sexta-feira, outubro 08, 2010

Levino da Conceição

Levino da Conceição
Levino Conceição (Levino Albano da Conceição), compositor e instrumentista, nasceu na cidade de Cuiabá, Mato Grosso (12/11/1895), e faleceu em Niterói, Rio de Janeiro (12/02/1955). Ficou cego aos sete anos. Começou a aprender música e aos nove anos já tocava violão e era considerado um dos melhores violonistas de sua cidade natal.

os 12 anos já mostrava total domínio do violão, sendo capaz de improvisar e dominar todos os tons. Mudou-se para o Rio de Janeiro e foi estudar no Instituto Benjamim Constant.

A partir de 1917 iniciou trabalho de ensino de música para cegos, tendo incentivado a criação de escolas para cegos no Amazonas, no Ceará, em Minas Gerais e na Paraíba.

Em 1929, teve duas valsas gravadas por Augusto Calheiros. Foram elas, Valsa da saudade e Saudades do Rio Grande, feito em parceria com Nelson Paixão. Seu aluno Dilermano Reis gravou Canção gaúcha e Cateretê mineiro.

Em 1938, realizou concertos em cinemas e clubes nas cidades de Corumbá, Aquidauana, Campo Grande e Ponta Porã. Criou uma escola de música em Corumbá que levou o seu nome. Na mesma cidade tornou-se mestre da banda local. Apresentou-se em diversas cidades e capitais do norte, nordeste e sul do Brasil.

Nos anos 1950 dirigiu cursos no Instituto Benjamim Constant. Compôs também diversas peças eruditas.

Obra

Canção gaúcha, Cateretê mineiro, Saudades do Rio Grande (c/ Nelson Paixão), Valsa da saudade.

Fonte: Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira.