem seu lugar
         D7                      A7
Eles lhe fodem se você é um campeão
         B7                    E7
Eles lhe fodem se você é um cuzão

    F                     A
Mas esse caminho é tão comprido
G          E    A
Todo mundo tá fodido
          A7
Eles lhe fodem quando você é uma gostosa
Eles lhe fodem quando você é gulosa
         D7
Eles lhe fodem se você fica calado
          B7                        E7
Eles lhe fodem quando estão do seu lado

    F                     A
Mas esse caminho é tão comprido
G          E    A
Todo mundo tá fodido

          A7
Eles lhe fodem quando você marca touca
Eles lhe fodem se você é bicha e louca
         D7
Eles lhe fodem quando você contra-ataca
          B7                  E7
Eles lhe fodem se você é um babaca

    F                     A
Mas esse caminho é tão comprido
G          E    A
Todo mundo tá fodido

          A7
Eles lhe fodem se você é um negão
Eles lhe fodem baby se você é um mulherão
         D7
Eles lhe fodem se você é japonês
          B7                         E7
Eles lhe fodem quando chega o fim do mês...

    F                     A
Mas esse caminho é tão comprido
G          E    A
Todo mundo tá fodido

          A7
Eles lhe fodem se você é dedo-duro
Eles lhe fodem quando você pula o muro
         D7
Ah! eles lhe fodem se você é um valentão
          B7                      E7
Eles lhe fodem quando você tem razão

    F                     A
Mas esse caminho é tão comprido
G          E    A
Todo mundo tá fodido

          A7
Eles lhe fodem quando você vai votar
Eles lhe fodem se você acreditar
         D7
Eles lhe fodem quando a coisa fica preta
          B7                E7
Eles lhe fodem e não é na buceta

    F                     A
Mas esse caminho é tão comprido, oh yeah!
G          E    A
Todo mundo tá fodido
    F                     A
Mas esse caminho é tão comprido
G          E    A
Todo mundo tá fodido...

E se eu chegar?

Camisa de Vênus

E se eu chegar? - Marcelo Nova/ Karl Hummel

Tom: D

Intro: C F C F

  (F)         C         
 E se eu chegar batendo 
            F            C
 Com força na sua porta
    F            C
 Será que você levanta 
     Eb           
 Ou apenas o seu sono 
   F          C    ( Eb D C ) 4x
 Ainda é tudo que importa?
   (C)                 
 E se eu chegar tremendo
    F                        C
 Temendo nunca mais me recompor
   (C)   F                 C
 Será que você me entende 
       Eb      
 Ou o braço que se estende 
       F           C
 Será apenas um favor?
        
 Refrão:
   (C)    F         C            G
  E quando você  disser cuidado, 
     F             C           G
 Cuidado com o que você quer dizer
     F        C           G      
 E quando você  disser cuidado, 
 F          C    (Eb D C) 4x
  Então cuidado com o que você quer dizer

 
     C         
 E se eu chegar fedendo, 
   F                     C
 Como um pombo que perdeu a direção
                           C
 Será que você me abraça 
           Eb              
 Ou me intoxica com o silêncio 
                  F           C
 Que envolveu seu coração?
 
 Refrão:
 
 Solo: A
 (Eb D C)4x
 

    C
 E se eu chegar correndo
   (C)                F              C
 Querendo fazer num dia o que só se faz num mês 
    (C)
 Será que você me acalma 
      Eb                       F            C
 Ou arranca a minha alma e a devora de uma vez?

      Refrão: 2x
      (Eb D C) 4x

Don't let me be misunderstood

Camisa de Vênus

Tom: C
  
(riff)

Am                      G
-----------------|----------------------
-----------------|----------------------
-----2h0--2h0 2~-|-------2--4--4/5--4~--
-0p2-------------|---0p2----------------
-----------------|----------------------
-----------------|----------------------


 Am                 G
baby, do you understand me now
F                           E
  sometimes i feel a little mad
      Am                                   G
well don't you know that no-one alive can always be an angel
F                                   E
  when things go wrong i seem to be bad

(coro)
C                      Am                  G
i'm just a soul who's intentions are good
F                                Am
oh lord   please don't let me be misunderstood

baby, sometimes i'm so carefree
with a joy that's hard to hide
and sometimes it seems that all i have to do is worry
and then you're bound to see my other side

