quarta-feira, março 20, 2013

Bobby di Carlo

Bobby di Carlo (Roberto Caldeira dos Santos), cantor e compositor, nascido na cidade de São Paulo SP, em 30/06/1945, foi um dos grandes astros da Jovem Guarda.

Com o pseudônimo de Bobby de Carlo, teve na música Tijolinho (de Wagner Tadeu Benatti) seu grande sucesso no programa. A repercussão foi tamanha, que o cantor ganhou o troféu Chico Viola e gravou dois LPs pela gravadora pernambucana Mocambo.

Começou em 1960, quando o rock apareceu no Brasil fazendo sucesso com nomes como Celly Campelo, Tony Campelo, Ronnie Cord, Carlos Gonzaga e mais alguns cantores. Suas primeiras canções gravadas foram: Oh Eliana, Quero amar, Amor de brotinho, Gatinha Lilly, Broto feliz e Hey Lilly. Na época, estava com 14 anos e teve que dar um tempo na carreira porque estudava e não podia conciliar as duas coisas.

Em 1961 gravou Broto feliz, de Marcucci, De Angelis e Sérgio Freitas e Amor de brotinho, de Ballard e Hunter, com versão de Sérgio Freitas.

Em 1966, acontecia o programa Jovem Guarda na TV Record. O Sérgio de Freitas que era radialista convidou para voltar a gravar. Ele o apresentou ao Wagner Tadeu Benatti, compositor que dentre várias musicas mostrou Tijolinho. Acertado com a Mocambo, gravou e a canção fez um relativo sucesso.

Em 1985, Paulo Barnabé e a Patife Band regravaram a música. Com o declínio da Jovem Guarda, encerrou sua carreira no início da década de 1970.

Discografia

1960 - Oh! Eliana/Quero te amar • Odeon • 78
1961 - Broto feliz/Amor de brotinho • Odeon • 78
1961 - Gatinha Lili/Hey Lili • Odeon • 78
1966 - Tijolinho/Minha tristeza • Mocambo • CS
1967 - Cuidado para não derreter/O ermitão • Mocambo • CS
1968 - Bobby Di Carlo • Rozemblit • LP
1971 - Anjo/Coisa banal • Odeon • Compacto simples
1972 - Lembre-me a todo instante/Minha velha canção de amor • Odeon • CS

Fonte: http://www.letras.com.br.