quinta-feira, dezembro 29, 2011

Quem dá mais

Quem dá mais (1978) - Beto Suryan - Interpretação: Antônio Marcos

Eu quero me ver em 1996
Pois eu quero saber como vão ser as coisas por lá
Eu preciso me ver em 1996
E dizer sim ou não aos processos de vida de lá
Outro dia eu sonhei que estava numa arena gigante
Era eu o mais raro objeto vendido em leilão
Gargalhadas soavam por toda essa arena mercante
E eu era um palhaço sem graça vendido em leilão

E eu olhava tudo calado
E eu levava fé nessa mão
E eu ouvia os preços gritados
E eu calava o meu coração
(2x)

Quem dá mais por um cara que ousou acreditar nos seus
Quem dá mais por um homem que insiste na palavra Deus
Quem dá mais por um louco que discorda do computador
Quem dá mais por um velho ultrapassado que ainda crê no amor

Fui vendido afinal como tudo no grande mercado
Mas meu medo acabou quando alguém me tocando falou:
Este povo um dia já foi por meu pai perdoado
E eu também fui vendido, pregado e nada mudou


Que pena

Peninha
Que pena (1978) - Peninha e Roberto Livi
Cm 
Você entrou no meu mundo 
D7+                              G7+ 
E pensou que era dona da situação 
Bbm7                  C7+ 
E esqueceu que no amor 
                                   Fm7 
Ganha sempre quem fala com o coração  
G7+                   Ab    
Você deixou seu passado 
G7+                            Cm 
Fechar o caminho que ia se abrir 
Ab                   G7 
Ah! meu amor, que pena  

Cm 
Você perdeu com o tempo 
D7+                      G7+ 
Aquela maneira de me enganar 
Bbm7                  C7+ 
Trocou o velho carinho 
                                 Fm7 
Por coisas que eu não consigo cantar 
G7+                   Ab    
Hoje eu tenho certeza 
G7+                             C7+ 
Que nós caminhamos pra lugar nenhum 
Ab            G7+      
Ah! meu amor, que pena  
Fm                           Fm7                
Pena de ver nosso mundo caindo 
Cm                             Cm7 
Pena de ver nosso mundo sumindo 
Ab                   G7+      C7 
É, meu amor, que pena 
Fm                            Fm7 
Pena de ver tanto amor fracassar 
Cm                         Cm7 
Pena da pena que você me dá 
Ab            G7+      
Ah, meu amor, que pena 

Proposta amorosa

Proposta amorosa (1978) - Monarco - Intérprete: Roberto Ribeiro

"... Olha aí meu irmãozinho Monarco...
Esperei quase dez anos pra chegar uma
oportunidade pra gravar
uma melodia pra você Malandro
... Escuta aí..."

Por que viestes com proposta amorosa ???
Eu que vivia num perfeito mar de rosas
Só conhecí falsidade em lugar de carinho
No meio das flores
Quisestes levar-me ao monte de espinhos
Não conseguistes um intento mesquinho

O bom artista
Juro por Deus não é tolo
Na saudade dei o bolo
Ela vinha quase certa me encontrar

Hoje vou trilhando meu caminho
Muito embora sozinho
Pra ninguém me ver chorar

Se eu chorasse
E a saudade me encontrasse
Seria bem envolvido
como um simples amador

Mas matéria de amor
Eu conheço na palma da mão
Sei também que essa tal de saudade
Tortura demais um pobre coração.


Perigosa

Perigosa (1978)Rita Lee, Roberto de Carvalho e Nelson Mota

Eu sei que eu sou bonita e gostosa
E sei que você me olha e me quer
Eu sou uma fera de pele macia
Cuidado, garoto, eu sou perigosa

Eu tenho um veneno no doce da boca
Eu tenho um demônio guardado no peito
Eu tenho uma faca no brilho dos olhos
Eu tenho uma louca, dentro de mim

Eu sei que eu sou bonita e gostosa
E sei que você me olha e me quer
Eu sou uma fera de pele macia
Cuidado, garoto, eu sou perigosa

Eu posso te dar um pouco de fogo
Eu posso prender,você é meu escravo
Eu faço você feliz e sem medo
Eu fazer você ficar louco

Muito louco,
Muito louco, muito louco
Dentro de mim

Eu sei que eu sou bonita e gostosa
E sei que você me olha e me quer
Eu sou uma fera de pele macia
Cuidado, garoto, eu sou perigosa

Eu posso te dar um pouco de fogo
Eu posso prender,você é meu escravo
Eu faço você feliz e sem medo
Eu fazer você ficar louco

Muito louco,
Muito louco, muito louco
Dentro de mim