terça-feira, fevereiro 22, 2011

Veríssimo de Melo

Veríssimo de Melo
Veríssimo de Melo, folclorista, nasceu em Natal, RN, em 9/7/1921, e faleceu na mesma cidade, em 23/9/1996. Estudou direito inicialmente no Rio de Janeiro RJ, em 1942, formando-se pela Faculdade de Direito da Universidade de Recife PE, em 1948.

Fez vários cursos de extensão, entre os quais os de arqueologia e etnografia do Brasil, com Artur Napoleão Figueiredo, da Universidade do Pará (1963), e aculturação indígena, métodos e técnicas de pesquisas, com Egon Schaden, da Universidade de São Paulo SP (1964).

Em 1949 obteve o segundo prêmio do Concurso Nacional de Monografias sobre o Folclore Brasileiro, promovido pela Discoteca Pública Municipal, de São Paulo, com o ensaio Rondas infantis brasileiras. Como conferencista e debatedor, participou, em 1970, do Simpósio sobre Folclore e Turismo Cultural, promovido pelo Conselho Estadual de Cultura de São Paulo e pela Universidade de São Paulo.

Em 1950 apresentou trabalhos no I Congresso Brasileiro de Folclore, promovido no Rio de Janeiro pela Comissão Nacional de Folclore.

Publicou Adivinhas, Natal, 1948; Parlendas, Natal, 1949; Superstições de São João, Natal, 1949; Adagiário da alimentação, Natal, 1950; Três aspectos da superstição brasileira, Nápoles, 1950; Alcunhas do Brasil e de Portugal, Porto, 1951; O ataque de Lampeão a Moçoró através do romanceiro popular, Natal, 1953; Apresentação do bambelô, Natal, 1956; Inácio da Catingueira, Natal, 1956; Populário natalense, Natal, 1957; Gestos populares, Natal, 1960; Cantador de viola, Recife, 1961; Garrafas de areia de Tibau, Natal, 1962; Duas devoções populares, Natal,1964; Festa de Nossa Senhora do Rosário (dos pretos) em Jardim do Seridó, Natal, 1964; Folcmúsica natalense, Natal, 1964; Xarias e canguleiros, Natal, 1968; Ensaios de antropologia brasileira, Natal, 1973; Cartas de Mário de Andrade a Luís da Câmara Cascudo, Coleção Folclore Brasileiro, Funarte.

Foi presidente da Comissão Estadual de Cultura, no Rio Grande do Norte, e pertenceu à Academia Norte-riograndense de Letras.

Fonte: Enciclopédia da Música Brasileira - Art Editora e Publifolha.