quarta-feira, outubro 02, 2013

Pega eu

Pega eu (1979) - Crioulo Doido - Interpretação: Bezerra da Silva

O ladrão foi lá em casa
Quase morreu do coração
O ladrão foi lá em casa
Quase morreu do coração

Já pensou se o gatuno
Tem um infarto, malandro?
E morre no meu barracão
Eu não tenho nada de luxo
Que possa agradar um ladrão

É só uma cadeira quebrada
Um jornal que é meu colchão
Eu tenho uma panela de barro
E dois tijolos como um fogão

O ladrão ficou maluco
De vê tanta miséria
Em cima de um cristão
Que saiu gritando pela rua

Pega eu que eu sou ladrão!
Pega eu! / Pega eu!
Pega eu que eu sou ladrão
Pega eu! / Pega eu que eu sou ladrão!

Não assalto mais um pobre
Nem arrombo um barracão
Por favor, pega eu!
Pega eu! / Pega eu que eu sou ladrão
Pega eu! / Pega eu que eu sou ladrão!

O lelé da cuca
Ele está no pinel
Falando sozinho de bobeação
Dando soco nas paredes
E gritando esse refrão

Pega eu! / Pega eu!
Pega eu que eu sou ladrão
Pega eu! / Pega eu que eu sou ladrão
Não assalto mais um pobre
E nem arrombo um barracão
Olha que!


Nenhum comentário:

Postar um comentário