F            G       F           G
  if i seem edgy, i want you to know
 F            G               C     Am/E
that i never mean to take it out on you
F                 G             F       G
  life has it's problems and i get my share
     F                        E
and that's one thing i never mean to do, 'cause i love you

oh, oh, oh, baby, don't you know i'm human
have thoughts like any other one
sometimes i find myself long regretting
some foolish thing, some little simple thing i've done

Dogmas tecnofacistas

Camisa de Vênus

Dogmas tecnofacistas - Marcelo Nova / Karl Hummel

Tom: C
  

 Bb     F      [Introdução(4x)] 
                   
            Bb          F 
Entrou e ficou impressionado
              Bb            F 
Com essa porcaria aí do seu lado
          Bb               F 
Ela vai fazer sua vida completa
              Bb              F 
O homem de sucesso atinge sua meta

Bb   G     F 
               
Bb    G    F    Bb     G   F 
Tudo tão legal, de se admirar
Bb    G      F 
Tudo alto astral
          G         Bb 
Acho que vou... vomitar!

[Introdução(4x)] 
 
F                 Bb 
Novos dogmas são planejados
 F                  Bb 
Velhos anseios são adaptados
  F                    Bb 
O tecnofascista mostra o caminho
 F                     Bb
"Siga a matilha ou vai morrer sozinho"

Bb   G     F 
               
Bb    G     F   Bb     G   F 
Tudo tão legal, de se admirar
Bb    G      F 
Tudo alto astral
          G         Bb 
Acho que vou... vomitar!

[Introdução(4x)] 
 
F              Bb 
Já temos tudo que não leva a nada
F                  Bb 
Temos inteligência pré-fabricada
F                Bb 
Se sua vida estragar um dia
F                Bb 
Pode trocar, que tá na garantia

Bb   G     F 
               
Bb    G     F   Bb     G   F 
Tudo tão legal, de se admirar
Bb    G       F 
Tudo alto astral
          G         Bb 
Acho que vou... vomitar!
Bb    G     F   Bb     G   F 
Tudo tão legal, de se admirar
Bb    G       F 
Tudo alto astral
          G 
Acho que vou... 
Bb 
Argh!!!

Deus me dê grana

Camisa de Vênus

Deus me dê grana - Marcelo Nova

Tom: C
  

    C              Am               Em 
Senhor, vou lhe falar: Nunca pedi assim! 
Am 
Sempre rezei pros outros 
     Em 
Mas desta vez é pra mim 
C                   Am 
Perdi tudo o que eu tinha 
        Em 
Sei que fiz muita besteira 
    Dm 
Mas se você não achar o meu bolso, Deus 
     Am 
Por favor coloque na carteira 
 
(A E F#m B) 2x 
 
       A           E          F#m          B 
Se eu fico aqui parado, nessa bobeira sem fim 
 A              E           F#m          B 
Logo, logo os "hôme" vão estar atrás de mim 
   A          E        A          E 
Você tá numa boa, é o dono do paraíso 
             A            E               F#m     B7        E 
Então me empresta uns trocados, Deus, é só disso que eu preciso 
 A           E     A           E 
Deus me dê grana, Deus, por favor 
 A           E         F        G        A 
Deus me dê grana, seu filho tá na de horror 
 
A             E            F#m           B 
De manhã bem cedo, alguém bate em minha porta 
  A         E               F#m        B 
É a proprietária que eu sonhei estava morta 
A            E         A      E 
Pulo pela janela na maior correria 
    A          E              F#m    B7     E 
Mas é muito difícil, Deus, com a barriga vazia 
 A           E     A           E 
Deus me dê grana, Deus, por favor 
 A           E         F        G        A 
Deus me dê grana, seu filho tá na de horror 
  
Solo:  
(A E F#m B) 4x 
(A E) 4x 
 
A                    E         F#m           B 
Quando passa aquela loura, que mora aqui do lado 
A          E           F#m        B 
Só de imaginar eu fico super excitado 
     A               E        A      E 
Mas como eu posso armar uma treta decente 
     A           E                  F#m  B         E 
Se até me falta pasta, Deus, pra eu escovar os dentes 
 A           E     A           E 
Deus me dê grana, Deus, por favor 
 A           E         F        G        A 
Deus me dê grana, seu filho tá na de horror 
 
