terça-feira, setembro 14, 2010

Margarida

Margarida (mazurca, 1904) - Patápio Silva

Flautista excepcional e muito bom compositor, Patápio Silva começou ainda adolescente atuando em bandas do interior, cursando a seguir o Instituto Nacional de Música, onde se formou em 1903. A partir de então, desenvolveu uma vitoriosa carreira, que seria interrompida pela morte aos 27 anos. A popularidade de Patápio era tão grande que seus discos permaneceram em catálogo por mais de duas décadas.

Como compositor deixou pérolas como Primeiro amor, Margarida, Sonho, Serenata d'amore, Amor perdido e Zinha. Abaixo a mazurca Margarida gravada / lançada pela Casa Edison em 1904 / 1907, álbum número 40045, interpretação do próprio gênio: