terça-feira, maio 17, 2011

Severina Xique Xique

Genival Lacerda
Severina Xique Xique (1975) - Genival Lacerda e João Gonçalves

Tom: C
  
Intro: Am  Dm  E7  (2x)
       E7  Am  (4x)

Verso 1:
           Am                   Dm
Quem não conhece Severina Xique-Xique,
                 E7                   Am
que montou uma butique para vida melhorar.
                              Dm
Pedro Caroço, filho de Zefa Gamela,
                 E7                       Am
passa o dia na esquina fazendo aceno para ela.

Refrão 2x:
                             Dm
Ele tá de olho é na butique dela!
           E7                Am
Ele tá de olho é na butique dela!

Verso 2:
      Am
Antigamente Severina,
     Dm                    E7
coitadinha, era muito pobrezinha,
                    Am
ninguém quis lhe namorar.
                                    Dm
Mas hoje em dia só porque tem uma butique,
                        E7
pensando em lhe dar trambique,
                    Am
Pedro quer lhe paquerar, viu?

(Refrão)

Verso 3:
      Am                     Dm
A Severina não dá confiança, Pedro,
                   E7                        Am
eu acho que'la tem medo de perder o que arranjou.
                                 Dm
Pedro Caroço é insistente, não desiste,
                  E7                        Am
na vontade ele persiste, finge que se apaixonou, haih.

(Refrão)

Verso 4:
Severina, minha filha, não vai na onda de Pedro.
Olha! Ele só tem interesse em você, sabe porquê?
Porque você tem uma botique, minha filha!
Agora você querendo um sócio, olha aqui seu Babá.
Hahahahai... passa lá Severina! Lá tá tão bonzinho agora!
Oh meu Deus, xau!.

(Verso 1) - (Refrão) - (Verso 2) - (Refrão)

(Verso 3) - (Refrão)

Verso 5:
Ô Severina, como é? Resolve minha filha!
Se quiser, psiu, passa lá! Hahai...
Ai, Jesus, olha se tu não vier, já tem uma loira!
Dona Graça tá lá! hiheiiehee ai, xau!.

Nenhum comentário:

Postar um comentário