domingo, junho 01, 2014

A amnésia musical brasileira

Pandeirista e compositor, Darcy de Oliveira era internacionalmente conhecido nos fins da década de 1930 e começo dos 1940. Porém, hoje nem é citado em enciclopédias da MPB e nem em "dicionários virtuais", tipo Cravo Albin ...

Na foto ao lado, publicada pela "Carioca" de 10/4/1937, diz que Darcy, popular pandeirista e futuro compositor, obteve grande êxito na Rádio Belgrano em Buenos Aires.

Fez várias composições com Benedito Lacerda e outros, interpretados por cantores do nível de Nelson Gonçalves (“Isso aqui tem dono”, 1942), Gilberto Alves (“Pombo correio”, 1942), Marilu (“Por favor não vá”, 1943), Ademilde Fonseca (“Voltei pro morro”), sem citar mais outras ...

É como se diz: "... Um povo que esquece seus heróis, seus vultos, perde as suas raízes ... Pobre do povo que não preserva a sua história, que não exalta os seus heróis".


Fonte: "Carioca", de 10/4/1937: foto e artigo sobre sua turnê ao país platino.