terça-feira, fevereiro 22, 2011

Augusto Meyer

Augusto Meyer Jr.
Augusto Meyer (Augusto Meyer Júnior), poeta, jornalista, crítico e folclorista, nasceu em Porto Alegre, RS, em 24/1/1902, e faleceu no Rio de Janeiro, RJ, em 10/7/1970. Foi diretor da Biblioteca Estadual do Rio Grande do Sul (1930-1936) e do Instituto Nacional do Livro (1937-1956 e 1961-1967).

Foi membro da Academia Brasileira de Letras. Destacou-se no movimento modernista do Rio Grande do Sul. Sua poesia assinala o interesse pelo folclore gaúcho.

Em 1946 escreveu “Introdução ao estudo do cancioneiro gaúcho” e “O tatu”, Província de São Pedro, de Porto Alegre, ns 4 e 6, e, em 1947, “A tirana — do Cancioneiro Gaúcho”, na mesma revista, n 9.

Usou dos pseudônimos Aug, Bilu, Nemo, Guido Leal, Antônio Silvado e Tristão Dadá.

Mais tarde publicou Guia do folclore gaúcho, Rio de Janeiro, 1951 (2 ed., revista e aumentada, Rio de Janeiro, 1975); Cancioneiro gaúcho, Porto Alegre, 1952; Gaúcho. História de uma palavra, Porto Alegre, 1957. 

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha.

Metrô


Metrô - Grupo brasileiro de new-wave, o rock mais dançante e sincopado, importante nos anos de 1980.

Formado em São Paulo SP em 1983 por Zavié (Javier Dominique Leblac, Mouzon, França 1963—) no contrabaixo, Virginie (Virginie Adele Lyodie Boutaud, São Paulo 1963—) nos vocais, Alec Haiat (Alec Edmond Hayat, São Paulo 1963—) na guitarra, Yann Laquenan (Yann Marcel Laquenan, Arles, França 1963—) nos teclados e Dany Roland (Daniel David Rolanó Pinto, Buenos Aires, Argentina 1962—) na bateria, tinha inicíalmente o nome de A Gota Suspensa e tocava rock progressivo, com um LP independente gravado em 1983.

Mudando para o estilo new-wave no ano seguinte, e contratados pela CBS, gravaram o compacto Beat acelerado (Vicente França, Alec e Yann), que se tornou um dos maiores sucessos de 1984.

O primeiro LP, Olhar (CBS, 1985), trouxe mais sucessos, como Tudo pode mudar (Joe Euthanasia e Ronaldo Santhos) e Ti ti ti (Rita Lee e Roberto de Carvalho), tema da novela homônima da TV Globo.

Em 1986, Virginie deixou o grupo para iniciar carreira solo, e o grupo mudou mais uma vez de estilo, para hard-rock, gravando o LP A mão de Mao (CBS), em 1987, antes de encerrar as atividades.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha.

Trio metal

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Tom: D#
  

Intro: Cm  Ab  Bb  Gm  Ab  Ao G7

Cm7                 G7                   Cm7
A massa em lata invadia, metida a heavy metal
            G7                  Cm7
Eletricidade via, nua nação tropical

Bb   Eb                      Bb
Um passo plugado no mundo inteiro
    Eb                    Bb
Um rock prensado pro carnaval
    Ab                             Eb
É o tempo no espaço, é um povo em peso
    F4/7       F7           Bb
Balançando na voltagem do farol

Ab                                        Eb
Ter um futuro aquecido num gerador de estrelas
Ab           
Pro meu bloco Crocodilo, 
                     G7   Ab7  G7     Ab7 G7     Ab7   G7
um choque de beijos pra ver tremer o céu de fe..ve..rei.ro
Cm7
Quero ver, quero ver, quero ver
     Bb                        Cm7
Quero ter, quero ter, quero ter, ô
                Bb         Ab7    G7   Cm7
O som do trio elétrico de Osmar e de Dodô
 Cm7
Quero ver, quero ver, quero ver
       Bb                      Cm7
Quero ter, quero ter, quero ter, ô
                    Bb        Ab7    G7    Cm7
O som da guitarra elétrica de Arman...di...nho

SOLO : Cm  Gm Eb  Fm  Gm  G7  ( Cm  G7  Cm  Ab  G7 )

Topo do mundo

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Topo do mundo - Jauperi / Gigi

Intro: B  E

B             E              B  E
Diz quanto custa o seu sorriso
B             E            B
Diz quanto custa o seu amor
    E                B
Faço o que for preciso
       E              B     E
Faço tudo que preciso for

Ebm7
Eu pulo do alto da torre
            Ab7
Só por você
     Dbm7
E subo no topo do mundo tentando
   F#7
Encontrar, seu olhar
 Ebm7                           Ab7
Riqueza nem ouro eu tenho a oferecer
  Dbm7
Só tenho no peito o tesouro guardado
F#7
Pra te dar, te amar
B                        Ebm7
O que você quiser tem em mim
                        A7
Tudo que há em mim eu te dou
                Ab7
Tudo tudo tudo, amor
Tudo tudo tudo

B        Ebm7    A7    Ab7
Aaaaaaaa aaaaaaa aaaaaaaa

Terra festeira

Daniela Mercury
Daniela Mercury


--- 1a. parte 2 vezes
 G             Cm
 Cidade que canta
G             Cm  
 E povo que danca
 G                     Cm   G Cm
 faz festa pro mar pro mar
G            Cm   
 Cidade da Bahia
             G             Cm
 cidade da poesia quero cantar
--- fim 1a parte

--- 2 VEZES
 Cm           G 
 Eta terra festeira
            Cm
 de gente bonita que da no em pingo
 G                      Cm  
 d'agua que agita, que agita
--- FIM
 Fm                 G
 O alem veio lhe avisar
 Fm                 G
 que aqui ‚ de encantar
 Fm
 Quero lhe parabenizar
 G                       Cm
 cidade eu hei de amor voce
--- 2 VEZES
 Cm
 gerere, gerere
 G
 xerem, xerem
 Cm
 gerere, gerere
 G
 xerem, xerem

