terça-feira, outubro 26, 2010

J. Rui

J. Rui (Jaime Rui Costa Abollo Martinez), compositor, nasceu em 09/07/1909 na cidade do Porto, Portugal. Filho de Manuel Abollo Martinez, espanhol de Santiago de Compostela e Amélia Costa Martinez, portuguesa de Chaves, Trás-os-Montes, chegou ao Brasil com a família em 1913, estabelecendo-se no Rio de Janeiro.

Após terminar o curso secundário, matriculou-se no curso de Arquitetura da Escola Nacional de Belas Artes. Na época, já escrevia poesias. Participou do grupo chamado "Turma da Emba", do qual faziam parte Nássara e Luís Barbosa. Rui tocava reco-reco, chocalho e era o letrista oficial do grupo.

Em 1931, teve seu primeiro samba composto Para o samba entrar no céu, parceria com Nássara gravado por Almirante na Victor. Em 1933, compôs com o mesmo Nássara a célebre marcha Formosa, gravada por Francisco Alves em dupla com Mário Reis na Odeon, constitundo-se um dos grandes sucessos do carnaval daquele ano.

Em 1937, Francisco Alves gravou na Odeon a valsa Porque você voltou, também uma parceria com Nássara. Com fragmentos dessa melodia, Nássara faria mais tarde a marchinha Periquitinho verde, com letra de Sá Róris. Acredita-se que o compositor tenha colaborado em muitas composições conhecidas sem que nelas apareça seu nome. Um, exemplo deste fato, seria a composição A-M-E-I, Amei, gravada por Francisco Alves, onde uma quadra inteira foi por ele composta.

Atuou ainda no cinema, teatro - O v da vitória e rádio, tendo dedicado-se ainda à TV, onde assinou os scripts de vários programas humorísticos. Em 1963, em parceria com João Roberto Kelly, escreveu várias composições para a TV, dentre as quais Samba de branco, Cha-cha-cha de Cabo Frio, entre outras. 

Fonte: Dicionário Cravo Albin da MPB.