quarta-feira, outubro 02, 2013

Vou festejar


Vou festejar (1979) - Jorge Aragão, Dida e Neoci - Intérprete: Beth Carvalho
Tom: D#  

(intro) Cm

(verso 1 - 2x)
  Cm   Cm7       Fm
Chora não vou ligar
          Bb7
Chegou a hora
         Eb7+            
Vai me pagar
     Dm5-/7   G7     Cm           G7
Pode chorar pode chorar (mais chora)

 C           Em7
É, o teu castigo
          Gm    A7
Brigou comigo
          Dm
Sem ter porque
Fm          C             A7
Eu vou festejar, vou festejar
          F#º   G7     Cm
O teu sofrer, o teu penar

 C7    Fm7      Bb7   Eb7+
Você pagou com traição
Ab7+   Dm5-/7     G7      Cm  C7
A quem sempre lhe deu a mão
C             G7
La laia, la laia
C  Em  Gm7 A7 Dm7
La la la
Fm         C               A7
Eu vou festejar, vou festejar
        Gm7   G7        Cm7
O teu sofrer, o teu penar
  C7   Fm         Bb7    Eb7+
Você pagou com traição
   Gm7    Dm5-/7     G7   Cm  C7
A quem sempre lhe deu a mão
 C7    Fm       Bb7     Eb7+
Você pagou com traição
Ab7+   Dm5-/7     G7      Cm  C7
A quem sempre lhe deu a mão


Vazio

Vazio (1979) - Nelson Rufino - Interpretação: Roberto Ribeiro
Tom: D  

Intro: D Bm D

   D        G 
Está faltando uma coisa 
      D 
Em mim
    Bm     Em     A7
E é você amor, tenho
    D
Certeza sim
   D          G
Nossos momentos foram
        D
Algo mais
     Bm       Em   A7 
Sem eles hoje eu não
      D    A7
Tenho paz
 Dm           E
Eu vou parar num canto
       A7  
E me perguntar se vais
        Dm
Compensar
        A7
Todo esse pranto que 
      Dm
Carrego
    A7          D
E eu nego que eu dou
   G    D         B7   E   
Ah esse amor está fazendo
    A7           D
Tanta falta no meu

Mundo
 A7         D
Vou me perguntar
    A7 
Está?

   A7           D 
Eu não sou de aço
     Em
Pois o laço forte
  D          G
Um bom viver, o bom
         D
Tem seu lugar
  G            D
E como a vida passa
  A7        D
Me resta somente tomar
          E
A decisão
  A7     D      G
De levantar o pano do
    D
Meu barco
   Em    A7   D    A7
E navegar juntinhos


Toda menina baiana

Toda menina baiana (1979) - Gilberto Gil
Tom: G
  
F#m7            Em7        F#m7      Em7
Toda menina bai-ana tem um santo que Deus dá
F#m7            Em7        F#m7      Em7
Toda menina bai-ana tem en-canto que Deus dá
F#m7            Em7        F#m7      Em7
Toda menina bai-ana tem um jeito que Deus dá
F#m7            Em7         F#m7      Em7          D / / /
Toda menina bai-ana tem de--feito tam-bém que Deus dá

/ / /          E/D           G/D / / / / / / /
      Que Deus deu, que Deus dá


D7(4/9)                               Bm/D / / /
Que     Deus entendeu de dar a prima--zia
D7(4/9)                                  Bm/D / / /
Pro     bem, pro mal, primeira mão na Ba-hia
D7(4/9)                              Bm/D / / /
Primeira missa, primeiro ín----dio a-batido
                 G/D / / / / / / /
Também que Deus deu

D7(4/9)                                Bm/D / / /
Que     Deus entendeu de dar toda magi------a
D7(4/9)                                   Bm/D / / /
Pro     bem, pro mal, primeiro chão na Ba-hia

D7(4/9)                            Bm/D
Primeiro carnaval, primeiro pelou-------rinho

                 G/D / / / / / / /
Também que Deus deu

         Em7          F#m7       Em7          F#m7
A, a, a, a,  que Deus deu  ô, ô, ô,  que Deus dá

         Em7          F#m7       Em7          F#m7
A, a, a, a,  que Deus deu  ô, ô, ô,  que Deus dá


Senhora Liberdade

Senhora Liberdade (1979) - Wilson Moreira e Nei Lopes - Intérprete: Zezé Motta
Tom: D  