Swing da cor

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Tom: D
  
Intro: Bm - F# (4x)

(Bm              A                 G)
Não, não me abandone, não me desespere
                      (F#)
porque eu não posso ficar sem você    BIS
          (Bm           A)
eu não posso ficar, ficar sem você  
               (G          F#)
porque eu não posso ficar, ficar sem te ver
Bm                A
Vem pro swing da cor
            G
relaxar o calor
           F#
e quem sabe me amarrar
Bm                    A
vem, o teu sorriso é pequeno
                   G
no teu beijo tem veneno
               F#
está querendo me apaixonar
     Bm
Te curupaco kioiô
         A
eu sou Muzenza larauê
     G
Te curupaco kioiô
         F#
eu sou Muzenza larauê
   Bm            A
Aia ulêlêlê lêlê aia
               G
ulêlêlê lêlê aia
                  F#
com o Muzenza eu vou ha, ha, ha, ha, ha

Só pra te mostrar

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Tom: A 
  
Intro: D  E7  Gm  D

D                       E7
Não quero nada que não venha de nós dois
Gm                           D                     Bm
Não creio em nada do que eu conheci antes de conhecer
                   E7            Gm          
Queria tanto te trazer aqui, pra te mostrar, 
                    D
pra te mostrar por que
     Gm               D                
Não há nada que ponha tudo em seu lugar
        Gm               Bm  E7  Gm  D
Eu sei, o meu lugar está aí
  D                   E7
Não vejo nada mesmo quando acendo a luz
Gm                        D           
Não creio em nada mesmo que me provem 
                   Bm
certo como dois e dois
                             E7    
As plantas crescem em nosso jardim, 
    Gm                               D
pra te mostrar, pra te mostrar, por que
   Gm                 D 
Não há nada que ponha tudo em seu lugar
        Gm            D
Eu sei, o meu lugar está aí
       Gm              D               Gm  
Não há nada que ponha tudo em seu lugar, 
                 Bm  E7  Gm  D
o meu lugar está aí
       Gm              D
Não há nada que ponha tudo em seu lugar
              Gm         D
Eu sei, o meu lugar está aí
D                    E7       
Não vejo nada mesmo quando acendo a luz
Gm                      D                  
Não creio em nada mesmo que me provem certo 
              Bm
como dois e dois
                             E7    
As plantas crescem em nosso jardim, 
   Gm                               D
pra te mostrar, pra te mostrar, por que
   Gm                  D
Não há nada que ponha tudo em seu lugar
        Gm              D
Eu sei o meu lugar está aí
    Gm                D                
Não há nada que ponha tudo em seu lugar, 
Gm               D
o meu lugar está aí

Se eu não te encontrasse

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Tom:  C 
  
(intro) C Em F D G Em7

G                  Em7    G            Em7
Se eu não te encontrasse, nem sentisse esse amor
C9         Am7       C9                   D
eu jamais iria supor que a vida é o maior bem...
G               Em7   G              Em7
Se eu jamais te visse desde o dia em que eu vi,
Am7       C        Em7        G/D     C
não veria que você é o que faltava em mim.
Am6+          Am Am9 Am/D Am6+        Am Am9 Am/D
Onde há tanta faaalsidade e terror no aaaar,
Bm    B/Eb  Em   Em/D  C9          D
eu só vejo  a verdade  ao olhar no teu olhar.

  G         Em7
E quero agradecer...
G             G/B    C
Tantas coisas me fez ver.
Am     G/B  C             D     C         Eb F
E o destino quis que eu te encontrasse...

   Bb             Gm7     Bb           Gm7
Se eu não te encontrasse, nem sentisse esse amor
Eb9       Cm7        Eb9                  F
eu jamais iria supor que a vida é o maior bem...

Bb       Gm7
E quero agradecer...
Bb            Bb/D   Eb
Tantas coisas me fez ver.
Cm     Bb/D Eb          F       Eb
E o destino quis que eu te encontrasse...

Eb
O nosso amor tem grande emoção
Bb/D
e nos alegra o coração.
Gm              F     Eb        (Gm/Eb)  Gm   F   Eb
só conduzem a inútil agressão,
    Cm         Bb/D          Eb    F G
Mas ouça o coração que tem razão.

C                 Am7     C            Am7
Se eu não te encontrasse, nem sentisse esse amor
F9         D7        F9                   G
eu jamais iria supor que a vida é o maior bem...

F
O nosso amor tem grande emoção
Em7
e nos alegra o coração.
F
O nosso amor tem grande emoção
Em7                   Am   Am/G
E o medo só causa destruição,
    Dm         Em7           F      G  G#
Mas ouça o coração que tem razão.

  C#        Bbm7
E quero agradecer...
C#            C#/F   F#
Tantas coisas me fez ver.
Ebm   C#/F F#  Ebm       C#/F# F#
ouça o coração que tem a ra----zão.
Bbm7   C#/G# F#          G#          C# Bbm7  F# G# C#
E o destino  quis que eu te encontrasse...

