quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Dor de cabeça

Dor de cabeça (maxixe/carnaval, 1925) - Sinhô - Interpretação: Fernando


Nunca mais um carinho meu
Tu terás
Nunca mais ó nega
Nunca mais

Tu não procures saber
A causa ou a razão
De eu deixar em paz
O teu coração

Meu carinho te dei, ó flor
E não quiseste
De meu coração zombaste
E não padece

Eu não confesso não
Isso dê no que der
Quem diz sempre o que quer
Ouve o que não quer

Nenhum comentário:

Postar um comentário