Intro: Em A7 F#m7 B7 Em A7 D A5+/7 D

D   F#7
   Abre as asas sobre mim
F#m5-/7 B7 Em
   Oh! senhora liberdade
 A/G         A7
Eu fui condenado
D           Bm
Sem merecimento
   E7
Por um sentimento
  Gm7       A7 
Por uma paixão
             D     F#7
Violenta emoção, pois
   Bm
Amar foi meu delito
  E7   Em   A7 
Mas foi um sonho tão bonito
  G            G#°  
Hoje estou no fim
    D          B7 
Senhora liberdade
 Em          A7    (D7) (D)
Abre as asas sobre mim
A5+/7 D  F#7    Bm
   Não vou passar por inocente
  E7       A7
Mas já sofri terrivelmente
  G     A/G
Por caridade
F       B7
Ó liberdade
 Em     A7         (D7) (D)
Abre as asas sobre mim        (BIS)

ESTRIBILHO


Realce

Realce (1979) - Gilberto Gil
Tom: C  

Intro: (G7 F/G G7 A/B E) )A/B B/C#)

           A/B
Não se incomode
                     B/C#
O que a gente pode, pode
                           C#/D# E/F#
O que a gente não pode explodirá
           D/E
A força é bruta
                      B/C#
E a fonte da força é neutra
                     A/B B/C#
E de repente a gente poderá
  F#m E B7/D# Bm5-/7
Realce, realce
        C#m        E       G#m7 C#7
Quanto mais purpurina melhor
  F#m E B7/D# Bm5-/7
Realce, realce

        C#m     E/F#     D#m
Com a cor-do-veludo, com amor

    G#
Com tudo de
G|5-/7 F#5+/7 F5+/7 E G5-/7
Real teor de beleza F#5+/7 F5+/7 E
 A G/A A G/A A G/A A G/A
Realce, realce, realce, realce
C/A G/A C/A G/A C/A G/A C/A G/A
Realce, realce, realce, realce
B/C#         A/B
Não se impaciente
                     B/C#
O que a gente sente, sente
                       C#/D# E/F#
Ainda que não se sente afetará
           D/E
O afeto é fogo
                    B/C#
E o modo do fogo é quente
                       A/B  B/C#
E de repente a gente queimará
  F#m E B7/D# Bm5-/7
Realce, realce
        C#m      E
Quanto mais parafina melhor
 F#m E B7/D# Bm5-/7
Realce, realce

        C#m     E/F#     D#m
Com a cor-do-veludo, com amor

    G#
Com tudo de
G|5-/7 F#5+/7 F5+/7 E G5-/7
Real teor de beleza F#5+/7 F5+/7 E
 A G/A A G/A A G/A A G/A
Realce, realce, realce, realce
C/A G/A C/A G/A C/A G/A C/A G/A
Realce, realce, realce, realce
 B/C#     A/B
Não desespere
                     B/C#
Quando a vida fere, fere
                   C#/D# E/F#
E nenhum mágico interferirá
           D/E
Se a vida fere
                    B/C#
Com a sensação do brilho
                    A/B   B/C#
De repente a gente brilhará
  F#m E B7/D# Bm5-/7
Realce, realce
        C#m        E       G#m7 C#7
Quanto mais serpentina melhor
 F#m E B7/D# Bm5-/7
Realce, realce

        C#m     E/F#     D#m
Com a cor-do-veludo, com amor

    G#
Com tudo de
G|5-/7 F#5+/7 F5+/7 E G5-/7
Real teor de beleza F#5+/7 F5+/7 E
 A G/A A G/A A G/A A G/A
Realce, realce, realce, realce
C/A G/A C/A G/A C/A G/A C/A G/A
Realce, realce, realce, realce


O preto que satisfaz

O preto que satisfaz (1979) - Gonzaguinha - Interpretação: As Frenéticas
Tom: F  

C7+                 Dm/B               Am     Am7+
Dez entre dez brasileiros preferem feijão
Gm7/11           F#5-/7
esse sabor bem Brasil 
             Bb/C             C7/9-
verdadeiro fator de união da família
F7+               Bb7/9
esse sabor de aventura
          Em7          Em5-/7   A5+/7  A7
famoso Pretão Maravilha
Dm7/9 
faz mais feliz a mamãe, o papai,
       G6/7          G5+/7
o filhinho e a filha

C7+                Dm/B              Am     Am7+
Dez entre dez brasileiros elegem feijão!
Gm7/11                F#5-/7
Puro, com pão, com arroz
               Bb/C                  C7/9-
com farinha ou com macarrão, macarrão, macarrão!
F7+              Bb7/9                 Em7    Em5-/7  A5+/7  A7
E nessas horas esquecem dos seus preconceitos
Dm7/9
gritam que esse crioulo
             G6/7           G5+/7
é um velho amigo do peito

    C7+             Dm7
Feijão tem gosto de festa
G7                  C7+
é melhor e mal não faz
C7+           Dm7
ontem, hoje, sempre
                    G7
feijão, feijão, feijão
                 C7+
o preto que satisfaz!...