Santa Helena

Daniela Mercury
Daniela Mercury
Tom:  G  
  
Intro: G Cm G C Cm

  G                             C
Saiu na quarta feira, é sexta e não chegou
   G                          C
Já faz uma centena que o meu olho te espiou
    G                              C
É luz de seis e meia, a noite anunciou
   G                          C
O brilho das estrelas e você não voltou
   D                          Em
Corri festa de largo, fitei braço e rezei
   D                   Em                   G
Lacei a fé no espaço mas eu não avistei ninguém
            C       G                 C
OH ! Santa Helena ( uu ) OH ! Santa Helena
  G                              C
Saiu na quarta-feira com meus beijos de amor
   G                         C
Deixou uma incerteza num bilhete sem cor
   D                    Em
Botei na prateleira o orgulho e a razão
     D                     Em
Consultei rezadeira, me guiei por intuição
       G                            C      G                 C
E ninguém ninguém .... OH ! Santa Helena ( uuu ) OH ! Santa Helena
             Cm
OH ! Santa Helena ( santa, que santa, que santa )
  G
É luz de seis e meia a noite anunciou
   Cm
O brilho das estrelas e você não voltou
   D                     Em
Botei na prateleira o orgulho e a razão
   D                       Em
Consultei rezadeira, me guiei por intuição
      G
E ninguém, ninguém, ninguém
            C         Cm
OH ! Santa Helena ( santa, que santa, que santa )
G           C         Cm
OH ! Santa Helena ( santa, que santa, que santa )
             G    C  Cm  G
OH ! Santa Helena

Rede

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Tom:  D
  
Intro: D  G/D  D  G/D


D                   G/D
Larga de chorar, vem cá pra rede
                        D      G/D
Esquece de uma vez esse medo
    D              G/D
Não fique encucado dá-se um jeito
                         D    G/D
É que o amor chegou mais cedo

Em7     F#m7      Em7       F#m7       Em7
Deixe as horas pra lá, temos muito tempo
     F#m7       Em7           F#m7
Precisamos nos unir, nosso pensamento
G7+                Bb/C
Fica amor, não vá, não me diz bye-bye
D/F#          Bb7/F   Em7
Nós não temos culpa, tente compreender
Gm7        G/A
A amor é isso aí

D                               G/D
Em qualquer lugar por onde eu andar
                            D
No meu coração vou levar  você

Rapunzel

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Tom: D 
  
Intro: G  F#7  Bm7  Bm/A  Em7  A7  B5+/7  Bm7+

Bm7                    F#7       Bm7        F#7
Love as suas transas de mel, Rapunzel, Rapunzel
Bm7                 F#7      Bm7       F#7
Lá no corredor do Borel, Rapunzel, Rapunzel
Bm7               F#m             Bm7         F#7
Lá no barracão tem sossego, passo cedo, passo cedo
  F#7          Em        F#7         Em          F#7
E dou um grito grão no bololô e verso nós imenso amor ...
G  F#7  G7  F#7
Oooooo ...
   Bm7        F#7     Bm7               F#7        Bm7
O amor de Julieta e Romeu, o amor de Julieta e  Romeu
     F#7           Bm7       F#7           Bm7
Igualzinho o meu e seu, igualzinho o meu e seu

 ( Repete tudo )
                 G   F#7 Bm7  Bm/A
No calendário é flor e   an.....da
Em7 A7   B5+/7    Bm7+
Nu  va....ran......da
  F#7                Em F#7
E sondo o brocotó do ti-ioiô
            Em      F#7
E verso nós imenso amor
G  F#7  G  F#7
Oooooo
Bm7
Vamos embora na ladeira
F#7                  ( Bm7  E  F#7  )
Vamos embora na lagoa

O reggae e o mar

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Tom:  F 
  
Intro: A7  Dm  Am

    Dm                    Am
Uma voz, invadiu todo o espaço
                       Bb             C
Essa voz vem mar além, além-mar vento vem
      Dm
Tempo vai me levar

                 G7                        Bb7
Onde a onda é a dança do mar, maré cheia balança
C                             Dm
Eu adoro o reggae como adoro o mar

          F7
Por toda terra se ouvia cantando
       Bb7
No horizonte a linha do oceano
        G7
Marley, Marley, Marley, Marley
           C                 Dm
O reggae é barco a vela navegando

                     C
Quem balançou, balançou
                            Dm
Quem não balançou, vai balançar

O mais belo dos belos

Daniela Mercury
Daniela Mercury
Tom :A

  A                 E            A
Quem é que sobe a ladeira do Curuzu ?
                E                      A
E a coisa mais linda de se ver ?  É o Ilê Ayê
                 E                A
O mais belo dos belos sou eu sou eu
                    E                     A
Bate no peito mais forte e diga : eu sou Ilê

              E                          A
Não me pegue não, não não, me deixe a vontade
             E                            A
Não me pegue não, não não, me deixe a vontade
                  E                      A
Deixe eu curtir o Ilê, o charme da liberdade
                   E                     A
Deixe eu curtir o Ilê, o charme da liberdade

                    E                       A
Quem não curte não sabe negão o que está perdendo
              E                          A
É tanta felicidade que o Ilê Ayê vem trazendo
            E                A
18 anos de glória não são 18 dias
                 E                       A
Nessa linda trajetória no carnaval da Bahia


REFRÃO

              E                          A
É tão hipnotizante, negão o swing dessa banda
               E                      A
A minha beleza negra aqui é você quem manda
               E                         A
Vai exalar seu charme, vai para o mundo ver
                  E                      A
Vem mostrar que você é a Deusa Negra do Ilê


REFRÃO


                  E                                   A
É sábado de carnaval, seu negão, que tremendo zum zum zum
                 E                                 A
Ele está se preparando pra subir a ladeira do Curuzu
                 E                      A
Que não aguenta chora não, de tanta emoção
                       E                      A
Deus teve o imenso prazer de criar essa perfeição


REFRÃO

                     E            A
Quem é que sobe a ladeira do Curuzu ?
                E                        A
E a coisa mais linda de se ver ? É o Ilê Ayê
                E                A
O mais belo dos belos sou eu sou eu
                    E                   A
Bata no peito mais forte e diga eu sou Ilê  (  3x  )

