domingo, setembro 24, 2006

José Antonio Méndez

José Antonio Méndez, compositor, violonista e cantor nasceu em Havana, Cuba, em 21 de junho de 1927, e faleceu em junho de 1988. Iniciou em 1940 seu aprendizado para violão e composições musicais.

Ainda como estudante universitário estreou sua primeira composição em uma festa no Instituto de La Habana. Fez depois várias apresentações na emissora Mil Diez. Nessa época formou o grupo musical Loquibambia. Foi, também, um dos fundadores do grupo do feeling.

Em 1947 sua canção La gloria eres tú foi gravada por Toña la Negra, e foi um sucesso estrondoso que o autor escutou pela primeira vez na vitrola do Lucero Bar, onde freqüentava, e por querer ouvi-la várias vezes, gastou todo o dinheiro que levava, motivo pelo qual tivera que regressar a pé para sua "casita en los Pinos", muito distante do bar.

Em 1949 viajou para o México e atuou com sucesso em casas noturnas e emissoras de rádio. Gravou cinco discos nesse país, que considerava sua segunda pátria. Em 1959 voltou para Cuba, e continuou sua carreira com apresentações em teatros, rádio, TV, gravações de novos discos e viagens por diversos países da América Latina e Europa.

Homem sensível, sempre amável, passava as noites de Havana em locais como El Pico Blanco del hotel Saint John, onde atuou por anos junto a César Portillo de la Luz. Morreu em conseqüência de um acidente, em plena celebração do Festival "Boleros de Oro", quando se dirigia a pé até seu local de trabalho no Pico Blanco.

Entre seus boleros se encontram La gloria eres tú, Novia mía, Quiéreme y verás, Ayer la vi llorar, Si me comprendieras, Sufre más, Soy tan felíz, Me faltabas tú, Decídete, Tú, mi adoración, Por nuestra cobardía, Mi mejor canción, Ese sentimiento que se llama amor e Cemento, ladrillo y arena.

Fonte: SonCubano