quinta-feira, dezembro 16, 2010

Cólera

Influenciado pelo movimento punk da Inglaterra e dos Estados Unidos, o Grupo Cólera participou da coletânea "Grito suburbano", primeiro registro fonográfico de punks brasileiros, lançada em 1982, pela gravadora independente Punk Rock.
Cólera - Grupo paulistano de punk-rock formado em 1979, em São Paulo SP, pelos irmãos Redson Lopes Pozzi (São Paulo 1962—), guitarra, e Carlos Lopes Pozzi (São Paulo 1961—), bateria; e o contrabaixista Val (Valdemir Pinheiro, São Paulo 1964—).

Adeptos do punk positivo, variante do punk-rock contrária à violência gratuita e entusiasta da paz e da ecologia, fizeram seu primeiro show em 1979, em uma escola do Bairro do Limão.

Além de ter sido a primeira banda punk brasileira a gravar um disco, foi o primeiro grupo de rock nacional a se apresentar fora do Brasil: em 1987 fizeram 56 shows em dez países, incluindo Alemanha, França, Suíça, Bélgica e Dinamarca.

Têm discos lançados na França, Finlândia e Suécia, estes dois últimos países onde também se apresentaram na década de 1980. Em 1988 Val foi substituído por J. B. (Josué Correia, Rio Claro SP 1963—), que atuou até 1991, quando foi substituído por Fábio Bossi (São Paulo 1974—).

A coletânea Pela paz em todo o mundo, produzida por Redson, vendeu 80 mil cópias, sendo 30 mil na Europa e América do Norte, incluindo Canadá.

O grupo gravou Oito LPs, alguns dos quais relançados em CD em 1998 pelo selo paulistano Devil.

Em 2000, a banda ficaria em evidência uma vez que a Plebe Rude regravou Medo em seu disco ao vivo e os Inocentes, Quanto Vale a Liberdade em O Barulho dos Inocentes. O Cólera continua atuando no underground, sendo considerada a banda de maior energia quando sobe ao palco.

Fontes: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e PubliFolha - 2a. Edição - 1998; Boteko do Rock.