O canto da cidade

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Intr.: D  C/D

  (D                   C/D)
A cor dessa cidade sou eu, 
o canto dessa cidade é meu     BIS
    D
O gueto, a rua, a fé
    C             G
Eu vou andando a pé
       D  F#m  C  G
Pela cidade bonita
   D         F#m
O toque do afoxé
     C            G
E a força de onde vem
            D   F#m
Ninguém explica
         C  G
Ela é bonita
    Bm          Em
Ô ô, verdadeiro amor
    Bm              Em
Ô ô, você vai onde eu vou              BIS
     D              F#m
Não diga que não me quer
     C                 G
Não diga que não quer mais
    D               F#m
Eu sou o silêncio da noite
             C     G
O sol da manhã
     D            F#m
Mil voltas o mundo tem
      C             G
Mas tem um ponto final
     D               F#m
Eu sou o primeiro que canta
          C    G
Eu sou o carnaval

Nobre vagabundo

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Quanto tempo tenho pra matar essa saudade
meu bem o ciúme é pura vaidade
Se tu foges do tempo logo traz ansiedade
respirar o amor aspirando liberdade

C               F        G7         C
Quanto tempo tenho pra matar essa saudade
  C          F    G7      C
meu bem o ciúme é pura vaidade
              F               G7     C
Se tu foges do tempo logo traz ansiedade
   C         F    G7         C
respirar o amor aspirando liberdade
               F               Em
Tenho a vida doida encabeço o mundo,
       Am7        Dm7     G7    C
sou ariano torto vivo de amor profundo
          C7        F         G7        C
Sou perecível ao tempo, vivo por um segundo,
             F        G7       C
perdoa meu amor esse nobre vagabundo

Mutante

Daniela Mercury
Daniela Mercury

E
Juro que não vai doer
       Am
Se um dia eu roubar
                      E
O seu anel de brilhantes
                     Am
Afinal de contas dei meu coração
                   E
E você pôs na estante
          A
Como um troféu
     G#°       C#m
No meio da bugiganga
F#                F#m
Você me deixou de tanga
B                     E      E7
Ai de mim que sou romântica!

        A
Kiss me baby, kiss me
G#°                C#m
Pena que você não me kiss
F#                     F#m
Não me suicidei por um triz
B                     E
Ai de mim que sou assim!

(intro) E  Am

E                        Am        Am7
Juro que eu me sinto um pouco rejeitada
                      E
Me dá um nó na garganta
                   Am           Am7
Choro até secar a alma de toda mágoa
                      E
Depois eu passo pra outra
      A
Como mutante
     G#°          C#m
No fundo sempre sozinho
   F#            F#m
Seguindo o meu caminho
B                     E      E7
Ai de mim que sou romântica!

        A
Kiss me baby, kiss me
G#°                  C#m
Pena que você não me kiss
F#                     F#m
Não me suicidei por um triz
B                     E
Ai de mim que sou assim!

Música de rua

Daniela Mercury
Música de Rua - Daniela Mercury / Pierre Onassis


Introdução: D Am D


           Dm                  |
  Alegria agora                |
                               |
  Agora e amanhã               | bis
           C                   |
  Alegria agora e depois       |
                          Dm   |
  E depois e depois de amanhã  |

  Em                   G             |
  Essa alegria é minha fala          |
                  D                  |
  Que declara a revolução revolução  | bis

                                           |
  Dessa arte que arde                      |
                   Bm                      |
  De um povo que invade                    | bis
                 G                     D   |
  Essas ruas de clave e sol e de multidão  |

      Bm
  E a gente dança

  A gente dança a nossa dança

  A gente dança a nossa dança
                G/A
  A gente dança

    D                  C/D                  |
  Azul é a cor de um país                   | bis
                    G                Gm     |
  Que cantando ele diz que é feliz e chora  |

Minas com Bahia

Daniela Mercury
Minas com Bahia - Daniela Mercury e Samuel Rosa
Intro: C  F  G  C  F Bb  C

C           F                Bb
Sacudir estrelas, despertar desejo
C           G              F                G
Numa noite fria, uma noite fria, uma noite fria
C             F                   Bb
Lá no meio da rua, lá de longe eu vejo
C            G            F           G
Minas com Bahia e o samba ia, juro que ia
          Dm7                              G7
Amanhã é domingo menina, ninguém vai te acordar
         Dm7                           G7
Deixa chover na esquina, deixa a vida rolar

F       G7              Am         F
Burungundum bateu meu tambor ieieieeé
         G7              Am           F
Quero cuncunca rever me amor ... iêiêieiêiê
         G7                Am   F       G7
Ti ri ti tira a esteira daqui, porque eu só vim buscar
C          F                  Bb
Sacudir o mundo, procurar no fundo
C             G               F             G
O que leva um dia, até outro dia, até outro dia
C         F                Bb
Uma hora dessas e você tão só
C               G              F              G
Eu fiquei é com dó, eu só disse ó eu te quero muito bem
           Dm7                              G7
Amanhã é domingo menina, ninguém vai te acordar
         Dm7                            G7
Deixa chover na esquina, deixe a vida rolar
F      G7               Am        F
Burungundum bateu meu tambor ieieieiê ...
        G7                 Am            F
Quero cuncunca rever meu amor ... ieieieieiê
         G7                Am   
Ti ri ti tira a esteira daqui, 
F           G7                     Am
porque eu só vim buscar meu amplificador

Meu plano

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Meu plano - Lenine / Dudu Falcão

[Intro:] B7M E

      B7M
Meu plano era deixar você pensar o que quiser
     G#m
Meu plano era deixar você pensar
     C#m
Meu plano era deixar você falar o que quiser
     C#m7(b5)
Meu plano era deixar você falar
B7M
Coisas sem sentido
    G#m            D#°
Sem motivo, sem querer
  C#m                      F#
Andei fazendo planos pra você

Engano seu, achar que fosse brincadeira
Engano seu
Aconteceu de ser assim dessa maneira, o plano é meu
Mesmo sem motivo
Sem sentido, sem saber
Andei fazendo planos pra você

