terça-feira, julho 10, 2007

Beto Guedes

Beto Guedes (Alberto de Castro Guedes), compositor, instrumentista e cantor nasceu em Montes Claros MG em 13/8/1951. É filho de Godofredo Guedes, seresteiro e compositor, que tem músicas gravadas pela cantora portuguesa Eugênia Melo e Castro (a valsa Noite sem luar).

Suas principais influências foram os Beatles, a música regional mineira e os choros que seu pai tocava, de quem inclusive gravou composições. Na adolescência, integrou os grupos The Beevers, ao lado de seus irmãos e de Lô Borges, e Os Brucutus. Sua primeira música gravada foi Feira moderna (com Fernando Brant), participante do V FIC, em 1970, e gravada pelo grupo Som Imaginário.

Ligado ao Clube da Esquina, de Minas Gerais, participou dos discos Clube da esquina e Minas, de Milton Nascimento, além de gravar o LP Beto Guedes, Danilo Caymmi, Novelli e Toninho Horta (EMI, 1973).

Estreou carreira solo em 1977, com um show em que era acompanhado por Flávio Venturini, Vermelho, Hely e Zé Eduardo (o futuro 14 Bis, que também o acompanharia no disco Viagem das mãos, de 1984). No mesmo ano lançou o disco A página do relâmpago elétrico (EMI, 1977).

Seus sucessos incluem Lumiar (com Ronaldo Bastos), 1977; O medo de amar é o medo de ser livre (com Fernando Brant), 1978; e Luz e mistério (com Caetano Veloso), 1978. O medo de amar é o medo de ser livre foi regravada por Elis Regina, O sal da terra por Simone e Canção do Novo Mundo (com Ronaldo Bastos) por Milton Nascimento.

Em dezembro de 1997, a EMI lançou, pela série Portfolio, uma caixa contendo três CDs com capas e encartes que reproduzem os discos originais em vinil: A página do relâmpago elétrico, Amor de índio (1978) e Andaluz (1991).

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e PubliFolha.