quinta-feira, fevereiro 01, 2018

Picilone (Yvone) - Braguinha

Eis mais uma manifestação do cronista Noel Rosa, sempre atento às novidades. Um acordo ortográfico assinado pela Academia Brasileira de Letras com a Academia de Ciências de Lisboa, em 1931, retirou do alfabeto português as letras K, W e Y. Diante disso, Noel se preocupou com a menina Yvone (irmã do seu amigo Sebastião Ferreira da Silva), que teria o nome escrito com uma letra cassada, compondo este "samba fonético" (ou seria gráfico?).

Muitos anos depois Tom Jobim, diria numa entrevista que o Brasil é "um pais tão maluco" que a avenida principal de Brasília, a capital da República, fundada em 1960, seria chamada de W-3, ou seja, com uma letra cassada.

Picilone (Yvone) (samba, 1931) - Noel Rosa - Intérprete: Braguinha

Disco 78 rpm / Título da música: Picilone (Yvone) / Rosa, Noel, 1910-1937 (Compositor) / Rosa, Noel, 1910-1937 (Intérprete) / Braguinha (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Parlophon, Setembro/1931 / Nº Álbum 13344 / Lado B / Gênero musical: Samba.


Intr.: F° D° Ab F7/A F7 Bbm Bb7 Eb7 Ab
     F° D° Ab F7/A F7 Bbm Bb7 Eb7 Ab Eb7 Ab

 Eb7  Ab      F7      Bbm                   
Y....vone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)         
Eb7                      Ab    Ab°  
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!      
Ab         F7      Bbm                      
Yvone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)          
Eb7                      Ab         
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!    

Ab/Gb       Db/F            Dbm/Fb  Ab/Eb
Já reparei   outro dia   Que o teu nome, ó Yvone
F7     Bb7           Eb7     Ab
Na nova ortografia já perdeu o   picilone

             F7      Bbm            
Y....vone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)         
Eb7                      Ab    Ab°  
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!      
Ab         F7      Bbm                      
Yvone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)          
      Eb7                      Ab         
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!

        Ab/Gb      Db/F          Dbm/Fb     Ab/Eb
É pra ganhar  simpatia  Que todo mundo  se abaixa
F7       Bb7              Eb7     Ab
Pra te fazer cortesia com os olhos fora da caixa

             F7      Bbm            
Y....vone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)         
Eb7                      Ab    Ab°  
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!      
Ab         F7      Bbm                      
Yvone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)          
Eb7                      Ab         
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!

        Ab/Gb    Db/F               Dbm/Fb    Ab/Eb
Tem uma vida  folgada  Não faz mais nada   a Yvone
F7       Bb7           Eb7     Ab
Até já tem empregada para atender telefone

             F7      Bbm            
Y....vone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)         
Eb7                      Ab    Ab°  
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!      
Ab         F7      Bbm                      
Yvone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)          
Eb7                      Ab         
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!

            Ab/Gb      Db/F
Cansei de andar  só de tanga
Dbm/Fb     Ab/Eb
Jé perdi a      paciência
F7        Bb7
Fui te encontrar na Kananga
Eb7       Ab
Mas não me deste audiência

             F7      Bbm            
Y....vone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)         
Eb7                      Ab    Ab°  
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!      
Ab         F7      Bbm                      
Yvone! (Yvone!) Yvone! (Yvone!)          
Eb7                      Ab         
Eu ando roxo pra te dizer um picilone!


Fonte: Songbook Noel Rosa - Volume 3 - Almir Chediak - Lumiar Editora.

Para atender a pedidos - Marília Batista

Marília Batista
Para Atender a Pedido (samba, s.d.) - Noel Rosa - Intérprete: Marília Batista

CD Noel Pela Primeira Vez / Título da música: Para Atender a Pedido / Noel Rosa, 1910-1937 (Compositor) / Marília Batista (Intérprete) / Gravadora: Velas / Ano: 2000 / Volume 6 / CD 11 / Faixa 12 / Gênero musical: Samba / Obs.: Obra organizada pelo pesquisador Omar Jubran, reunindo em uma Caixa com 14 CDs todas as primeiras gravações originais da obra de Noel Rosa, totalizando 229 gravações. Essa gravação de Marília Batista parece pertencer, originalmente, ao LP "História Musical De Noel Rosa", gravadora Nilser, álbum NS 1011, de 1963.