E                 D#
Pra você eu faço tudo e um pouco mais
G#m              F#m             B7
Pra você ficar comigo e ninguém mais
E7M            Em7
Largo os compromissos
D#m7           G#
Deixo tudo ao largo
C#m                        D#
Você tenta em vão me convencer
          E
Que é melhor não fazer planos pra você

Meu plano era deixar você fugir quando quiser
Meu plano era esperar você voltar
Engano seu, achar que o plano é passageiro
Engano meu
Acho que o destino, antes de nos conhecer
Fez um plano pra juntar eu e você

Menino do Pelô

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Tom: 
(Am G)
Todo menino do Pelô sabe tocar tambor
Todo menino do Pelô sabe tocar tambor
F                                      Em
Sabe tocar, sabe tocar, sabe tocar tambor
F                                      Em
Sabe tocar, sabe tocar, sabe tocar tambor
         (Am G)
Eu quero ver
O menino subindo a ladeira, o menino subindo a ladeira
        Dm
Sem violência
                  Bm5-/7
Com toda a "malemolência"
   E7           Am                  E7
Fazendo bumba bumba, fazendo bumba, bumba
         (Am G)
Eu quero ver, eu quero ver
O menino subindo a ladeira, o menino subindo a ladeira
        Dm
Sem violência
                Bm5-/7
Com toda "malemolência"
   E7            Am                 E7 (Am G)
Fazendo bumba bumba, fazendo bumba bumba

Maimbê Dandá

Daniela Mercury
Daniela Mercury
Tom: F# 
  
Introdução: F# Gm#

Solo(zum zum baba):
e|--4-4-4-------------6-4-4---4-7-6-6--|
B|--------7-6-7-7---7------------------|
G|-------------------------------------|
D|-------------------------------------|
A|-------------------------------------|
E|-------------------------------------|

F#             Gm#
Corre cosme chegou, maimbê (coro)

F#               Gm# 
Corre cosme chegou
         F#
doum alabá 
            C#
Damião jaçanã 
                F#
pra levar e deixar
             Gm#
alegria de erê
                  F#
é ver gente sambar

Repete a perte supeior 

             Gm#
meu look laquê
             F#
mandei cachear
               C#
me alise pra ver
                 F#
meu forte é beijar
                Gm#
vou cantar maimbê
                 F#
pra você se acabar

(F#,G#) ---> fica alternando no final de cada verso
MAIMBÊ, MAIMBÊ, DANDÁ 
MAIMBÊ, MAIMBÊ, DANDÁ 
MAIMBÊ, MAIMBÊ, DANDÁ 
MAIMBÊ, MAIMBÊ, DANDÁ 
MAIMBÊ, MAIMBÊ, DANDÁ 
MAIMBÊ, MAIMBÊ, DANDÁ 
MAIMBÊ, MAIMBÊ, DANDÁ 
MAIMBÊ, MAIMBÊ, DANDÁ 


Gm#                      F#
ZUM, ZUM, ZUM, ZUM ZUM BABA
          Gm#            F#
ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA 


Gm#                     F#
Traga a avenida com você  ( maimbê )(coro)
Gm#                  F#
Tava esperando maimbê


Gm#                         F#
ZUM, ZUM, ZUM, ZUM ZUM BABA 
          Gm#              F#
ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA

Gm#                     F#
Traga a avenida com você  ( anda anda )(coro)
Gm#                  F#
Tava esperando maimbê


F#               Gm# 
Corre cosme chegou
         F#
doum alabá 
            C#
Damião jaçanã 
                F#
pra levar e deixar
             Gm#
alegria de erê
                  F#
é ver gente sambar

Repete a parte superior

Manhar e pra rir

F#            Gm#
Me ensine ensinhar

F#                               Gm#
Com os olhos de quem me cega de amar

C#                                 F#
Vou cantar maimbê pra voce se acabar

Refrão

Corre cosme chegou, chegou, chegou (coro)(3x)

Refrão com alteração no fim


Gm#                      F#
ZUM, ZUM, ZUM, ZUM ZUM BABA     
          Gm#            F#
ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA         

Gm#                      F#
ZUM, ZUM, ZUM, ZUM ZUM BABA 
(pra levar e deixar alegria de ere e ver gente sambar)(coro)   
          Gm#             F#
ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA  (maimbe) (coro)

Gm#                   F#
traga a avenida com voce (CORO)
Gm#                F#
tava esperando maimbÊ (CORO)

Ilê pérola negra

Daniela Mercury
Daniela Mercury
 
Tom: C
  
(intro) C

Am
O canto do negro
            G
Veio lá do alto
F                                E       E7
É belo como a íris dos olhos de Deus, de Deus
Am
E no repique, no batuque
             G
No choque no aço
F
Eu quero penetrar
                   E      E7
No laço afro que é meu, e seu
Am              F/G
Vem cantar meu povo
Am      F    E
Vem cantar você
Dm             Am
Bate os pés no chão moçada
F         G    Am    G
E diz que é do ilê a yê
   C
Lá vem a negrada que faz
               G
O astral da avenida
                    F                 (2x)
Mas que coisa mais linda
                            G
Quando ela passa me faz chorar
         C
Tu és o mais belo dos belos
         G
Traz paz e riqueza
                    F               (2x)
Tens o brilho tão forte
                            C G
Por isso te chamo de pérola negra
C           G
Ê, pérola negra
        F
Pérola negra ilê a yê      (2x)
             C  G
Minha pérola negra
   C
Lá vem a negrada que faz
               G
O astral da avenida                    (2x)
                    F
Mas que coisa mais linda
                            G
Quando ela passa me faz chorar
    C
Tu és o mais belo dos belos
              G
Traz paz e riqueza
                    F
Tens o brilho tão forte
                            C  G
Por isso te chamo de pérola negra
  C
Com sutileza
                          G
Cantando e encantando a nação
                              F
Batendo bem forte em cada coração
                            C G
Fazendo subir a minha adrenalina
              Am
Como dizia buziga
         G
É de mim
                 F
Em me pé nagô de ilê
         G
É de mim
                  F G
Em me pé nagô de ilê
C           G
Ê, pérola negra
        F
Pérola negra ilê a yê      (2x)
             C  G
Minha pérola negra
 C G (4X)

