segunda-feira, outubro 11, 2010

Não me diga adeus agora

Cleide Alves

Não me diga adeus agora (1968) - Elizabeth

Não me diga adeus agora,
Não me diga por favor,
Quero muito seu carinho,
Senão a minha vida não terá valor.

Um amor de tanto tempo,
Não se pode desprezar,
Não me diga adeus agora,
Senão meu bem eu vou chorar.

Se você pretendia me deixar,
Porque deixou-me então lhe amar?
Se você já tinha a intenção,
Porque roubou meu coração.

Não diga adeus agora,
Quero ouvir você dize,
Meu amor como lhe adoro,
Gosto muito de você.