A6         E/G#    F#m7  F#m/E  D#m7(b5) 
Para atender a pedi...........do       
Dm6        A/C#  C°  Bm7      
Tudo o que eu tenho sofri.......do           R
E7        A°                           E
Eu preciso esquecer                          F
A6          E/G#      F#m7 F#m/E D#m7(b5)    R
Pois é preciso esquecer                    Ã
Dm6         A/C# C°                    O
Pra poder te perdoar                     
Bm7      E7     A6  A7                   
Antes de te visitar                      

D6      Dm6      C#m7  F#m7              Bm7
Deves te acostumar a fazer o que eu mandar
E7         A7M  A7
E a me respeitar
D6  Dm6         C#m7       F#m7             Bm7
Fi.....ca estabelecido que não mentes nunca mais

*REPETE REFRÃO

D6      Dm6     C#m7  F#m7            Bm7
Antes de esquecer o teu triste proceder
E7         A7M  A7
Que me fez padecer
D6    Dm6            C#m7     F#m7        Bm7
Eu já tinha me convencido que havia de voltar
E7               F7M  F7(#11)  A7M
Para atender a pedi...do

O que é que você fazia - Carmen Miranda

A pequena notável
O Que É Que Você Fazia? (marcha, 1936) - Hervé Cordovil e Noel Rosa - Intérprete: Carmen Miranda

Disco 78 rpm / Título da música: O Que é Que Você Fazia? / Gênero musical: Marcha / Cordovil, Hervé (Compositor) / Rosa, Noel (Compositor) / Miranda, Carmen (Intérprete) / Gravadora Odeon / Número do Álbum: 11324 / Gravação: 00/1936 / Lançamento: 00/1936 / Lado A.



Deitado num trilho de um trem
Estando amarrado e amordaçado
Sabendo que o maquinista
Não é seu parente
Nem olha pra frente
O que é que você fazia?
Eu nesse caso nem me mexia

Sentado, olhando um cachorro
Que da sua mão tirou o seu pão
Sabendo que o seu bilhete
Que está premiado
Também foi roubado
O que é que você fazia?
Eu nesse caso nem me mexia

Se um dia sua sogra bebesse
Um gole pequeno de um grande veneno
E por um capricho da sorte
Ou de algum doutorzinho
Ela ficasse mais forte
O que é que fazia o senhor?
Eu nesse caso matava o doutor
E o que é que a senhora fazia?
Eu nesse caso desaparecia<

Na Bahia - Coisas Nossas

Na Bahia (samba, 1936) - José Maria de Abreu e Noel Rosa - Intérprete: Coisas Nossas

LP Noel Rosa - Inédito e Desconhecido / Título da música: Na Bahia / Abreu, José Maria de, (Compositor) / Rosa, Noel, 1910-1937 (Compositor) / Conjunto Coisas Nossas (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Estudio Eldorado, 1983 /Nº Álbum: LP 79.83.0408 / Lado B / Faixa 4 / Gênero musical: Samba.


Introd.:(Dm7 G7 C Am Dm7 G7 C C/Bb F/A Fm/Ab C/G Am
              Dm7 G7 C C#° Dm7 G7)

 C            G7     E7/G#    Am      A7  Dm7  
Aonde é que o nosso grande Brasil princi..pia?    
G7   Dm7  G7  C    C#° Dm7 G7               
Na Bahia! Na   Ba..hia!                         
C              G7     E7/G#     Am    A7  Dm7  
Aonde foi que Jesus pregou   sua filo..so..fia? 
G7     Dm7      G7  C                            
Na Bahia! Na   Ba..hia!  

