segunda-feira, maio 07, 2007

Amor, meu grande amor


"Foi cantando por aí que saiu pela primeira vez meu nome no jornal”, afirma Ângela Ro Ro" (Ângela Maria Diniz Gonçalves) no release de seu disco de estréia. Realmente, a blueseira underground Ângela Ro Ro deu muita “canja” no Flag, Mikonos, 706 e outras casas noturnas do Rio, até ser convidada a gravar na PolyGram pelo produtor Paulinho Lima.

Chegou mesmo a cantar na Europa, mais precisamente na Inglaterra, onde viveu alguns anos, “andando de um lado para o outro” (as palavras são dela), levada por seu espírito hippie e teve que enfrentar vários empregos para sobreviver, a começar pelo de garçonete numa cantina de executivos.

Pois foi durante essa temporada internacional que ela começou a compor, de preferência em inglês, sendo dessa época várias canções do disco como “Amor, Meu Grande Amor”, que recebeu a seu pedido letra de Ana Terra: “Amor, meu grande amor / não chegue na hora marcada / (...) / que tudo que ofereço / é meu calor, meu endereço / a vida do teu filho desde / o fim até o começo...”

Com esse estilo fossa-romântico predominando no elepê, Ângela teve sucesso imediato (principalmente com “Amor, Meu Grande Amor”), embora se mostre ainda um tanto contida em suas interpretações. Seria até considerada “a sensação do ano” na música popular numa matéria publicada pelo Jornal do Brasil em dezembro de 79 (A Canção no Tempo – Vol. 2 – Jairo Severiano e Zuza Homem de Mello – Editora 34).

Amor, meu grande amor (1979) - Ângela Rô-Rô e Ana Terra

Intr.: A  E7/Ab  G  D
A          E7/Ab        G                    D
Amor, meu grande amor, não chegue na hora marcada
A           E7/Ab               G    F        E7
Assim como as canções, como as paixões e as palavras
A            E7/Ab     G                D
Me veja nos seus olhos na minha cara lavada
A             E7/Ab       G    F        E7 A  E7/Ab  G  D
Me sinta sem saber se sou fogo ou se sou água
A             E7/Ab    G                     D
Amor, meu grande amor, me chegue assim bem de repente
A            E7/Ab             G  F          E7
Sem nome ou sobrenome, sem sentir o que não sente
D                 E7            D           E7
Que tudo o que ofereço é meu calor, meu endereço
D             E7             D          E7
A vida do teu filho desde o fim até o começo
A             E7/Ab    G                     D
Amor, meu grande amor, só dure o tempo que mereça
A            E7/Ab      G       F         E7
E quando me quiser que seja de qualquer maneira
A               E7/Ab    G                        D
Enquanto me tiver que eu seja a última e a primeira
A              E7/Ab                  G  F        E7
E quando eu te encontrar, meu grande amor, me reconheça
D                 E7            D           E7
Que tudo o que ofereço é meu calor, meu endereço
D             E7             D          E7
A vida do teu filho desde o fim até o começo