 A          E          F#m       B        
Senhor, eu sei que você é gente fina 
        A         E         F#m          B 
Sei também que dureza nunca foi a minha sina 
   A            E        A           E 
Aceito de bom grado uma bolada qualquer 
   A             E                 F#m   B     E 
Pode me dar em cheque, Deus, ou em dólar se puder 
 A           E     A           E 
Deus me dê grana, Deus, por favor 
 A           E         F        G        A 
Deus me dê grana, seu filho tá na de horror

Correndo sem parar

Camisa de Vênus

Tom: F
  
Intr.: Dm... Dm Bb C Dm 

Dm                  Bb    C                        Dm
Quando você sai de casa e vai pichar os muros da cidade
            Bb             C                  Dm
Rebelde sem causa pois já não mais porque esperar
                    Bb     C               Dm
O calor bate brava noite e eu já começo a suar 
                     Bb     C                   Dm
Mas até até até que enfim você tá aqui perto de mim
   F           G             Bb           C
Entre aqui no carro que hoje nós vamos ficar
________________________________________
    Dm     |
Correndo sem parar, correndo sem parar |
Correndo sem parar, correndo sem parar  | REFRÃO  
     |
Solo (Dm Bb C Dm ) 2X   |
________________________________________|

                     Bb        C                     Dm
De dia abaixamos a cabeça pois nós precisamos dessa grana
            Bb              C                     Dm
Que aumenta fome, de amor e ódio que dividimos na cama
                           Bb    C                      Dm
Sempre sempre sempre concordar e nunca questionardes o otário
                       Bb     C                      Dm
Mas hoje honey doney o lance não não não vai ser romance 
  F       G          Bb                    C
Baby essa é a nossa chance hoje nós vamos ficar 

REFRÃO

    Dm      Bb     C            Dm
Eu sinto no ar que tudo pode acabar
                  Bb          C             Dm   
Que tal se transformar em fantasmas do underground 

Dm...
REFRÃO
                  Bb          C                Dm
To ansioso pra começar vamos logo de a partida já 
                        Bb           C                       Dm
O som tá alto tá alto e bom aumente mais é assim que tem que ser
                        Bb    C                    Dm
Eletricidade nas minhas veias olhe você mesma pode ver 
                  Bb       C                    Dm  
Que não a ninguém    nesse mundo que possa nos deter
   F      G          Bb                       C 
Baby essa é a nossa chance e hoje nós vamos ficar 

REFRÃO

b              Correndo sem parar, correndo sem parar
a              quando o sol raia e o bêbado vomitar
t              quando a cidade acordar e a
e              rotina recomeçar a vizinhança vai reclamar
r              mas quando a policia chegar nós ainda vamos estar
i                nós ainda vamos estar
a

Dm
Correndo sem parar, correndo sem parar

Correndo sem parar, correndo sem parar

Cocaína

Camisa de Vênus

Tom: E
  
Introdução: E

E
Lá vem a garota toda de dourado
E
Mas eu já tou completamente travado
  B        A                   E
Cocaína   na minha cabeça
B
Oh baby isso tá acabando comigo
A
Oh baby por favor não me esqueça
E          A                     E
Cocaína   na minha cabeça
E
Lá vem a garota toda de marrom
E
Eu pensei que isso fosse bom
B          A                   E
Cocaína   na minha cabeça
B
Oh baby isso tá acabando comigo
A
Oh baby por favor não me esqueça
E            A                 E
Cocaína   na minha cabeça
E
Lá vem a garota toda de amarelo
E
Mas hoje ela não quer dar pra Marcelo
B            A                  E
Cocaína   na minha cabeça
B
Oh baby isso tá acabando comigo
A
Oh baby por favor não me esqueça
E           A                     E
Cocaína   na minha cabeça

Solo

E
Lá vem a garota toda de violeta
E
Que cheiro bom que sai dessa borboleta
B           A                   E
Cocaína   na minha cabeça
B
Oh baby isso ta acabando comigo
A
Oh baby por favor não me esqueça
E            A                  E
Cocaína   na minha cabeça
E
E lá vem a garota toda de azul
E
Por mim vocês todos vão tomar no cú
B           A                   E
Cocaína   na minha cabeça

Chamam isso Rock´n Roll

Camisa de Vênus

Tom: A
Capotraste na 1ª casa  

(intro)  E A

E                      A7
Há meia hora alguém ligou
     E              A7
Amanhã é dia de viajar
 C                 E
Pra São Paulo ou Salvador
       D     A          E
Um contrato, obriga a tocar

