segunda-feira, dezembro 13, 2010

Carioca

Ivan Paulo da Silva
Carioca (Ivan Paulo da Silva), regente, arranjador, instrumentista e compositor, nasceu em Taubaté, SP, em 10/12/1910, e faleceu no Rio de Janeiro, RJ, em 11/4/1991. Estudou em São Paulo com os maestros Antão Fernandes e Antônio Barbarisco, e no Rio de Janeiro, com o maestro Paulo Silva. 

Começou sua carreira musical em 1933, tocando trombone na Banda de Música da Força Pública de São Paulo. Em 1935 passou a atuar também em orquestras, como a Columbia, a de Otto Wey, a de José Nicolini, a dos Irmãos Cópia, a de Luís Argentos e a de Orlando Ferri. 

Em 1937 participou pela primeira vez de uma gravação, como trombonista da Orquestra de Leo Peracchi, acompanhando Silvino Neto na música Gorro de meia. Em 1938 deixou a Banda da Força Pública e excursionou pelo Uruguai e Argentina, com Jardel iércolis, fazendo teatro de revistas. 

Transferindo-se para o Rio de Janeiro em 1939, passou a atuar na Orquestra de Fon-Fon, com a qual gravou nesse ano nos estúdios da Rádio Tupi, acompanhando Francisco Alves na música A voz do violão (Francisco Alves e Horácio Campos). Com essa orquestra, que integrou até 1941, fez excursão pela Argentina. 

De 1942 a 1946 trabalhou na orquestra Ali Stars e de 1946 a 1952 apresentou-se com orquestra própria na Rádio Tupi. Depois de ter gravado vários discos na Odeon (de 1950 a 1953), atuou com sua orquestra na Rádio Mayrink Veiga de 1954 a 1956 e de 1958 a 1963. Nessa segunda fase, recebeu o prêmio Melhor Long Playing de 1961, do jornal O Globo, e, no ano seguinte, foi premiado com o troféu de Melhor do Rádio, da Revista do Rádio. Ainda em 1962 excursionou com sua orquestra pelo Uruguai. 

Em 1964 participou do show Sambamba, no Copacabana Palace Hotel, tendo recebido o prêmio Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, como melhor arranjador. A orquestra de Carioca gravou muitos LPs, entre os quais Sambas em brasa (Musidisc), Clássicos no samba (RCA), Carioca e sua orquestra de baile (Rádio), Samba... Oba! (Imperial) etc. 

Em 1974 recebeu o prêmio de Melhor Arranjador do Festival Musicopa, realizado na Penitenciária Lemos de Brito, do Rio de laneiro. 

Como compositor, é autor de Graças a Deus, gravado por Elizeth Cardoso, Voltei ao meu lugar, gravado por Jamelão, Derrubando violões, gravado por Ademilde Fonseca, as Gingas (nos 1, 2, 3 e 4), gravadas por Carioca e sua Orquestra, e do famoso prefixo do programa noticioso Repórter Esso.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira  - Art Editora - Publifolha.