quinta-feira, fevereiro 10, 2011

Marinho da Muda

Marinha da Muda (Mário Pereira), compositor e cantor, nasceu no Rio de Janeiro, RJ, em 16/10/1928, e faleceu na mesma cidade, em 27/2/1987. Um dos fundadores do G.R.E.S. Educativa Império da Tijuca, começou a compor em 1950, com Deixei a boêmia.

A partir de 1956 foi autor de diversos sambas-enredo apresentados pela escola, obtendo seus maiores êxitos com Homenagem aos bombeiros (com João Galvão e Henrique Cândido), terceiro lugar das escolas de samba do grupo II em 1959; Esplendor do Rio imperial (com João Galvão e Nelson Fonseca), segundo lugar no grupo II em 1964, e Reino encantado de Vicente Guimarães (com Jorge Melodia), oitavo lugar no grupo I, em 1967.

Em 1970 saiu sua primeira composição gravada, Uma praça e você, em disco de Os Originais do Samba na etiqueta RCA. A partir de 1972 atuou como cantor em emissoras de televisão cariocas, apresentando-se também em São Paulo SP e Recife PE.

 Em 1973, fez sucesso com o samba de carnaval Ninguém tasca, em parceria com João Quadrado.

Obras

Deixei a boêmia, 1950; Esplendor do Rio imperial (c/João Galvão e Nelson Fonseca), samba-enredo, 1964; Homenagem aos bombeiros (c/João Galvão e Henrique Cândido), samba-enredo 1959; Ninguém tasca (c/ João Quadrado), 1973; Uma praça e você, 1970; Reino encantado de Vicente Guimarães (c/Jorge Melodia), samba-enredo, 1967.

Fontes: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha - 2a. Edição - São Paulo - 1998; Dicionário Cravo Albin sda MPB.