E                    A7
Correr pra fazer as malas
E                      A7
Você na estrada outra vez
C                E
Isso já nem lhe abala
     D          A             E7
Não sabe o dia nem importa o mês

E             A7
Engolindo este café
E                   A7
Pra não perder o avião
C          E
Tem que apertar o cinto
   D     A          E7
E comprimir a sensação

E        A7
Sono perdido não tem cura
 E          A7
Como não tem essa pressão
   C                  E
a 10 mil metros de altura
   D     A            E
Você queria estar no chão

 E             A7
Esses caminhos tão compridos
  E      A7
Até já parecem tão normais
      C                   E
Os hotéis são sempre parecidos
  D     A           E
E as garotas são iguais

 E   A7
A imprensa vai entrevistar
 E       A7
E fotografias pra fazer
    C                    E
São sempre as mesmas perguntas
  D         A            E7
Você já cansou de responder

      E      A7
Vamos lá, passar o som
     E          A7
O ensaio tá atrasado
  C                   E
Parece que agora está bom
    D    A         E
Tá todo mundo esgotado

   E                   A7
Ouvindo a multidão berrar (Bota pra Fudê! Bota Pra Fudê!)
  E       A7
É hora de abrir o show
 C                   E
Nem deu tempo de afinar
      D             A
Eles chamam, chamam isso
        E
Rock'n'roll"

( D A E )

 D     A             E
Chamam Isso Rock And roll

Casas modernas

Camisa de Vênus

Tom: E
  
(intro) E C#m

E                                C#m
Essa é a minha casa, esse é o meu lar
E                               C#m
Através do olho mágico alguém a buzinar
B                        A
Da minha casa eu vejo o mundo
B                         A
Vejo a cidade crescendo ao fundo

E                          C#m
Imponente símbolo de decadência
E                         C#m
Grande avanço da nossa ciência
B                     A
Orgulho da nossa industria
B                         A
Cicatrizes da nossa industria

(refrão)
(F G A)
Vivemos em casas modernas, arquitetura segura e eterna
(F G A)
Vivemos em casas modernas, arquitetura segura e eterna

(solo)

E                            C#m
O equilíbrio entre formas e cores
E                          C#m
Demonstra uma perfeita simetria
B                          A
Em minha casa eu tenho um quarto
B                        A
Me tranco nele todos os dias

E                          C#m
Maria Alice ela esta realizada
E                        C#m
Comprou uma casa esterilizada
B                    A
Lá não nasce planta, não nasce bicho
B              A
Não nasce gente, não nasce nada

(refrão)

(F G A)
Deus abençoe as casas modernas

Bota pra fudê

Camisa de Vênus

Bota pra fudê - Marcelo Nova

Tom: E

E                                            A
Se você correu tantas vezes atrás de fantasmas
                                                    E
Que tão covardes não souberam nem ao mesmo lhe assustar
                                              A
Se já dançou encurralado no meio de tanto chuva
                                     E
E nenhuma gota foi capaz de lhe molhar

E                              G             
Então bota pra fudê, sobre o leite derramado 
                A          E
      não há muito o que fazer     
Então bota pra fudê, se você não ganhou nada 
       não tem nada pra perder

E                                    A
Que coisa é essa estampada em sua face
                                      E
Você levou a vida inteira pra encontrar
                                         A
E se não tem mais nada aí que valha a pena
                                E
Levaram tudo antes de você chegar

E                                      A
Se nada acontece, a vida então se repete
                                                          E
Como um filme de tv que você pensou que nunca mais ia mudar
                                            A
Se as suas perguntas quase nunca tem resposta
                                          E
Mas tem sempre a mesma bosta pra você pisar

Beth morreu

Camisa de Vênus

Tom: E
  
Intro: (B D E D) 

           B     D   E 
Beth tão bonita, gostosa 
D            B   D     E 
Beth era o tesão da escola 
D            B    D   E 
Sempre na coluna social 
D                B     D   E 
Exibindo o seu sorriso ba_nal 

   D          E 
Todos queriam Beth 
D         E 
Desejavam Beth 
D            E 
Sonhavam com Beth 
     D       (B     D E D) 
Mas ela nem ligava 

   D         B   D  E 
Um dia ela saiu de casa 
  D         B  D E 
E ao dobrar a esquina 
    D         B         D    E 
Foi empurrada dentro de um carro 
D              B  D    E 
Prá deixar de ser me_nina 

