quinta-feira, julho 16, 2015

Minha palhoça

Minha Palhoça (samba, 1935) - J. Cascata

Disco LP / Título da música: Minha palhoça / Autoria: Cascata, J, 1912-1961 (Compositor) / Moreira da Silva (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Imperial, 1966 (reeditado em 1970) / Álbum: Moreira da Silva - Conversa de botequim / Nº Álbum: IMP 30196 (edição de 1970) / Lado A / Faixa 04 / Gênero: Samba de breque /
         D7M           A7             D7M
Mas se você quisesse, morar na minha palhoça
                          A7
 – Lá tem troça e se faz bossa –
     D7M     Eb°                  Em7
Fica lá na roça, à beira de um riachão 
– E à noite tem violão –
F#7                              Bm7
Uma roseira, cobre a banda da varanda e
       B7               E7          Db7
Ao romper da madrugada, vem a passarada, 
              A7
  abençoar nossa união.
   Em                               A7                           
Tem um cavalo, que eu comprei à prestação 
                         D
  e que não estranha a pista 
Tem jornal; lá tem revista.
  D7                            G
Uma Kodak para tirar nossas fotografias 
– Vai ter retrato todo dia –
 Gm                                 D7M
Um papagaio, que eu mandei vir do Pará.
Bm             Em7              A7               D7M
Um aparelho de rádio batata,  e um violão que desacata.
                           E7
Meu Deus do céu que bom seria…
 D7M      A7              D7M
Mas se você quisesse, morar na minha palhoça – 
                       A7
 Lá tem troça e se faz bossa –
    D7M      Eb°               Em7
Fica lá na roça, à beira de um riachão 
– E à noite tem violão –
F#7                            Bm7
Uma roseira, cobre a banda da varanda e 
   B7                   E7
Ao romper da madrugada, vem a passarada
   Db7             A7
   abençoar nossa união.
      Em                           A7
Tem um pomar, que é pequenino, é uma beleza 
                   D
   - É mesmo uma gracinha – Criação, lá tem galinha – 
   D7                                     G
Um rouxinol, que nos acorda ao amanhecer – 
Isso é verdade, podes crer – 
   Gm                       D7M
A patativa quando canta faz chorar,
Bm              Em7            A7             D7M
Há uma fonte na encosta do monte, a cantar – chuá… chuá…

Juracy

Juracy (samba, 1941) - Antônio Almeida e Ciro de Souza

Disco LP / Título da música: Juracy / Autoria: Almeida, Antônio (Compositor) / Souza, Ciro de (Compositor) / Moreira da Silva (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Imperial, 1959 / Álbum: A Volta do Malandro / Nº Álbum: IMP 30175 / Lado B / Faixa 04 / Gênero: Samba /
G                         D7
Desde o dia em que eu te vi Juracy
                     G
Nunca mais tive alegria
                           D7
Meu coração ficou daquele jeito
                             G
dando pinote dentro do meu peito
                              D7
Mas agora eu quero, eu quero saber
                G
qual a sua opinião
                      D7
Pra resolver nossa situação
             C     D7      G
pode ser ou tá difícil coração
D7
Eu trabalhei durante um ano inteiro
                               G
pra conseguir juntar algum dinheiro
                        D7
fiz uma casa que é um amor
                                G
pois tem rádio, geladeira e ventilador
D7                 D7
Nossa casinha lá na Marambaia
           B7                 Em
fica a dois passos da beira da praia
         C      C#7        D7
e se você achar que lhe convém
                    C        D7     G
eu lhe garanto tudo isso e o céu também

Gago apaixonado

Gago apaixonado (samba, 1931) - Noel Rosa

Disco LP / Título da música: Gago apaixonado / Autoria: Rosa, Noel (Compositor) / Moreira da Silva (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Imperial, 1959 / Álbum: A Volta do Malandro / Nº Álbum: IMP 30175 / Lado A / Faixa 01 / Gênero: Samba /
Intr.:(  G/B E7/G# A7 D7/F# G G/F 
         G/B E7/G# A7 D7/F# G)

                G                A#°         G/B
Mu... mu... mulher, em mim fi... zeste um estrago
A#° G/B                           E7            Am
        Eu de nervoso esto... tou fi... ficando gago
E7/B Am     B7              B7/D#             Em
        Não po... posso com a     cru... crueldade
            A7/C#                A7
Da saudade, Que... que mal... maldade
      D7         D/C
Vi... vivo sem afago

    G
Tem tem... tem pe... pena 
D7                    G             Em
Deste mo... mo... moribundo, que... que já virou
B7                              Em     E7/G#
Va... va... va... va... ga... gabundo
      Am
Só... só... só... só...
     Cm6/Eb             C#°       G/D
Por ter     so... so... sofri... frido
                  E7
Tu... tu... tu... tu... tu... tu... tu... tu...
   A7                D7                 G
Tu tens um co... coração fi... fi... fingido

*Repete Introdução*

                G                A#°         G/B
Mu... mu... mulher, em mim fi... zeste um estrago
A#° G/B                           E7            Am
        Eu de nervoso esto... tou fi... ficando gago
E7/B Am     B7              B7/D#             Em
        Não po... posso com a     cru... crueldade
            A7/C#                A7
Da saudade, Que... que mal... maldade
      D7         D/C
Vi... vivo sem afago

    G             D7          G
Teu teu co... coração me entregaste
      Em
De... de... pois... pois... 
   B7                   Em     E7/G#  
De mim tu to... toma... maste
      Am                  Cm6/Eb              G/D
Tu... tua falsi... si... sidade  é pro... profunda
                  E7
Tu... tu... tu... tu... tu... tu... tu... tu...
    A7                 D7     G
Tua vais fi... fi... ficar corcunda!

Faustina

Faustina (samba-choro, 1937) - Gadé

Disco LP / Título: Faustina / Autoria: Gadé, 1904-1969 (Compositor) / Moreira da Silva (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Imperial, 1966 (reeditado em 1970) / Álbum: Moreira da Silva - Conversa de botequim / Nº Álbum: IMP 30196 (edição de 1970) / Lado B / Faixa 06 / Gênero: Samba /

------------Am
Xiii…Faustina
E7 -----------------Am
Faustina, corre aqui depressa,
E7 --------------A7
Olha quem está no portão.
Dm
É minha sogra com as malas
--------B7------------------------- E7----- Am
Ela vem resolvida a morar no porão.

-------E7------------ A7-------------------- Dm
Vai ser o diabo, vamos ter sururu com o vizinho.
-----------------Am
Não estou prá isto, eu vou dar o fora,
---------B7---------------- E7------- Am
Decididamente, eu vou morar sozinho.


Bis

-------G -----------G7 -----------C7M
É minha sogra, mas tenha paciência.
---------B7 --------------------------Am
Não há quem possa com essa jararaca.
---------Dm ----------Eb° ------Em7 ---Am
Meu sogro foi de maca prá assistên_cia,
------------D7--------------------- G
Com o corpo todo retalhado à faca.


----G7 ----------------C7M
Mas comigo é diferente,
--0-------B7 -------------------Am
Não tenho medo desta cara feia,
-----Dm ------------Eb°------- Em7 ---Am
Pego a pistola e desperdiço um pen_te,
D7------------------- G----------- C
Ela descansa e eu vou prá cadeia.
E7 Am A7 Dm Dm Am B7 E7 Am

domingo, julho 12, 2015

Conversa de botequim


Conversa de botequim (samba, 1935) - Noel Rosa e Vadico

Disco LP / Título da música: Conversa de botequim / Autoria: Rosa, Noel, 1910-1937 (Compositor) / Vadico (Compositor) / Moreira da Silva (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Imperial, 1966 (reeditado em 1970) / Álbum: Moreira da Silva - Conversa de botequim / Nº Álbum: IMP 30196 (edição de 1970) / Lado A / Faixa 01 / Gênero: Samba de breque /
Tom: F
       C              D7
Seu garçom, faça o favor
        G7   C
de me trazer depressa
     A7 Dm7 
Uma boa média
 G7 Gm C7
que não seja requentada
           F       E7 Am
Um pão bem quente com manteiga à beça
       D7              G7 
um guardanapo, um copo d'água bem gelada
             G7 
Fecha a porta da direita
      G7       C 
com muito cuidado
            A7       D7         G7     
Que eu não estou disposto a ficar
    GM   C7
exposto ao sol
 F        E7  Am
Vá perguntar ao seu freguês do lado
    A7  D7 G7    C
Qual foi o resultado do futebol
   F      A7         Dm7   F7  
Se você ficar limpando a mesa
  A#
Não me levanto
     A7
nem pago a despesa
     D7      G7 
Vá pedir ao seu patrão
 
uma caneta, um tinteiro
      C7 
um envelope, e um cartão
  F  A7         Dm   F7
Não se esqueça de me dar palito
 A#               A7  
e um cigarro pra espantar mosquito
     D7     G7   
vá dizer ao charuteiro
      C7
que me empreste uma revista
       F
um cinzeiro e um isqueiro
 ESTRIBILHO
  F     A7       Dm F7   
Telefone ao menos uma vez
     A#   A7 
Para 34-43-33
      D7   G7 
E ordene ao seu Osório
  
que me mande um guarda-chuva 
     C7 
aqui pro nosso escritório
  F      A7  Dm 
Seu garçom, me empreste algum dinheiro
       A#       A7 
que eu deixei o meu com o bicheiro
      D7    G7
vá dizer ao seu gerente
     C7
que pendure essa despesa
     F
no cabide ali em frente
      C        D7 
Seu garçom, faça o favor...

sexta-feira, abril 10, 2015

Sobre as músicas que não tocam mais ...


Peço desculpas pelas músicas que não tocam mais. Hospedei, faz alguns anos, no sítio da figura acima, porém, em conta gratuita.

Paulatinamente, estou recolocando as músicas em outro servidor, mas como são muitas,  vai demorar um pouco ...

Vamos voltar a ouvir e nos deliciar com o som da antiga e boa MPB.  Está difícil esse processo, porque já tentei, inclusive, com minha senha, adentrar aos arquivos e não consegui. Pedi uma nova pelo e-mail que eles tem registrado e nada ... 

 Estou abalado ... mas bola pra frente! Um abraço, pessoal!

terça-feira, abril 07, 2015

Aí é que são elas

Aí é que são elas (valsa, 1902) - Autor desconhecido - Interpretação: Banda da Casa Edison



A Banda da Casa Edison era formada por músicos que integravam a Banda do Corpo de Bombeiros, criada e dirigida por Anacleto de Medeiros, que reunia muitos dos maiores músicos de choro da virada do século e teve importância fundamental para a música e a cultura populares brasileiras.

Em 02/08/1902, a Casa Edison do Rio de Janeiro lançou o primeiro suplemento de discos gravados no Brasil cujo selo era Zon-O-Phone.


Fontes: Discos do Brasil; Cronologia da MPB.