segunda-feira, janeiro 03, 2011

Rinaldo Calheiros

Rinaldo Calheiros
Rinaldo Calheiros, cantor, nasceu em Maceió, Alagoas, em 03/12/1926. Formou-se na Escola Técnica da Aeronáutica e foi servir na base aérea de Natal. Porém, um acidente automobilístico fez com que fosse reformado.

Estreou na Rádio Poty de Natal, cidade onde consolidou sua carreira, sendo considerado o astro galã daquela rádio. Em 1951 passou a atuar como vocal no Trio Acaiaca, juntamente com Chico Elion no violão e João Juvanklin no acordeom.

Em 1955 gravou seu primeiro disco, pela Mocambo, interpretando "Se eu fracassar", de Chico Elion. No ano seguinte gravou o samba "Se eu fracassar" e o samba canção Ranchinho de paia, de Chico Elion, e o bolero Minha inspiração, de William Leon e Sílvia Silva.

Em 1957 gravou o frevo canção Ingratidão, de Neusa Rodrigues e José Menezes. Nesse ano, ficou em segundo lugar na escolha para "Rei e Rainha do Rádio" com 177.900 votos. Em 1960 passou a residir em São Paulo, onde gravou inúmeros discos, pelas gravadoras Continental, CBS e Columbia. Gravou com as orquestras Mocambo e Jazz Paraguary.

Em 1961, ingressou na gravadora Copacabana e lançou o LP Em tudo existe o amor, LP no qual interpretou Meu sonho é você, de Altamiro Carrilho e Átila Nunes, Canção do sofrer, de José Messias, Melodia singela, dos Irmãos Orlando, Amor, de Antenógenes Silva e Ernâni Campos, Esperes por mim, de Claudionor Santos e Rubens Machado, Teus ciúmes, de Lacy Martins e Aldo Cabral, Eternamente, de Nelson Castro e Rossini Pacheco, Fracassei, de Cláudio Paraíba e A. Chamarelli, Em tudo existe o amor, de Pachequinho, Antônio Almeida e Nilo Barbosa, e Juro por Maria, de João Barone.

Em 1962, lançou dois LPs pela Copacabana. O primeiro foi Ouvindo-te com amor gravado em conjunto com a cantora Silvana, disco no qual interpretaram em dueto os tangos Amor, de Antenógenes Silva e Ernâni Campos, Cantando, de Mercedes Simone e versão de Virgínia Amorim, Jura-me, de María Grever, e versão de Osvaldo Santiago, e Onde estás coração, de L. M. Serrano e A. P. Berto, e versão de Ubirajara Silva, e o bolero Eternamente, de Nelson Castro e Rossini Pacheco.

O outro LP lançado  foi Mensagem de amor no qual interpretou tangos e boleros: Mensagem de amor, de Pachequinho, Arlindo Marques Júnior e Roberto Roberti, Diga que sim, de Airton Borges, Que Deus me dê, de Jair Amorim e Evaldo Gouveia, Contigo, de Cláudio Estrada e versão de Julio Nagib, Olhar proibido, de Erasmo Silva, Outro amor, de Antenógenes Silva e Ernâni Campos, Jamais te esquecerei, de Antônio Rago e Juracy Rago, Cristal, de Mariano Mores e José Maria Contursi com versão de Haroldo Barbosa, Nostalgias, de Enrique Cadicamo e J. C. Cobían, e versão de Juraci Rago, Esquina da ilusão, de Luis Roberto e Silvério Neto, Aventureira (El Choclo), de A. Villoldo e M. Catan, com versão de Haroldo Barbosa, e Último ato, de Sergio Malta e Helder Camara.

Discografia

([S/D]) Uma lágrima tua • Copacabana • LP; ([S/D]) Seu adeus • Copacabana • LP; (1998) Seleção de ouro 20 sucessos • EMI/Copacabana • LP; (1977) Rinaldo Calheiros • Beverly • CD; (1974) Com amor • Som hi-fi • LP; (1966) A voz que emociona • CBS • LP; (1962) Ouvindo-te com amor • Copacabana • LP; (1962) Mensagem de amor • Copacabana • LP; (1961) Em tudo existe o amor • Copacabana • LP; (1956) Ranchinho de paia/Minha inspiração • Mocambo • 78; (1955) Se eu fracassar • Mocambo • 78.

4 comentários:

Juracy disse...

meu grande amigo rinaldo..., alguem pode me informar se ele ainda vive?, trabalhamos junto no programa rinaldo calheiros na tv gazeta, nos anos 70

Miguel Sampaio disse...

Faleceu em 2010 - mais não tenho registro infelizmente nossos cantores/as antigos morrem no esquecimento e uma falta de respeito ao ser humano se alguem souber mande para meu email - miguelsampaiomonte@gmail.com - Vide minhas postagens diarias no Dicionario da MusicaPopular Brasileira - face - registro o dia a dia dos esquecidos vivos e mortos.

Anônimo disse...

reinaldo calheiros morreu ontem dia 5 de maio de 2014

Anônimo disse...

Rinaldo Calheiros faleceu no dia 05.05.2014.
Infelizmente, a noticia e verdadeira!

Postar um comentário