 D          E 
Amordaçaram Beth 
D          E 
Espancaram Beth 
D           E 
Violentaram Beth 
 D           B    D  E 
Ela nem se mexeu 
D       B    D E 
Beth morreu 
D      (B  D E D) 
Beth morreu 

    D         B D   E 
Seu corpo foi encontrado 
    D            B D E 
Por um chofer de caminhão 
    D          B  D  E 
E agora está apodrecendo 
   D         B   D E 
Lá dentro de um caixão 

 D          E 
Amordaçaram Beth 
D          E 
Espancaram Beth 
D           E 
Violentaram Beth 
 D           B    D  E 
Ela nem se mexeu 
D       B    D E 
Beth morreu 
D      (B  D E D) 
Beth morreu 

B     D       E   D 
Beth, Beth morreu 
B     D       E   D 
Beth, Beth morreu 
B     D       E   D 
Beth, Beth morreu 
B      D      E 
Beth, Beth morreu

Bem vinda ao meu pesadelo

Camisa de Vênus

Bem vinda ao meu pesadelo - Marcelo Nova/Karl Franz Hummel

Tom: A

Intro:Am

 : 
R:    E
e:Bem-vinda ao meu pesadelo                          
f:      D                                          (2 vezes)
r:É por ele que eu ando quando estou acordado        
ã:   C               E
o:Portanto não tenha medo 

   A
Soprando areia nos meus olhos
  C    G       A
A cada vez que eu acordo
      A
Seus lábios sugam a minha memória 
    C    G    A              (A G C A / A)
De quase nada me recordo

  A
Tomo café e anfetaminas
    C     G     A
Desperto pra sobreviver
     A
Mais cedo ao peso dos meu sonho
     C      G       A        (A G C A / A)
Bem cedo a luz do amanhecer 

REFRÃO.

solo: (A / G A C A / A)

   A
O seu poder vem das entranhas
    C     G     A
De mil demônios do inferno
    A
Me faz sonhar que ando acordado
   C       G      A            (G A C A / A)
Vivendo o meu castigo eterno
   A
Oh deusa de todos os sonhos 
    C       G     A
Meu sono é morte como o seu
   A
Então me beije e abrace forte 
   C       G           A       (G A C A / A)
E corte o que o tempo esqueceu

REFRÃO.

solo: (A / G A C A / A)

Bem-vinda ao meu pesadelo
Bem-vinda ao meu pesadelo
Oh, bem-vinda ao meu pesadelo!

Batalhões de estranhos

Camisa de Vênus

Batalhões de Estranhos - Marcelo Nova

Tom: G
  

Intr.: Bbm Cm 
 
(Bbm Cm) 
Nua e crua para as pessoas da rua 
                   G           Abm Am  Bbm 
Uma idéia sublime para a prevenção do crime 
(Bbm Cm) 
Observe e informe aos homens de uniforme 
                                 G       Abm  Am  Bbm 
Eles chegam por via aérea, sentinelas de nossa miséria 
 
          A     G         C               A 
Mas eles vêm e vão com a força de quem arrasa 
            G            C     B       Bbm 
Eles vêm e vão enquanto nós ficamos em casa 
 
(Bbm Cm) 
Patrulham com intensidade os quatros cantos da cidade 
                             G        Abm Am Bbm 
Proíbem qualquer mudança, zelando pela segurança 
(Bbm Cm) 
Não dê crédito aos rumores de que há ódio, temor e dores 
                            G          Abm  Am  Bbm 
Só empurre a porta e abra, entre nessa dança macabra 
 
(Bbm Cm)

Ana Beatriz Jackson

Camisa de Vênus

Ana Beatriz Jackson - Marcelo Nova/ Karl Hummel/ Gustavo Mullem

Tom: A
  
Intro (A C A A C A D A D A G)2x  

    A                    
 "Ela passou pelo Morumbi, olhou pra mim
   (A)       D   C       A
 E eu fiquei de bobeira em frente do espelho
   (A)          D         C         A   
 Ela correu pro Mercedes vermelho
   (A) 
 Disse você vai ser meu
    (A)       D         C        A
 E correu pro Mercedes vermelho 
   (A)
 Ela disse - Meu nome é Ana, eu tenho muita grana
    (A)                        D     C    A
    E você tem tudo pra poder me amarrar
    (A)       D           C       A
 E talvez a gente possa casar 
 D         C 
 Só depois lembrei, do que mamãe dizia
     A
 Quando eu caia na night
  D         C
 Ouça meu filho, são as piores vagabundas
  A
 Que freqüentam society 