Geração perdida

Daniela Mercury
Geração perdida - Daniela Mercury / Ramon Cruz / Toni Augusto

Tom: D#

Cm7                                       Ab7+  
Artistas moviam a terra com seu choro e partiam,  
     Fm7     G7/5+  G7  
Nascíamos em anos intermináveis,   
   Cm7       Am7/5-  
Filhos de árvores cortadas,   
     Ab/Bb  G7/5+  
Fomos silêncio sem saber, a geração do nada  
    G7     Cm7  
Que ressucitou sem morrer  
    Eb  
O leite derramado é vermelho,  
      Ab7+     Abm7  Cm7  Cm7/Bb  Ab7+  
Como a cor dos nossos cabelos, que dançam, que dançam  
   Cm7     Cm7/Bb    Am7/5-  
As drogas já são pálidas, as palavras sem prisão  
   Fm7         Fm/Eb     G7/5+  G7  
As crianças mal criadas nascidas com a televisão   
   Eb  
O leite derramado é vermelho  
             Ab7+        Abm7      Cm7  Cm7/Bb  Ab7+  
Como a cor dos nossos cabelos, que dançam, que  dançam  
 Cm7  (  Bbm4/7  Eb7/9  )  2x  Dm7/5-  G7/5+  G7  
          
 Cm7       Cm7/Bb    Ab7+  
Geração perdida, artistas negros mãe,  
Fm7      Fm/Eb   G7/5+     G7  Cm7  
Nossos mortos sem vida, a dor que ainda dói

Feijão de corda

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Intro: Bm Em F#

 G                                Bm
 Compraria o mundo inteiro só pra ter você
 G                            Bm
 Mas o dinheiro foi que me faltou
 G                            Bm
 Vivo com essa mania de te querer bem
                    A7
 A pé ou de trem eu chego
 G
 Fico ao seu lado
                         Bm
 Esperando uma chance de te falar
   G                             Bm
 É seu todo amor guardado em meu peito
 G                             Bm
 Conquistamos o nosso primeiro beijo
 G                        Bm
 Naqule arvoredo de manha cedo
             A7
 Brindamos o sol
Bm             Em
 Sábado dia de feira
 F#7           Bm
 Tem feijao de corda
            Em F#7
 Cê me amarrou
Bm                  Em   F#7
 Punhado de luz pra peneirar
           Bm                Em F#7
 Vou beber água e ver meu amor
    G Bm
    G A Bm
    G Bm
    G A B F#

Dona da banca

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Dona da Banca - Robson Pacífico / Aleh
 
Tom:  B 
  
B
Ela é dona do jogo
              F#
Ela é dona da banca
                 B   E           F#
Sabe que está podendo e por isso brinca, brinca, brinca
              B    E
Na praia tira onda
               F#
No samba manda ver
              B    E
Ela faz e acontece
              F#
Ela faz acontecer
(repete 2vz)
     B
Quem bebe da sua boca
                F#
Nunca mais se esquece
     B
Quem não lhe conhece
              C#
Quer te conhecer
E 
Dá tudo que tem 
             D# 
Faz tudo pra ter 
Dá tudo tudo que tem 
Faz tudo pra ter 
               B 
Ela é dona do jogo 
              F# 
Ela é dona da banca,dona da banca 
                 B   E           F#  
Sabe que está podendo e por isso brinca, brinca, brinca 
              B    E   
Na praia tira onda 
               F# 
No samba manda ver 
              B   E 
Ela faz e acontece 
              F# 
Ela faz acontecer 
B   E     F# 
Uuuu...uuuU... 
B   E     F# 
Uuuu...uuuU...
              
              B
Ela é dona do jogo 
              F# 
Ela é dona da banca 
                 B   E           F#  
Sabe que está podendo e por isso brinca, brinca, brinca 
              B    E   
Na praia tira onda 
               F# 
No samba manda ver 
              B   E 
Ela faz e acontece 
              F# 
Ela faz acontecer 
     B 
Quem bebe da sua boca  
                 F# 
Nunca mais se esquece 
     B 
Quem não te conhece  
              C# 
Quer te conhecer 
 
 
E 
Dá tudo que tem 
             D# 
Faz tudo pra ter 
Dá tudo tudo que tem 
Faz tudo pra ter 
   
               B 
Ela é dona do jogo 
              F# 
Ela é dona da banca,dona da banca 
                 B   E           F#  
Sabe que está podendo e por isso brinca, brinca, brinca 
              B    E   
Na praia tira onda 
               F# 
No samba manda ver 
              B   E 
Ela faz e acontece 
              F# 
Ela faz acontecer 
B   E     F# 
Uuuu...uuuU... 
B   E     F# 
Uuuu...uuuU...

