segunda-feira, maio 07, 2007

Blues do arranco

Ângela Rô-Rô
A7
Arranco a roupa pra me sentir
         D7           A7
Bem a vontade pra te mentir
D7            E7     D7                E7
Sem o mínimo pudor fazer promessas de amor
 D7             E7    
Sem o mínimo respeito ao coração
     D7                  A7   F7 E7
que bate dentro do teu peito
             A7       D7   A7
Arranco os blues pra maltratar,
           D7       A7    D7
só pra te ver me cobiçar
                E7  D7                         E7    D7
Sem o mínimo escrúpulo, pois coração também é músculo
                E7
Sem a mínima vergonha
                           D7            A7   G7 D7
Eu ponho a fronha no teu rosto e vou me amar
           A7  D7        A7
Arranco a pele de bom carneiro
           D7            A7  D7
Caço meu lobo só pelo cheiro
                E7  D7                  E7  D7
Sem sequer compaixão vou te deixar sem ação
                 E7
Esse tipo de conquista vigarista
            D7     A7
É o que eu chamo vocação

Nenhum comentário:

Postar um comentário