Refrão:
   (A)
 Ana Beatriz é uma meretriz
            D
 Eu pulei fora, eu juro senhor juiz
         E               D
 O filho não é meu, ela é quem diz 
   E               D
 O filho não é meu, ela é quem diz 

Repete intro:

   (A) 
 A gente acabou casando, ela engordando
                     D     C      A
 Estourando toda a grana e eu atolado até o joelho
    (A)          D        C       A
 E ela bateu o Mercedes vermelho
   (A)
 Mas causava frenesi
        D    C       A
 No programa do Amaury 
   (A)
 Seu cabelo era espiga de milho, ela perdeu os cílios
                                 D    C        A
 A cicatriz da cesárea, era pura quelóide
               D        C       A
 E o menino cresceu debilóide 
           D       C            
 Então não suportei, dei-lhe uma porrada
                         A  
 Ela cuspiu a dentadura
        D            
 Arranquei o seu olho postiço
         C                     A
 Ainda mato essa criatura 

Amanhã


Tom: G 
  
Intr.: E

E     : 
Eu vou pra casa eu ver na TV     :
    C                     D    E      :   
Zé coice de mula contra rubão bebe   : REFRÃO
E             :
Eu vou pra casa eu não posso perder  :
    C                     D    E     :
Zé coice de mula contra rubão bebe   :

                                D        E
Lá do fim da paraíba venho zé coice de mula 
                        D       E  
Seu peso era galo seu punho certeiro 
                        
Se tornou campeão na luta com valdemar 
    C                     D        E  
O levando a nocaute no assalto primeiro, mas

REFRÃO     
                                    D       E                               
Quando chiquinho maluco venceu zé coice de mula 
                             D       E 
Ele caiu três vezes mas em todas levantou
                                 
Vendo o feitiço crescendo mas o juiz já gritou 
      C                          D      E               
E só não ganhou a luta porque o juiz roubou  

REFRÃO

SOLO: E... C D E E... C D E...

         E                      D     E     
Foi uma surra do zé que vez mendigo morrer
                                D           E              
Rolava sangue adoidado ninguém quis interromper
                 
O zé já tentou parar as vezes penso em esquecer 
       C                D        E     
Mas o nome do jogo é apanhar e bater

A ferro e fogo

Camisa de Vênus

Tom: G
  

Intro: Em D - 4x
Em                       D                      
Era noite na enseada, fazia calor
Em                         D           
Havia barcos e navios, sob um céu sem cor
Em                           D                  
Corremos pelo convés, pra da cabine constatar
Em                           D     
Que os mares são escuros pr´um farol iluminar

Em D

 Em                        D       
Mas ficamos excitados, em poder viajar
 Em                     D   
Não importa o destino, serve pra qualquer lugar
 Em                      D               
Pra algum ponto perdido, em algum canto do mundo
  Em                                
Desafiar o oceano e a ira de Netuno

refrao    G                   D                    Em 
          Tudo isso um dia acaba pra de novo começar
          G              D              Em 
          Nos somos moldados a Ferro e Fogo
Em D - 2x

Em                        D
Com lunetas lá na proa, enxergar novos amores
Em                     D
E trancar lá no porão, nosso medo e nossas dores
Em                    D
Saber onde fica a tal terra prometida

Em                                      
Que vai nos dar o pão e curar nossas feridas    
Todos a bordo, o comandante gritou
Suspender a âncora, a viagem começou
                            D              
Somos bravos, somos fortes, nada pode nos parar
Em
Nem o vento, nem a chuva, nem os segredos do mar

refrao;

Em                       D
Venceremos os romanos e os seus galeões
Em                     
Seu poder e sua glória, jogar aos tubarões
Em                          D
O vinho pra beber, o vento pra impulsionar
Singrar os sete mares e nunca mais votar

Em
Mas um dia a calmaria aos poucos se fez perceber
Com seu silêncio traiçoeiro não nos deixou mover
Em                                D
Então as nuvens se uniram e o céu escureceu
E o que a gente não queria de repente, aconteceu

refrao;