Beat lamento

Daniela Mercury
Daniela Mercury
Tom: E
  
Intr: B7+ E7+ B7+ E7+
 
 B7+      E7+                B7+           E7+
 meu coração  baticum por voce do jeito que é 
                B7+                E7+
soberbo ao te ver no visgo no olhar me reservo a    
   B7+              E7+                 B7+
 voce do jeito que quer que seja ao meu ver 

estribilho;
______________________________________________
 F7    E7+                    D#m7            C#m7 
meu coracao disritimado no tempo nun beat baixinho 
         B7+  F7      E7+         D#m7             
de sofrimento meu coracao disritimado no tempo nun  
         C#m7             B7+ E7+ B7+ E7+
beat baixinho de tanto lamento  
______________________________________________
2° PARTE
B7+           E7+          B7+               E7+
tu chega e se vai eu quero morrer na dor dos meus  
E7+              B7+             E7+   
sais eu quero te ter eu chro pór tras eu faco 
 B7+                E7+                B7+
chover quero muito mais que sonhar com voce

Batuque

Daniela Mercury
Daniela Mercury

Tom: F
  
Intro: Dm


Dm         C         Dm
tá no batuque que balança nego
         C          Dm
tá no batuque que balança, ah
         C           Dm
tá no batuque que balança nego
        C           Dm
tá no batuque que balança, ah
ah, ah
c             Dm
pode me telefonar
ah, ah
c              Dm
liga pra esse meu cantar
é o retrato fiel
                  C
é uma historinha de amor
meu reggae te balançou
                   Dm
fazendo seu corpo vir dançar
é um retrato fiel
                     C
é uma historinha de amor
meu reggae te balançou
                      Dm
fazendo seu corpo vir dançar
foi na metade do show
                      C
quando eu parei, meu amor
você pediu
você pediu
                      Dm
o reggae que te conquistou
       c
você pediu
você pediu
                     Dm
o reggae que te conquistou
        C           Dm
tá no batuque que balança nego
         C          Dm
tá no batuque que balança, ah
         C            Dm
tá no batuque que balança nego
         C          Dm
tá no batuque que balança, ah
ah, ah
 C               Dm
pode me telefonar, ah, ah
c                   Dm
liga pra esse meu cantar
        C            Dm
dançando reggae te admirei
         C          Dm
por seu sorriso me apaixonei
          C        Dm
dançando reggae te admirei
          C           Dm
por seu sorriso me apaixonei
         C               Dm
neném, marque que eu te encontrarei
     C                    Dm
meu bem, diga se você não vem
          C                Dm
tá no batuque que balança nego
        C           Dm
tá no batuque que balança, ah
        C              Dm
tá no batuque que balança, nego
        C            Dm
tá no batuque que balança, ah
é o retrato fiel
                     C
é uma historinha de amor
meu reggae te balançou
                       Dm
fazendo seu corpo vir dançar
        C              Dm
tá no batuque que balança nego
        C            Dm
tá no batuque que balança,ah
       C              Dm
tá no batuque que balança nego
       C            Dm
tá no batuque que balança, ah
ah,ah
 C            Dm
pode me telefonar
ah, ah
 C              Dm
liga pra esse meu cantar
      C            Dm
dançando reggae te admirei
        C            Dm
por seu sorriso me apaixonei
          C         Dm
dançando reggae te admirei
         C           Dm
por seu sorriso me apaixonei
         C
neném, marque que eu te
      Dm
encontrarei
       C               Dm
meu bem, diga se você não vem

Mercenárias


Mercenárias - Grupo paulistano de punk-rock precursor do rock feminino brasileiro, um dos primeiros a quebrar a tradicional hegemonia masculina no gênero. 

O grupo se formou em 1984 com Ana Maria Machado (São Paulo SP 1954—) na guitarra, Sandra Coutinho (São Paulo 1959—) no contrabaixo, Rosália Munhoz (Rosália Maria Cesped Munhoz, São Paulo 1956—) no vocal e Edgard Scandurra (Edgard Scandurra Pereira, São Paulo 1962—) na bateria. 

Em 1985, Edgard (que também tocava guitarra no Smack, ao lado de Sandra, e no Ira!) foi substituído por Lou (Lourdes Helena Moreira, São Paulo 1959—). 

Contratadas pela gravadora Baratos Afins, lançaram em 1986 o LP Cadê as armas?, incluindo sucessos do punk de protesto, como Polícia, Me perco nesse tempo (regravada pelo Ira!, dez anos mais tarde) e Santa Igreja. Em 1987, o grupo foi contratado pela EMI, gravando o LP Trashiand, mas interrompeu as atividades pouco depois. 

CD 

Cadê as armas?, 1995, Baratos Afins BACD 011. 

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha - 2a. Edição - Sáo Paulo - 1998.

Margareth Menezes


Margareth Menezes, cantora e compositora, nasceu em Salvador, BA, em 13/10/1962.Desde menina aprendeu com a mãe a cantar sambas de roda. Cantou na escola, em coral de igreja e fez teatro antes de estrear em trios elétricos, durante o Carnaval. Compõe desde os 15 anos; também toca violão.

Em 1983 começou a carreira profissional, em casas noturnas de Salvador. Em 1985 ganhou o Troféu Caymmi como melhor intérprete da Bahia.

José Menezes (2)

Maestro José Menezes
José Menezes (José Xavier Menezes), instrumentista, arranjador e compositor, nasceu em Nazaré da Mata, PE, em 12/4/1923. Filho e neto de músicos, recebeu da família grande incentivo para sua carreira. Aos 13 anos iniciou estudos musicais com o maestro José Alves Cantalice, na banda de Nazaré da Mata.

Mudou-se para Recife em 1943, onde trabalhou como saxofonista e clarinetista, durante seis anos, na Jazz Band Acadêmica, sob a direção de Pádua Valfrido.

Em 1949 foi convidado pelo maestro Nelson Ferreira para integrar a orquestra da Rádio Clube de Pernambuco, como saxofonista, clarinetista e arranjador, passando a regente quatro anos depois. A partir daí, profissionalizou-se e intensificou seus estudos com os professores Severino Revoredo, Clóvis Pereira e padre Jaime Dinis.

José Joaquim de Mendanha

Jose J. Mendanha - 1880
José Joaquim de Mendanha, compositor e cantor, nasceu em Vila Rica de Albuquerque (atual Ouro Preto), MG, em 1801, e faleceu na cidade de Porto Alegre, RS, em 2/9/1885. Vindo de Minas Gerais para o Rio de Janeiro RJ, em 1821 integrava o grupo de dissidentes da Irmandade de Santa Cecília, que reivindicava a fundação da mesma irmandade na freguesia de São João de Icaraí da Vila Real da Praia Grande (atual Niterói) RJ. 

