segunda-feira, março 19, 2012

Tancredo da Silva Pinto

Tancredo da Silva Pinto, compositor e sambista, nasceu em 10 de agosto de 1905 em Cantagalo, Estado do Rio de Janeiro, indo morar no Estácio ainda na adolescência. Teve uma atuação marcante também como compositor, sendo parceiro de Moreira da Silva, Zé Keti, Zé Pitanga e Blecaute, que gravou General da banda, cuja letra faz uma alusão ao Orixá Ogum.

Foi um dos fundadores da 1ª Escola de Samba do bairro Estácio de Sá, no Rio de Janeiro.

Em 1950, por ocasião das grandes perseguições aos umbandistas de vários estados, fundou a Confederação Espírita Umbandista do Brasil. Viajou por diversos estados, fundando outras associações com o escopo de organizar e dar personalidade ao culto umbandista. Consta que fundou-as em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, entre outros. A partir de 1967, afastou-se, vindo a fundar, no ano seguinte, a Congregação Espírita Umbandista do Brasil.

Foi ainda criador de festas que marcaram época e solidificaram a imagem da Umbanda como a Festa para Iemanjá no Rio de Janeiro, Festa de Yaloxá na Pampulha, em Belo Horizonte, Cruzambê, em Betim, Festa do Preto-Velho, em Inhoaíba, homenageando a grande Iyalorixá Mãe Senhora, Festa de Xangô, em Pernambuco, o evento "Você sabe o que é Umbanda?" no Maracanã e finalmente a festa da fusão do estado da Guanabara com o Rio de Janeiro realizado ao centro da Ponte Rio-Niterói.

Teve publicadas mais de 30 obras literárias, divulgando a Umbanda e o Omolocô e foi fundador e colaborador de diversos jornais e revistas destinados aos adeptos da religião afro-brasileira. Em vida ainda recebeu diversas comendas e homenagens pelos serviços prestados às religiões afro-brasileiras. Foi um fiel defensor da prática africanista ao culto umbandista e ao Omolokô.

Apesar de analfabeto, o humilde estafeta dos correios "escreveu" diversas obras de cunho umbandista e manteve colunas diárias em jornais cariocas, como O Dia. Faleceu em 1 de setembro de 1979.

Fontes: Wikipédia; Turma do Estácio - Samba de Raíz.