quinta-feira, outubro 05, 2006

Manuel Álvarez

Manuel Álvarez no filme "Angelitos Negros".
Manuel Álvarez (Manuel Álvarez Rentería), conhecido pelo apelido de “Maciste", nasceu em Tequila, Jalisco, México, em oito de agosto de 1892 e faleceu na Cidade do México em 13 de outubro de 1960. Desde pequeno mostrou um extraordinário apego ao violão e por fim teve domínio sobre o difícil instrumento, mediante estudos que realizou na cidade de Mérida, Yucatán.

Suas atividades profissionais como violinista e cantor se iniciaram na Cidade do México, se especializando em cantar tangos.

Logo depois começou a compor e sua primeira canção foi Ojos Rojos, a que se seguiu muitas outras, algumas que mencionaremos como La Golfa, Paris, Fíjate cómo hablas e Manos blancas. Mas as mais conhecidas e famosas do seu repertório são: Angelitos negros, Virgencita de Talpa e Me sobra corazón.

Atuou, também, em vários filmes americanos produzidos em Hollywood, entre eles, La luciérnaga, Sólo los ángeles tienen alas, Viva Villa, e La Audacia de Pablo Bragaza.

Quando regressou ao México se incorporou ao cinema nacional, estréiando com o filme La hora de la verdad, onde cantou sua composição Adiós de un Torero, dedicada à Pepe Ortiz.

Na rádio trabalhou longos anos, e em seus programas lançou muitas de suas composições, e por mais de três anos consecutivos, cantando noite após noite, manteve seu programa "Una guitarra en la noche", que era transmitido através do sinal da XEW.

Veja também

Agustín Lara
Altemar Dutra
Armando Manzanero
Bolero, O
Bolero, A história do
Bolero, Cifras e letras de
Canções Latinas, Cifras
Gregorio Barrios
Lucho Gatica
Luis Miguel
Mario Clavell
Rafael Hernández
Roberto Yanés
Trío los Panchos
Trio Yrakitan