Pega eu

Pega eu (1979) - Crioulo Doido - Interpretação: Bezerra da Silva

O ladrão foi lá em casa
Quase morreu do coração
O ladrão foi lá em casa
Quase morreu do coração

Já pensou se o gatuno
Tem um infarto, malandro?
E morre no meu barracão
Eu não tenho nada de luxo
Que possa agradar um ladrão

É só uma cadeira quebrada
Um jornal que é meu colchão
Eu tenho uma panela de barro
E dois tijolos como um fogão

O ladrão ficou maluco
De vê tanta miséria
Em cima de um cristão
Que saiu gritando pela rua

Pega eu que eu sou ladrão!
Pega eu! / Pega eu!
Pega eu que eu sou ladrão
Pega eu! / Pega eu que eu sou ladrão!

Não assalto mais um pobre
Nem arrombo um barracão
Por favor, pega eu!
Pega eu! / Pega eu que eu sou ladrão
Pega eu! / Pega eu que eu sou ladrão!

O lelé da cuca
Ele está no pinel
Falando sozinho de bobeação
Dando soco nas paredes
E gritando esse refrão

Pega eu! / Pega eu!
Pega eu que eu sou ladrão
Pega eu! / Pega eu que eu sou ladrão
Não assalto mais um pobre
E nem arrombo um barracão
Olha que!


Meu drama (Senhora Tentação)

Meu drama (Senhora Tentação, 1979) - Silas de Oliveira e J. Ilarindo - Intérprete: Roberto Ribeiro

Sinto abalada minha calma
E embriagada minh'alma
Efeito da tua sedução
Oh! minha romântica senhora tentação
Não deixes que eu venha sucumbir
Neste vendaval de paixão

Jamais pensei em minha vida
Sentir tamanha emoção
Será que o amor por ironia
Deu-me esta fantasia
Vestida de obsessão?

A ti confesso que me apaixonei
Será uma maldição?
Não sei...



Lembranças

Lembranças (1979) - Roberto Carlos e Erasmo Carlos - Intérprete: Kátia

Já faz tanto tempo / Que eu deixei
De ser importante / Pra você
Já faz tanto tempo / Que eu não sou
O que na verdade / Eu nem cheguei a ser

E quando parti / Deixei ficar
Meus sonhos / Jogados pelo chão
Palavras perdidas / Pelo ar
Lembranças contidas / Nesta solidão

Eu já nem me lembro quanto tempo faz
Mas eu não me esqueço que te amei demais
Pois nem mesmo o tempo conseguiu fazer esquecer você
Não! Fomos tudo aquilo que se pode ser
Meu amor foi mais do que se pode crer
E nem mesmo o tempo conseguiu fazer esquecer você

Tentei ser feliz / Ao lado seu
Fiz tudo que pude / Mas não deu
E aqueles momentos / Que guardei
Me fazem lembrar / O muito que eu te amei

E hoje o silêncio / Que ficou
Eu sinto a tristeza / Que restou
Há sempre um vazio / Em minha vida
Quando relembro nossa / Despedida

Eu já nem me lembro quanto tempo faz
Mas eu não me esqueço que te amei demais
Pois nem mesmo o tempo conseguiu fazer esquecer você
Não! Fomos tudo aquilo que se pode ser
Meu amor foi mais do que se pode crer
E nem mesmo o tempo conseguiu fazer esquecer você

Fique mais um pouco

Rosana
Fique mais um pouco (1979) - Rosana e Paulo Coelho

Você não deve ir
Espere até o sol nascer
Pra eu poder te mostrar
Que eu não quis te deixar
E que o tempo não matou meu amor, meu amor

Fique um pouquinho mais
Pra eu te mostrar o que ficou
Solidão, noite fria
E uma cama vazia
Uma história de amor sem final

Fique meu amor um pouco mais
E talvez você não vá
Veja tudo o que eu tenho pra te dar
É aqui o teu lugar

Fique um pouquinho mais
Pra eu te mostrar o que ficou
Solidão, noite fria
E uma cama vazia
Uma história de amor sem final.

