quinta-feira, dezembro 23, 2010

Chuva de containers

Engenheiros do Hawaii
Tom: E 
  
(Humberto Gessinger) 

Introdução: (E D A G)

(E D A G)
Falta pão
(o pão nosso de cada dia)
Sobra pão
(o pão que o diabo amassou)

 F#m
Triste vocação
          A
A nossa elite burra
         B                     (D E)
Se empanturra de biscoito fino
       F#m
Somos todos nordestinos
      A
Passageiros clandestinos
        B             (D E)
Dos destinos da nação
 F#m
Triste destino
     A
Engolir sem mastigar
  B                 (D E)
Chuva de containers
               (F#m A B D E) 57 55 54 55 54 67 65 64 F#m
Entertainers no ar
 (F#m A B D E)
Noir

(E D A G)
Falta pão
                    (47 45 44 57)
(o pão nosso de cada dia)
(E D A G)
Sobra pão
                    (47 45 44 57)
(o pão que o diabo amassou)

F#m            
triste vocação 
          A
a nossa elite burra
         B                     (D E)
se empanturra de biscoito fino
 F#m
triste sina
  A
América Latina
 B                  (D E)
não escaparemos do vexame
F#m      A          B        (D E)
não caberemos todos em Miami
   F#m  A      B
Ame-o ou deixe-o

 A                               G
OUVIRAM DO IPIRANGA AS MARGENS PLÁCIDAS
      D              C
OS TROVÕES DA CHUVA ÁCIDA
      A     G            D         C
A ACIDEZ OCEÂNICA DE UMA LARANJA MECÂNICA

(A G D C)
Falta pão
(o pão nosso de cada dia)
Sobra pão
(o pão que o diabo amassou)
Falta circo
(no mundo que nos cerca)
Sobra circo
(é só pular a cerca)

(65 67 55 56)
Sobra circo...  falta pão
Falta circo...  sobra pão