Em 1837 fazia parte do coro da Capela Imperial como cantor falsetista. No mesmo ano foi para o Rio Grande do Sul, como mestre da banda do Segundo Batalhão de Caçadores da primeira linha, durante a Guerra dos Farrapos.

Dois anos depois, a 30 de abril, caiu prisioneiro dos revolucionários. No ano seguinte, voltou a integrar as forças do governo. Tendo-se filiado à luta dos rebeldes de Piratini, compôs o Hino Farroupilha, hoje Hino Oficial do Estado do Rio Grande do Sul.

Em 1844, radicado em Porto Alegre, passou a atuar como incentivador da vida artística local, tendo inclusive divulgado obras do padre José Maurício Nunes Garcia. Com sua experiência de música religiosa e instrumental, dirigiu uma banda e uma orquestra.

Em 1856 fundou a Sociedade Musical Porto-Alegrense. A 27 de junho de 1858 regeu a orquestra no concerto de inauguração do Teatro São Pedro, de Porto Alegre.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha.

Veríssimo de Melo

Veríssimo de Melo
Veríssimo de Melo, folclorista, nasceu em Natal, RN, em 9/7/1921, e faleceu na mesma cidade, em 23/9/1996. Estudou direito inicialmente no Rio de Janeiro RJ, em 1942, formando-se pela Faculdade de Direito da Universidade de Recife PE, em 1948.

Fez vários cursos de extensão, entre os quais os de arqueologia e etnografia do Brasil, com Artur Napoleão Figueiredo, da Universidade do Pará (1963), e aculturação indígena, métodos e técnicas de pesquisas, com Egon Schaden, da Universidade de São Paulo SP (1964).

Em 1949 obteve o segundo prêmio do Concurso Nacional de Monografias sobre o Folclore Brasileiro, promovido pela Discoteca Pública Municipal, de São Paulo, com o ensaio Rondas infantis brasileiras. Como conferencista e debatedor, participou, em 1970, do Simpósio sobre Folclore e Turismo Cultural, promovido pelo Conselho Estadual de Cultura de São Paulo e pela Universidade de São Paulo.

Em 1950 apresentou trabalhos no I Congresso Brasileiro de Folclore, promovido no Rio de Janeiro pela Comissão Nacional de Folclore.

Publicou Adivinhas, Natal, 1948; Parlendas, Natal, 1949; Superstições de São João, Natal, 1949; Adagiário da alimentação, Natal, 1950; Três aspectos da superstição brasileira, Nápoles, 1950; Alcunhas do Brasil e de Portugal, Porto, 1951; O ataque de Lampeão a Moçoró através do romanceiro popular, Natal, 1953; Apresentação do bambelô, Natal, 1956; Inácio da Catingueira, Natal, 1956; Populário natalense, Natal, 1957; Gestos populares, Natal, 1960; Cantador de viola, Recife, 1961; Garrafas de areia de Tibau, Natal, 1962; Duas devoções populares, Natal,1964; Festa de Nossa Senhora do Rosário (dos pretos) em Jardim do Seridó, Natal, 1964; Folcmúsica natalense, Natal, 1964; Xarias e canguleiros, Natal, 1968; Ensaios de antropologia brasileira, Natal, 1973; Cartas de Mário de Andrade a Luís da Câmara Cascudo, Coleção Folclore Brasileiro, Funarte.

Foi presidente da Comissão Estadual de Cultura, no Rio Grande do Norte, e pertenceu à Academia Norte-riograndense de Letras.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha.

Geraldo Medeiros

Medeiros e sua Orquestra Brasil
Geraldo Medeiros (Geraldo Medeiros dos Santos), instrumentista, compositor e arranjador, nasceu em Areia, PB, em 28/11/1917, e faleceu no Rio de Janeiro, RJ, em 13/7/1978. Neto de um maestro de banda em Guarabira PB, iniciou os estudos musicais com Pedro Rodrigues, continuando-os mais tarde com o avô.

Em 1938 era maestro da banda da Escola Correcional de Pindobal, em Mamanguape PB. Transferindo-se para João Pessoa PB, integrou como pistonista a Jazz Tabajara, na Rádio Tabajara, de João Pessoa, passando a primeiro pistonista, quando o maestro Severino Araújo assumiu o comando da Jazz, a partir daí chamada Severino Araújo e sua Orquestra Tabajara.

Em 1944 foi para o Rio de Janeiro, estreando com a Orquestra Tabajara na Rádio Tupi em janeiro de 1945. Com a orquestra teve sua primeira música gravada, Zé Carioca no frevo (reprodução logo após o final deste artigo). 

Trabalhou também com a orquestra de Ary Barroso, viajando pela Europa e América Latina. Como compositor destacou-se com Maracatucá (com Jorge Tavares), O sanfoneiro só tocava isso (com Haroldo Lobo), Bum qui ti bum, Pé na tábua, Maxixando (c/Carvalhinho) e outras. 

Trabalhou como pistonista em diversas emissoras de rádio e televisão e em estúdios, acompanhando gravações de inúmeros artistas. 

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha.

Júlio Medaglia

Júlio Medaglia
Júlio Medaglia (Júlio Medaglia Filho), regente, compositor e arranjador, nasceu em São Paulo, SP, em 16/4/1938. Realizou estudos teóricos e de regência coral-sinfônica com Hans Joachim Koellreutter. Em 1961, a convite do governo alemão, fez curso completo de regência sinfônica na Escola Superior de Música de Freiburg, defendendo tese e obtendo o mestrado quatro anos depois.

Fez ainda cursos de música contemporânea com Pierre Boulez (1925—) e Karlheinz Stockhausen (1928—), além de cursar alta interpretação sinfônica com Sir John Barbirolli (1899—1970), de quem se tornou assistente.