Emoções

Emoções (1979) - Wando
Tom: Am

Intro: Am E/G#
Am                        
Nos fizemos tão meninos livres 
           E/G#
  tão vadios de tanto querer
  Gm           A7                 Dm                   
Nós fizemos poesia pra chorar do riso pra sorrir da dor
Bm5-/7
Me entregastes teus segredos
              Am                
Eu falei do  medo do meu coração
                      E/G#
Assim pisamos noite a dentro
                                Am E/G#
Como dois perdidos cheios de emoção
       Am               
Nas almofadas tão macias
            E/G#                
Nos aconchegamos sufocando a paz
 Gm                  A7                   Dm                 
Tudo então se fez ternura que nas nossas juras prometemos ser
   Bm5-/7                           Am                
Até que a morte nos separe ou até o dia amanhecer
                  E/G#                               Am
Nós faremos nosso mundo nós seremos tudo que devemos ser
  C                     
A lua iluminou teu corpo
          G7                  
Moreno, bonito, pra me provocar
   Gm                 A7 
No teu rosto um riso lento
             Dm                  
Misturado ao pranto vi desabrochar
Fm               Bm5-/7                 Am             
Te agasalhei nos braços, pele, mãos, espaços, acariciei
              E/G#                               Am
Te amei suavemente e tão docemente eu me fiz teu rei

Desesperar, jamais

Desesperar, jamais (1979) - Ivan Lins e Vítor Martins
Tom: A

       A 
Deseperar, jamais 
G7         F#7          B7(4/9) 
Aprendemos muito nesses anos 
B7         Bm7     E7         Bm7 
Afinal de contas, não tem cabimento 
E7          Bm7   E7         G#m7 
Entregar o jogo no primeiro tempo 
C#7         F#m7 B7(9) F#m7 
Nada de correr da    raia 
B7(9)       F#m7 B7(9) E7/4 
Nada de morrer na     praia 
E7     Em7 
Nada, nada 
Nada de esquecer 
D7M 
No balanço de perdas e danos 
Já tivemos muitos desenganos 
C#m7(b5)       F#7        G7M 
Já tivemos muito que chorar 
Gm7        F#m7              Bm7 
Mas agora, acho que chegou a hora 
     Fm7 Bb7 Em7     C#m7(b5) F#7 Bm7 E7 Bm7 E7 
De fazer     valer o dito    popular 
       A   E7     A 
Desesperar, já... mais... 
G7         F#7          B7(4/9) 
Aprendemos muito nesses anos... 
 Fm7 Bb7 Em7     C#m7(b5) F#7 Bm7 E7 Bm7 A7 
...De fazer valer o dito popular 

        D   F#7  B7                                      
Desesperar, ja...mais                    
             E7              A7         
Cutucou por baixo, o de cima cai         BIS 
        D   F#7  B7                      
desesperar, ja...mais                    
              E7                A7      
Cutucou com jeito, não levanta mais   

Até parece que foi sonho

Fábio e Tim Maia
Até parece que foi sonho (1979) - Fábio, Paulo Sérgio Valle e Diogo - Intérpretes: Fábio e Tim Maia
Tom: A
   E7+      
Menina você não sabe 
     F#m        E7+      F#m
 do jeito que estou agora
     E7+          F#m 
Só vejo tristeza em tudo 
    G#m      F#m       G#m
 porque você foi embora
    A7+           G#m
Até parece que foi sonho meu
   A7+             G#m
Até parece que foi sonho meu
    A/B       E7+
Sonho meu. Sonho meu

     E7+           F#m        E7+           F#m
Amigo não leva a sério, você não é o primeiro
     E7+           F#m         G#m        F#m    G#m
Eu sei bem o que te digo pois aconteceu comigo
        A7+           G#m
Até parece que foi sonho meu
      A7+            G#m         D7/9 (2ª parte)
Até parece que foi sonho meu

  C#m7      Bm7             E7    A7+
Tenho medo de acordar e despertar
  C#m7       Bm7         E7            A7+  D7/9
De um sonho que guardo até o fim pra mim
     B/C#       A/B         Bb/C
Menina eu quero te amar, te amar
    B/C#       A/B       Bb/C
Menina eu preciso te amar, te amar
      B/C#             A/B
Não posso viver de sonhar, sonhar, não, não, não
             A7+
De sonhar, de sonhar

   A7+             G#m
Até parece que foi sonho meu
   A7+              G#m
Até parece que foi sonho meu