segunda-feira, janeiro 20, 2014

Osvaldo Borba

Osvaldo Borba (Oswaldo Neves Borba), regente, arranjador e pianista, nasceu em São Paulo, SP, em 18/07/1914. Começou a tocar piano aos cinco anos de idade. Em 1934 iniciou a carreira artística na Rádio Record. Em 1936 e 1937 fez longa excursão pelo país com a companhia de revistas de Jardel Jércolis. Atuou como regente da Orquestra da Rádio Tupi.

Fez a primeira gravação como regente de orquestra em 1945, na Continental registrando o choro Deslizando, de Morpheu Belluomini.

Depois passou a atuar na Odeon onde participou de diversas gravações acompanhando com sua orquestra diversos cantores e cantoras entre os quais, Sylvia Telles, Aurora Miranda, Joel de Almeida, Gregorio Barrios, Oscar Ferreira, Anísio Silva, Elza Soares, Orlando Dias, Dalva de Andrade, Lúcio Alves, Carlos Augusto, Mário ReisJoão Dias, Dalva de Oliveira e Hebe Camargo.

Atuou como pianista do Cassino Assyrio, do Copacabana Palace e do Cassino Atlântico com a orquestra de Ferreira Filho. Retornou depois para o Copacabana Palace com a orquestra Zacarias. Nos últimos anos da década de 1940 dirigiu a orquestra da Rádio Globo. Em 1949 fundou sua própria orquestra estreando em um baile no Clube Ginástico Português.

Em 1950, gravou o primeiro disco com sua orquestra pela Odeon registrando os frevos Dona boa, dos Irmãos Valença e Frevo do meio-dia, de Carnera. Em 1951, registrou entre outros títulos, os frevos De guarda-chuva na mão, de Geraldo Medeiros e Haroldo Lobo, com canto de Risadinha e Esbodegado, de Guio de Morais.

Em 1953, formou uma orquestra típica argentina com a qual gravou a marcha Saca rolha, de Zé da Zilda, Zilda do Zé e Waldir Machado, em ritmo de tango. Em 1956, gravou também pela Odeon, com sua Orquestra o Samba maravilhoso, de José Toledo e Jean Manzon e o baião Andorinha preta, de Breno Ferreira. No mesmo ano, gravou com uma orquestra típica Quem sabe, sabe, de Joel de Almeida e Carvalhinho em ritmo de tango e Vai que depois eu vou, de Adolfo Macedo,  Zé da Zilda e Airton Borges, também em ritmo de tango.

Em 1958, gravou, ainda na Odeon, uma série de três discos incluindo entre outras a marcha de bloco Relembrando o passado, de João Santiago e o samba Chega de saudade, de Tom Jobim e Vinícius de Moraes. Em 1959, gravou com sua orquestra os frevos Aguenta o cordão, de Levino Ferreira e Bombardeio, de Davi Vasconcelos.

Em 1960, gravou os frevos Batalha de serpentina, de Francisquinho e Clarins em folia, de Davi Vasconcelos.

Sua orquestra foi das mais requisitadas para festas de formatura nos anos de 1950 e 1960, chegando a fazer seis bailes em grandes salões a cada final de ano. Na primeira metade da década de 1960 passou a atuar com exclusividade na TV Record de São Paulo. Lançou entre outros, os elepês Baile de formatura, Osvaldo Borba em Hi-Fi e Metais em brasa no samba.

Discografia

Deslizando (1945) Continental 78
Dona boa / Frevo do meio-dia (1950) Odeon 78
Cumaná / Dr. Urubu (1951) Odeon 78
Tiro liro / Não há castigo (1951) Odeon 78
De gaurda-chuva na mão / Esbodegado (1951) Odeon 78
Barulho no salão (1953) Odeon 78
Jambalaya / El tarado (1953) Odeon 78
Saca-rolha / Melodia em fá (1954) Odeon 78
O mambo das normalistas / Jacaré (1954) Odeon 78
O baião do coqueiro (1955) Odeon 78
Quem sabe, sabe / Vai que depois eu vou (1956) Odeon 78
Samba maravilhoso / Andorinha preta (1956) Odeon 78
Alucinado / Relembrando o passado (1958) Odeon 78
Chegou sua vez / Batalha de confete (1958) Odeon 78
Lover / Chega de saudade (1958) Odeon 78
Aguenta o cordão / Convença-se (1959) Odeon 78
Bombardeio / Recordação de Lia (1959) Odeon 78
Batalha de serpentina / A vitória é nossa (1960) Odeon 78
Clarins em folia / Reminiscência (1960) Odeon 78
Baile de formatura (1961) Odeon LP
Osvaldo Borba em Hi-Fi (1962) Odeon LP
Metais em brasa no samba (1963) Philips LP


Bibliografia Crítica: AZEVEDO, M. A . de (NIREZ) et al. Discografia brasileira em 78 rpm. Rio de Janeiro: Funarte, 1982; CARDOSO, Sylvio Tullio. Dicionário Biográfico da música Popular. Rio de Janeiro: Edição do autor, 1965; Fontes: Dicionário Cravo Albin da MPB; www.MusicaPopular.Org; CARIOCA, de 25/7/1936.