domingo, abril 07, 2013

George Freedman


George Freedman, cantor e compositor, nasceu em Berlim, Alemanha, em 1940. Filho de pai alemão e mãe brasileira, ainda pequeno transferiu-se para o Brasil. Iniciou a carreira no final da década de 1950 cantando rocks, na sua maioria versões de hits estrangeiros.

Em 1959 gravou na Califórnia seu primeiro disco interpretando de sua autoria o rock balada Leninha e de Steve Rowlands, em versão de Fred Jorge, o rock calipso Hey, little baby. Nessa época fez apresentações constantes na TV Tupi de São Paulo. Todavia, só veio a obter alguma projeção pessoal a partir da explosão do movimento da Jovem Guarda.

Em 1960, obteve seu primeiro sucesso com Olhos cor do céu, versão de Pretty blue eyes. Em 1961 gravou pela Continental os rocks Advinhão e Inveja, de Baby Santiago. Em 1962 lançou compacto duplo com O jato, Canção do casamento, Good luck charm e Um beijinho só.

No mesmo ano lançou Multiplication, seu primeiro LP. Apresentou-se na TV Paulista no programa "Ritmos da juventude". Na mesma época apresentava-se com regularidade acompanhado do conjunto The Rebels na boate Lancaster na Rua Augusta em São Paulo. Em 1966 gravou Coisinha estúpida e Um grande amor.

Em 1968 lançou Quando me enamoro e Eu te amo. Em 1970, chegou a fazer dupla com Waldirene, lançando pela RCA Victor um compacto simples com as músicas Nosso amor e Você e eu. Com o declínio do movimento, saiu da cena artística.

George Freedman sofreu um A.V.C. no dia 30 de junho de 2012, enquanto cantava no palco do Restaurante “Botica do Quintana”, em São Paulo, durante apresentação com o grupo Rebaca Neife. Segundo o site "Nossa Jovem Guarda", estava se tratando e em recuperação, pois ficaram alguns problemas como a perda fácil do equilíbrio, cansaço e falta de ar, nada grave, mas ainda uma seqüela do A.V.C.

Obras

Mr. Z, O autógrafo, Ouça, Tudo o que eu sinto por você, Vai embora.

Discografia
(1959) Hey, little baby/Leninha • Califórnia • 78
(1960) O tempo e o mar/Olhos cor do céu • Polydor • 78
(1960) Volta/Só nós dois • Polydor • 78
(1960) Tinha que ser/O céu do teu olhar • Polydor • 78   
(1961) Adivinhão/Inveja • Continental • 78
(1961) Alguém igual a você/Inspiração • Continental • 78
(1962) O Madison/O jato • RGE • 78
(1962) George Freedman em compacto • RGE • Compacto Duplo
(1962) Multiplication • RGE • LP
(1962) Um beijinho só/Canção do casamento • RGE • 78
(1963) Eu o seguirei/Não brinque Sally • RGE • 78
(1966) Coisinha estúpida/Um grande amor / Tudo o que eu sinto por você / Nossa infância • RCA Victor • Compacto Duplo
(1967) George Freedman • RCA Victor • LP
(1968) Eu te amo/Quando me enamoro • RCA Victor • Compacto simples
(1971) Mater seculorum/Agora que te encontrei • RCA Victor • Compacto simples

Fontes: http://www.nossajovemguarda.com.br/2012/10/cantor-george-freedman-estamos-torcendo.html; Dicionário Cravo Albin da MPB.