Solo : Em D Em D

Em
Lá no alto mar a tempestade desabou
Em                                         D
Entre raios e trovões o nosso sonho afundou
Em
E nada mais restou, além daquele desejo insano
                                      D
De com apenas nossos braços cruzar o oceano
Em                D 
É cada um por si, fique preparado
Em
Estamos tão famintos e boiamos esgotados
G             D                     Em
Mas quase afogando, o desejo não termina
G        D                    Em
Pois navegar a esmo, talvez seja a nossa sina

refrao:

solo final: Em D - 4x

Camisa de Vênus

Camisa de Vênus - Grupo baiano de punk-rock, formado em 1982 por Marcelo Drummond Nova (Salvador BA 1951—), vocal; Gustavo Adolfo de Sousa Mullen (Salvador 1952—), guitarra; Robério Santana (Salvador 1951—), contrabaixo; Aldo Pereira Machado (Salvador 1960—), bateria; e Karl Franz I-iummel, guitarra.

Segundo Marcelo Nova, o nome da banda foi escolhido por designar algo “incômodo e desagradável como o som do grupo”. Estrearam em maio de 1982 com um show na Casa dos Festejos, em Salvador; no mesmo ano, gravaram seu primeiro disco, um compacto independente com Meu primo Zé (Marcelo e Karl) e Controle total (versão de Complete Control, do grupo inglês The Clash).

Mudando-se para o Rio de Janeiro, foram contratados pela gravadora Som Livre e, em 1983, gravaram seu primeiro LP, Camisa de Vênus, que incluiu sucessos como Beth morreu (Marcelo e Robério), além de um arranjo em estilo punk-rock para Negue (Adelino Moreira e Enzo de Almeida Passos). Como a gravadora exigisse que adotassem outro nome para a banda, deixaram a Som Livre. 

Contratados pela RGE, lançaram os LPs Batalhões de estranhos (1985), com Eu não matei Joana D'Arc (Marcelo e Gustavo) e Viva! (1986), gravado ao vivo no Clube Caiçara, em Santos SP. 

Em 1986 mudaram para a gravadora WEA e lançaram Correndo o risco, em que se destacam as faixas Simca Chambord (Marcelo, Gustavo, Karl e Miguel Cordeiro) e Só o fim (baseada em Gimme Shelter, dos Rolling Stones); e Duplo sentido (1987), LP duplo com participação de Raul Seixas na faixa Muita estrela, pouca constelação (Raul e Marcelo). 

O grupo se desfez em seguida. Marcelo Nova seguiu carreira solo, gravando um disco em dupla com Raul Seixas, A panela do diabo (1989, WEA) e dois com seu novo grupo, A Envergadura Moral: Marcelo Nova & A Envergadura Moral (1988, WEA) e Blackout (1991, Continental). 

Em 1994, o grupo voltou a se reunir, com Marcelo Nova, Karl Hummel e Robério Santana ao lado do guitarrista Luís Sérgio Carlini, o tecladista Carlos Alberto Calazans e o baterista Franklin Paolillo (estes dois também integrantes da banda A Envergadura Moral). Nessa segunda fase, o grupo lançou dois CDs Camisa de Vênus ao vivo — plugado! (1996, Polygram) e Quem é você? (1997, Polygram).

CD

Duplo sentido, 1997, Warner 063019711-2.

Algumas músicas:

A ferro e fogo
Amanhã
Ana Beatriz Jackson
Batalhões de estranhos
Bem vinda ao meu pesadelo
Beth morreu
Bota pra fudê
Casas modernas
Chamam isso Rock´n Roll
Cocaína
Correndo sem parar
Deus me dê grana
Dogmas tecnofacistas
Don't let me be misunderstood
E se eu chegar?
Essa linda canção
Eu não matei Joana D'Arc
Faça a coisa certa
Gotham City
Hoje
Homem não chora
Lena
Mão católica
Metástase
Meu primo Zé
Morte ao anoitecer
Muita estrela, pouca constelação
Negue
O adventista
O mal que habita em mim
O país do futuro
O ponteiro tá subindo
O suicídio parte II
Passamos por isso
Passatempo
Pronto pro suícidio
Quem é você?
Radinho de pilha
Rosto e aeroportos
Sílvia
Simca Chambord
Só o fim
Zé Coice de Mula contra Rubão Bebê

______________________________________________________________________ Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e PubliFolha.