quarta-feira, dezembro 22, 2010

Elymar Santos

Elymar Santos
Elymar Santos, cantor, nasceu no Rio de Janeiro, RJ, em 5/1/1952. Nascido nas vizinhanças da quadra da escola de samba Imperatriz Leopoldinense, esteve desde a infância em contato com o samba.

Em 1996 apresentou-se na casa de shows Imperator, no Rio de Janeiro. No final de 1997, lançou o CD Elymar ao vivo, gravado no Canecão durante uma temporada do show Mais popular. O CD alcançou a marca das 250 mil cópias vendidas, logo nos primeiros meses de 1998.

Ainda em janeiro de 1998, apresentou-se em shows no Canecão, Rio de Janeiro, com repertório que incluiu, entre outras, as músicas Apelo (Baden Powell e Vinícius de Moraes e Teu jogo (Augusto César e Carlos Colla). No Carnaval desse ano, foi tema do enredo da escola de samba Em Cima da Hora: Elymar popstar.

No ano seguinte lançou o CD Na pele do tambor, com destaque para a música título, de Paulo César Feital e Altay Veloso, além de O que é, o que é?, de Gonzaguinha e O morro não tem vez, de Vinícius de Moraes e Tom Jobim.

Em 2000 gravou ao vivo no Olímpia de São Paulo o CD Elymar Brasileiro Santos, com, entre outras, as músicas Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, Romaria, de Renato Teixeira, Gente humilde, de Garoto, Chico Buarque e Vinícius de Moraes.

Em 2002, estreou novo show no Canecão para lançamento do novo CD. Na ocasião, foi homenageado pelo escritor Artur da Távola com uma crônica onde diz: "Elymar é um cantor dramático, que fraseia muito bem, às veses até fala as letras, com grande sentido de ritmo, alternando canto com algumas declarações, usando pausas, silêncios e sua voz bonita e forte. Ele sabe valorizar o que diz ao cantar".

Em março de 2006, apresentou-se no Clube Sírio Libanês, relembrando sucessos de sua carreira, com parte da arrecadação destinada ao Recanto Infantil Nossa Senhora da Conceição.

Fontes: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e PubliFolha - 2a. Edição - 1998; Dicionário Cravo Albin da MPB.