terça-feira, dezembro 14, 2010

Ébrio de amor

Lindomar Castilho
Lindomar Castilho

Ébrio de amor (1963) - Palmeira e Ramoncito Gomes

Tom: C

Introdução: C F C G7 C 
 
  C               G7            C 
 Tudo fiz para viver sempre contigo 
                           G7 
 Meu desejo era fazê-la feliz 
                           F 
 Mas a minha negra sorte traçoeira 
         G7                        C 
 Foi um outro quem roubou você de mim 
                 G7           C 
 Eu queria para sempre nesta vida 
        C7                    F 
 Ser o dono do teu corpo sedutor 
                                   C 
 Mas sou pobre não lhe ofereço riquezas 
     G7                           C 
 E você só quer me ver ébrio de amor 
 
    C  F  C  G7  C 
 
      C             G7             C 
 E assim eu vou seguindo o meu destino 
                                    G7 
 Com aquelas que compreendem minha dor 
                         F 
 Me confortam aliviando minha mágoa 
        G7                  C 
 Neste mundo infeliz e pecador 
                   G7           C 
 Reconheço, não mereço o seu carinho 
        C7                         F 
 Mas de ti não guardo ódio nme rancor 
                                   C 
 O que eu sinto é vê-la sem felicidade 
     G7                           C 
 E você só quer me ver ébrio de amor 
 
 Solo: C G7 C G7 F G7 C C7 F C G7 C 
 
  Falando: Mulher, a dor que trago 
 comigo, é como doce castigo que amarga 
 e dá prazer. O coração não esquece, o 
 vulto por quem padece. Mais sofre, mais 
 quer sofrer. Por isto nesta canção, eu 
 que tenho coração, não posso ficar 
 calado. Lhe digo mulher querida, que a 
 dor maior desta vida, é amar sem 
 ser amado. 
 
      C             G7             C 
 E assim eu vou seguindo o meu destino 
                                    C 
 Com aquelas que compreendem minha dor 
                         F 
 Me confortam aliviando minha mágoa 
        G7                  C 
 Neste mundo infeliz e pecador 
                   G7           C 
 Reconheço, não mereço o seu carinho 
        C7                         F 
 Mas de ti não guardo ódio nem rancor 
                                   C 
 O que eu sinto é vê-la sem felicidade 
     G7                           C 
 E você só quer me ver ébrio de amor 
           F                       C 
 O que eu sinto é vê-la sem felicidade 
     G7                           C 
 E você só quer me ver ébrio de amor