domingo, setembro 17, 2006

Quando bate uma saudade

Roupa Nova
 A                         D
Quando bate uma saudade assim
A                           E
Não há nada que eu possa fazer
A                           D
A não ser buscar dentro de mim
A                         E
Forças pra poder lhe escrever
Bm           E
E explicar o inexplicável
Bm         E
E enxergar o invisível
Bm           E      A
Compreender a força desse amor
F#m            F#m7+       F#m7 F#m6
Tanta coisa eu quero lhe dizer
F#m          F#m7+          E
Vou criar um mundo pra nós dois
Bm            E
Vou descrever o indescritível
Bm           E
E lhe dizer como é incrível
Bm               E      A  E
Viver a plenitude desse amor
          A               F#m
Longe de mim... (Longe de mim)
D           E
Mas sempre no meu coração
A             F#m
Amor assim... (Amor assim)
D               G
É muito mais que uma paixão
E        A                F#m
Longe de mim... (Longe de mim)
D           E
Mas sempre no meu coração
A             A5+
Amor assim.. (Amor assim)
D               G  E           A  D F#m G
Mesmo distante é como a luz na escuridão
 A                        D
Quando bate uma saudade, meu bem
A                      E
Faço da saudade uma canção
Bm            E
Pra descrever o indescritível
Bm            E
E repetir como é incrível
Bm               E      A  D G A
Viver a plenitude desse amor
F#m             F#m7+      F#m7 F#m6
Tanta coisa eu quero lhe dizer
F#            F#m7+         E
Vou criar um mundo pra nós dois
Bm            E
Vou explicar o inexplicável
Bm         E
E enxergar o invisível
Bm          E      A
Compreender a força desse amor
          A               F#m
Longe de mim... (Longe de mim)
D           E
Mas sempre no meu coração
A             F#m
Amor assim... (Amor assim)
D               G
É muito mais que uma paixão
E        A                F#m
Longe de mim... (Longe de mim)
D           E
Mas sempre no meu coração
A             A5+
Amor assim.. (Amor assim)
D               G  E           A  D G A
Mesmo distante é como a luz na escuridão