    E7                   Am
Todo santo dia nasce samba na Bahia
D7                    G7    C#° Dm7 G7
Samba tem feitiço, todo mundo sabe disso

*REFRÃO

          E7                  Am
A minha Bahia forneceu a fantasia
D7                    G7  C#° Dm7 G7
Mais original que se vê no carnaval

*REFRÃO

           E7                      Am
Em São Salvador, terra de luz e de amor
D7                     G7   C#° Dm7 G7
Só o samba cabe, disso todo mundo sabe

*REFRÃO

Mulher indigesta - Noel Rosa

Mulher Indigesta (samba, 1932) - Noel Rosa - Intérprete: Noel Rosa

Disco 78 rpm / Título: Mulher Indigesta / Rosa, Noel, 1910-1937 (Compositor) / Rosa, Noel, 1910-1937 (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Columbia, 1931-1932 / Nº Álbum 22089 / Lado B / Lançamento 1932 / Gênero musical: Samba.


Tom: A#

[Intro:] Bb7 B7 Cm7 D7(b13) Gm7 Bb7(13) Eb7 D7(b13) Gm7
         Bb/D C7 Bb7 Cm7 D7(b13) Gm7 Bb7(13) Eb7 D7(b13) 
         Gm7 F7 F#7 Gm7

Cm7       D7(b13)  Gm7       Bb7(13)
Mas que mulher indigesta! (Indigesta!)
  Eb7     D7(b13)   Gm7  G7(b13)
Merece um tijolo na testa
Cm7       D7(b13)  Gm7       Bb7(13)
Mas que mulher indigesta! (Indigesta!)
  Eb7     D7(b13)   Gm7
Merece um tijolo na testa

Eb7   D7(b13)     Gm7 Gm7/F
Esta mulher não namora
         Dm7(b5)        G7(b13)   Cm7 Cm7/Bb Am7(b5)
Também não deixa mais ninguém namorar
    D7(b9)        Gm7        Bb7(13)
É um bom center-half pra marcar
         Eb7   D7(b13)    Gm7 F7 F#7 Gm7
Pois não deixa a linha chutar

E quando se manifesta
O que merece é entrar no açoite
Ela é mais indigesta do que prato
De salada de pepino à meia-noite

Essa mulher é ladina
Toma dinheiro, é até chantagista
Arrancou-me três dentes de platina
E foi logo vender no dentista

Mentir - Mário Reis

Mentir (samba, 1932) - Noel Rosa - Intérprete: Mário Reis

Disco 78 rpm / Título da música: Mentir / Autoria: Rosa, Noel, 1910-1937 (Compositor) / Reis, Mário (Intérprete) / Imprenta [S.l.]: Odeon, 1932 / Nº Álbum 10943 / Lado A / Gênero musical: Samba.


Introd.: A7   Dm   Fm Fm/Ab C/G A7 D7 G7 C

   C       B7     C              A7
Mentir, mentir, somente pra esconder
Dm           D7          G7  G7(#5)
A mágoa que ninguém deve saber
C       B7      C             Em/B
Mentir, mentir, em vez de demonstrar
G/D           Am7      D7   G7   G7(#5)
A nossa dor num gesto ou num olhar
C      B7    C          A7
Saber mentir é prova de nobreza
Dm          D7             F7    E7
Pra não ferir alguém com a franque...za
A7         A7/C#
Mentira não é crime
Dm             Fm  Fm/Ab
É bem sublime o que se diz
C/G   A7    D7    G7     C
Mentindo pra fazer alguém feliz

E7  Am        E7/B         Am
É  com a mentira que a gente
Am/G          B7/F#  Dm6/F
Se sente mais conten....te
E7                   Am
Por não pensar na verdade
B7/D#  E/D  Am         E7/B        Am
O próprio mundo   nos mente
Em
E ensina a mentir
F#7      B7        E7
Chorando ou rindo sem ter vontade
Am       E7/B       Am
E se não fosse a mentira
Am/G           B7/F#   Dm6/F
Ninguém mais viveri.......a
E7                  Bb°
Por não poder ser feliz
A7     A/G  Dm/F
E os homens      contra as mulheres
Dm       Am
Na terra, então, viveriam em guerra
Bb
Pois no campo do amor
E7              Am  E7 Am
A mulher que não mente não tem valor
G7   C
Men..tir...