terça-feira, fevereiro 19, 2008

Não olhe assim

Não olhe assim (marcha/carnaval, 1923) - Freire Júnior

Ó menina, venha cá
Ula lá, ula lá
Creia em mim e tenha fé
Ole lé, ole lé
Meu amor é para ti
Bem te vi, bem te vi
Não sou coió
Bem te vi só...

Não olhe assim
Que me maltrata
O teu xodó
Ai meu bem, meu coração,
É que me mata

Meu amor de quem será?
Ula lá, ula, lá
Quem quiser que bata o pé
Ole lé, ole lé
Eu nasci em Catumbi
Bem te vi, bem te vi
Espia só
Não sou caicó

Nenhum comentário:

Postar um comentário